Absenteísmo e rotatividade: entenda seu impacto nas empresas

12 de julho de 2019
Kenoby

O absenteísmo e a rotatividade nas empresas são dois dos maiores desafios enfrentados pelo setor de Gestão de Pessoas na atualidade. Isso porque, eles causam graves prejuízos que comprometem a produtividade e até o caixa da companhia.

Mas, você sabe o que significam esses dois termos?

Rotatividade de pessoal, também conhecido como turnover, refere-se ao giro do quadro de colaboradores, ou seja, o índice de funcionários que são demitidos ou pedem para se desligar da empresa, correlacionado ao número de novas contratações.

Já o absenteísmo se refere à ausência do colaborador durante o expediente, seja por atrasos ou falta. Essas duas questões interferem diretamente nos resultados da organização, e por isso merecem atenção especial de todos os profissionais que trabalham na Gestão de Pessoas.

Antes de continuar, aproveite para baixar templates para e-mails de feedback!

Neste post trazemos para você quais são os impactos do absenteísmo e da rotatividade nas empresas. Acompanhe!

Como o absenteísmo e a rotatividade estão relacionados ao ambiente de trabalho?

Por ser uma questão sensível dentro das empresas, vários estudos são realizados para entender os motivos que levam à falta de engajamentos dos colaboradores, culminado nesses dois males para os negócios.

Sabe-se que existem três questões distintas que são capazes de contribuir para o aumento do absenteísmo e da rotatividade nas empresas. São eles:

  • clima organizacional ruim;
  • falha na comunicação interna;
  • falta de estrutura para trabalho.

No caso do absenteísmo, questões referentes às doenças (naturais ou ocupacionais), estresse causado pelo grande volume de trabalho, falta de transporte, más condições de trabalho, desmotivação e clima organizacional ruim colaboram para aumentar a ausência ou o atraso do colaborador. Todos os fatores mencionados contribuem para a falta de engajamento e comprometimento com a empresa, acarretando prejuízos para a organização.

A incidência de problemas pessoais também pode atingir qualquer profissional e influenciar para a ausência temporária do colaborador no seu posto de trabalho.

Já no caso da rotatividade nas empresas, ela acontece pela vontade de os profissionais buscarem novos desafios, por não visualizarem uma oportunidade de carreira na empresa. O estresse, o ambiente de trabalho ruim e as más condições de trabalho também colaboram para que os profissionais se sintam desmotivados, seja pelo fato de terem líderes mal preparados, ou pela falta de comprometimento da organização com eles.

Ainda existem outras causas para o absenteísmo e a rotatividade nas organizações. Confira a seguir!

Quais as causas do absenteísmo e rotatividade?

Além do estresse, da sobrecarga de trabalho e da comunicação ruim, ainda podemos destacar outros fatores para o absenteísmo e a rotatividade nas empresas. Acompanhe!

1. Processos de recrutamento e seleção equivocados

Erros ao selecionar os perfis mais aderentes ao cargo encabeçam a lista dos fatores que levam ao absenteísmo e à rotatividade de funcionários.

2. Remuneração e benefícios abaixo do que o mercado oferece

Com a ajuda da tecnologia, ficou muito mais fácil pesquisar salários e encontrar as melhores oportunidades de trabalho. Empresas que não se esforçam para manterem uma política de remuneração e benefícios atrativos, cedo ou tarde, perdem seus melhores talentos para a concorrência.

3. Falta de iniciativas de valorização do capital humano nas empresas

Com a nova geração de trabalhadores chegando ao mercado, as empresas precisam criar meios para motivá-los, já que esses profissionais não têm receio de mudar de emprego quando avistam uma oportunidade melhor. Nesse sentido, ignorar as políticas de qualidade de vida e bem-estar no trabalho é assinar uma sentença para perder talentos em curto espaço de tempo.

4. Setores de Gestão de Pessoas mal estruturados

Dói admitir, mas muitos setores de Gestão de Pessoas têm dificuldade para se estruturar, e isso gera uma série de transtornos que refletem no dia a dia dos colaboradores. A falta de iniciativas de treinamento e desenvolvimento e políticas de feedbacks são exemplos disso.

5. Lideranças ruins

Muitas empresas ainda criam chefes em vez de líderes. Quando isso acontece, o colaborador se sente desmotivado, o que também interfere no clima organizacional. Como consequência, ele vai buscar outras oportunidades fora da companhia.

6. Metas inalcançáveis

Todo empresário gostaria que sua empresa crescesse 300% ao ano. Mas, será que isso é realmente possível? O crescimento foi planejado? Quando as organizações sobrecarregam seus colaboradores com metas inalcançáveis, isso gera falta de motivação, que acarreta falta de engajamento, levando a empresa a perder para o mercado bons profissionais.

Quais os impactos negativos?

Veja as consequências de uma alta rotatividade e absenteísmo nas empresas:

  • mais custos com treinamentos que precisam ser refeitos a cada nova contratação pelo departamento de RH;
  • aumento dos custos com a demissão e admissão;
  • mais tempo investido nos processos de recrutamento e seleção, além dos investimentos necessários para atrair os melhores talentos.

Logo, trabalhar com planejamento em todas as etapas que circundam as atividades de Gestão de Pessoas é a forma mais eficiente de evitar prejuízos para a empresa.

Como combater o absenteísmo e a rotatividade?

Agora que você já sabe as consequências negativas para as empresas, veja como combatê-las!

Fortaleça a cultura organizacional

Os colaboradores precisam conhecer e estar alinhados com a missão, a visão, os valores e o posicionamento da empresa no mercado. Com isso, eles podem enxergar qual o papel deles na organização e oferecer uma melhor entrega dos seus serviços. Esse esforço melhora a cultura organizacional e favorece um ambiente mais produtivo.

Valorize os funcionários

Muitos gestores ainda pensam que valorizar funcionários é oferecer uma boa remuneração. Mas, atuar apenas nesse sentido não garante a redução das ausências. É necessário levar em consideração fatores humanos também.

Como isso pode ser feito? Ouvindo os funcionários, reconhecendo o esforço deles, trabalhando a comunicação interna de maneira fluida e horizontal (líderes e subordinados) e incentivando o trabalho em equipe são alguns exemplos.

Promova a saúde com ações práticas

Comentamos sobre as doenças ocupacionais, que também são responsáveis pelo absenteísmo. Para evitá-las, a organização precisa incentivar a promoção da saúde dos colaboradores com práticas de ginásticas laborais. Os efeitos são muito positivos, principalmente no que diz respeito a doenças como Lesão por Esforço Repetitivo (LER).

Nutricionista na empresa, incentivo à prática de atividades físicas e palestras sobre temas importantes como estresse e depressão são práticas que também reduzem a incidência de doenças. Com isso, o índice de absenteísmo tende a cair. Outra vantagem é que as pessoas se sentirão valorizadas, contribuindo para a permanência delas na companhia.

Como vimos ao longo deste post, são várias as causas do absenteísmo e rotatividade de funcionários, mas essas questões podem ser combatidas com um setor de Gestão de Pessoas comprometido com suas funções, a exemplo de práticas para a manutenção do clima organizacional, organização dos processos, ouvir os funcionários, treinar a liderança e investir em políticas de qualidade de vida.

Se você gostou deste post sobre absenteísmo e rotatividade nas empresas, confira também este sobre Gestão de Pessoas!

A Kenoby é um software de recrutamento e seleção que está revolucionando o mercado de talent acquisition. Para saber mais, fale com um dos nossos especialistas!

No votes yet.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Turnover: Guia completo para reduzir a rotatividade de colaboradores
Turnover: Guia completo para reduzir a rotatividade de colaboradores

Turnover é um índice que calcula a rotatividade dos colaboradores, ou seja, a quantidade de profissionais que deixam uma empresa em determinado período e precisam ser substituídos. Hoje, é considerado  continue lendo »

Como evitar o turnover e quais os seus impactos nas empresas
Como evitar o turnover e quais os seus impactos nas empresas

Como evitar o turnover é a preocupação de todo profissional de RH. Além de processos seletivos bem estruturados, é preciso ficar atento à gestão do clima organizacional, remuneração e benefícios  continue lendo »

Quais são as estatísticas de turnover no Brasil e no mundo?
Quais são as estatísticas de turnover no Brasil e no mundo?

A rotatividade é um termo que pode parecer assustador aos donos de empresa, mas seu impacto afeta principalmente os gestores de Recursos Humanos que observam e calculam constantemente as estatísticas  continue lendo »

Quais são as principais consequências do turnover para a empresa?
Quais são as principais consequências do turnover para a empresa?

Dentre as consequências do turnover, a saída em excesso tende a criar um clima negativo, que favorece a existências de conflitos pessoais. Além disso, a comunicação é afetada e, por  continue lendo »

Entenda 5 custos do turnover para a sua empresa
Entenda 5 custos do turnover para a sua empresa

No basquete, o turnover representa a perda da bola para o time adversário. Já nos negócios, representa a saída de talentos do quadro de trabalho, fato que pode ser um  continue lendo »

Entenda como diminuir o turnover e ter mais resultados na empresa
Entenda como diminuir o turnover e ter mais resultados na empresa

O turnover é um dos principais indicadores de gestão de pessoas. Em resumo, aponta o percentual de profissionais que deixaram a empresa, de forma voluntária ou não, dentro de determinado  continue lendo »