6 passos para fornecer feedbacks de qualidade

1 de dezembro de 2015
Erica Carneiro

A falta de retorno por parte das empresas pode ser extremamente frustrante e desencorajadora para um candidato. Todos já passamos por isso e já vimos no post 4 bons motivos para dar feedbacks a seus candidatos a importância de manter um diálogo constante com os postulantes. Além do mais, eles também podem ser seus clientes e você, enquanto representante de uma corporação, não vai querer decepcioná-los, certo?!

Após essa reflexão, o Blog Kenoby traz para vocês algumas boas práticas que podem ser implementadas para melhorar o relacionamento entre candidatos e recrutadores.

Para começar, vejamos o case da Google. A empresa já é referência em tecnologia e não deixa a desejar ao logo de seu processo de seleção, que conta com feedbacks contínuos em toda a jornada de contratação, com contatos realizados a cada 48 horas.

Na Google, após uma primeira resposta automática de recebimento e análise de currículo, um funcionário do RH da empresa passa a entrar em contato direto com candidato, fornecendo-lhe detalhes sobre cada etapa de seu processo seletivo. Em resumo, ao participar de uma seleção na Google, você sabe exatamente quem irá falar com você e quando.

Ora, o que um candidato mais quer, é ter uma posição sobre seu processo seletivo e sua opinião enquantorecrutador e profissional de RH é essencial para ele. Não o deixe esperando.

Fornecendo Feedbacks de qualidade

1. Quando receber um currículo, avise

Por mais tolo que possa parecer, o profissional nunca terá 100% de certeza de que sua candidatura chegou até a empresa sem algum tipo de notificação. Assim, envie um e-mail simples, de resposta automática, confirmando que a candidatura foi recebida e que o currículo irá para análise.

2. Mantenha o diálogo

Invista em oferecer um retorno para cada etapa do processo, enviando confirmações e avisos nos diversos momentos de interação com seus candidatos. Veja abaixo algumas notificações importantes:

  • Agradecimento pela candidatura;
  • Agendamento de entrevista;
  • Agradecimento pelo tempo e pela visita à empresa para entrevista;

Conforme seu candidato for avançando no processo seletivo, envie-lhe feedbacks construtivos sobre sua avaliação. Seja transparente, direto, claro e pessoal. Explique-lhe seus pontos fortes ou fracos e o que lhe destacou ou excluiu do recrutamento.

3. Seja Pessoal

Lembre-se: nem sempre quem procura por um emprego está num bom momento profissional ou financeiro. Ainda que você use notificações automáticas, sempre opte por uma linguagem e contato pessoal. Seja empático, afinal de contas, alguns postulantes podem estar passando por um momento delicado em suas vidas.

Procure dar um toque mais humano a suas notificações, fazendo com que seus candidatos, mesmos que desqualificados, sintam-se valorizados. Explique-lhes de forma clara e pessoal o porquê de sua não aprovação. Analise e esclareça pontos relativo à formação, experiência, habilidades ou alinhamento do perfil do candidato com as diretrizes da empresa. Opte, se preferir, por um feedback ao final de cada etapa do processo, elogiando as áreas em que se destacaram e onde são necessárias mais informações.

E não se esqueça, caso seu candidato seja classificado, boas notícias são sempre bem-vindas! Pegue o telefone e faça já aquela ligação tão especial e aguardada!

Quando dar feedback

 

4. Aproxime-se de seus candidatos por meio de outros canais de comunicação

O feedback é uma demonstração de transparência no processo seletivo das empresas. Além de e-mails, outras ações complementares podem ser tomadas a fim de reforçar a imagem de sua empresa.

Uma comunidade de talentos é uma boa solução para fornecer informações constantes sobre sua empresa, permitindo que os candidatos participem de uma “comunidade de potenciais colaboradores”. Explique como é realizado seu processo de contratação e informe-lhes o que é esperado de seus funcionários, além dos principais fatores de rejeição.

5. Oriente-os sobre novas candidaturas e mantenha uma rede de potenciais profissionais

Se o cara é bom, não o perca de vista!

Informe aos candidatos não aprovados que, ainda que não tenham sido classificados nesse momento, eles possuem um perfil interessante para sua empresa e que você gostaria que se candidatassem a novas vagas. Para tanto, forneça um feedback simples para que esse profissional saiba que seu currículo “atende aos requisitos mínimos para o cargo” enviando um comunicado de esclarecimento, onde poderá ser acrescentado que, “embora ele tenha um perfil interessante para a empresa, outros candidatos foram mais qualificados”.

Mas lembre-se, bom senso é importante e há casos em que o postulante não tem nada a ver com o alinhamento e diretrizes da empresa, assim, delicadamente desencoraje-o a novas candidaturas.

E não se esqueça: para obter sucesso neste ponto você precisa de organização e análise para separar, conhecer e manter um banco de talentos otimizado e bem estruturado.

6. Parabéns, você preencheu a vaga!

Finalmente você conseguiu preencher a vaga! Converse com os novos colaboradores para uma conversa franca e destaque seus pontos fortes e as áreas que devem ser mais aprimoradas, oferecendo-lhes apoio e soluções para essas melhorias.

Invista em seu Banco de Currículos

Mudanças e melhorias sempre trazem riscos, mas, sem dúvida, um processo seletivo claro e transparente só traz benefícios para todos nós, tanto enquanto recrutadores como enquanto postulantes a uma vaga.

E não se esqueça, manter seu banco de talentos organizado e ativo é fundamental para processos de recrutamento mais assertivos, além de evitar o retrabalho. Invista em listas por cargos, áreas e expertise.

Kenoby pode ajudá-lo a organizar e otimizar esse processo. Conheça nossa plataforma de Banco de Currículos clicando aqui.

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Como responder um e-mail de recebimento de currículo

Com o avanço da tecnologia, grande parte das pessoas adotou o e-mail como a principal forma de envio de currículos. E você, como vem tratando seus candidatos? Já parou para pensar  continue lendo »

4 bons motivos para dar feedbacks aos candidatos no processo seletivo

Todo processo de seleção tem dois agentes de busca: a empresa que procura o melhor candidato e o profissional que quer uma vaga que atenda a suas expectativas. Considerando que  continue lendo »

feedback a candidatos
Feedback de Recrutamento e Cultura Empresarial

Já falamos aqui, no Blog Kenoby, sobre a importância do feedback e demos dicas de como fazê-lo, mas você sabia que a cultura de feedback vai muito além disso? Por  continue lendo »