Admissão de funcionários: passo a passo para formalizar a contratação

14 de maio de 2018
Kenoby

A admissão de funcionários é um processo fundamental para a corporação, pois ela é responsável por selecionar os melhores profissionais para a equipe. Assim, o desempenho da empresa depende desse importante conjunto de procedimentos. São várias etapas a serem cumpridas no recrutamento e seleção (R&S), cada uma contendo uma série de desafios.

Preparamos este post para você com um passo a passo para fazer a admissão de funcionários. Ficou interessado? Confira o nosso artigo e entenda mais sobre o tema!

Quais fatores indicam um bom processo de admissão de funcionários?

Para desenvolver um bom processo de admissão de funcionários, é importante ter atenção a alguns detalhes. É preciso definir bem a vaga e o perfil do profissional buscado. Esses parâmetros vão guiar você e a equipe de RH durante todo o processo seletivo.

Assim, nesse momento, você faz o delineamento do perfil ideal para a vaga, demarcando a capacidade técnica, ferramentas e experiências, padrão da equipe e as características que a cultura organizacional exige.

Outra medida necessária é organizar como será o processo seletivo, separando o que será realizado em cada fase, gerenciando a divisão de tarefas e definindo como as atividades vão ser desempenhadas. Quando os profissionais forem selecionados, você deve cuidar da documentação para regulamentar a situação do colaborador dentro da empresa.

Quais os benefícios de organizar bem um processo de admissão?

Há uma série de vantagens em organizar bem um processo de admissão de funcionários. Veja mais a seguir!

Melhoria no desempenho corporativo

Com a realização de boas admissões, a empresa pode contar com colaboradores qualificados e capazes de se adequar à cultura da organização. Esses profissionais vão desempenhar bem o seu trabalho e garantir melhores resultados para o empreendimento. Assim, a qualidade da produção melhora e a companhia tem resultados positivos nos negócios.

A melhoria no desempenho ocorre pela maior qualificação do trabalhador e também pela melhor adaptação do funcionário à organização. Dessa forma, toda a corporação é beneficiada.

Retenção de talentos

A alta rotatividade é muito temida pelos gestores, pois gera custos com verbas rescisórias, novas admissões e treinamentos para novatos. Além disso, ela é um indicador de que a empresa está com problemas. O processo de recrutamento e seleção pode estar com falhas, gerando contratações pouco duradouras.

Com um bom processo de admissão, você agrega para o time as pessoas que se adaptam melhor às exigências do cargo. Assim, a insatisfação com o emprego é evitada e você retém talentos no empreendimento.

Melhoria no clima organizacional

Com um bom recrutamento e seleção, é possível contratar profissionais que assimilam bem a cultura da empresa e sentem bem-estar dentro desse conjunto de práticas. Assim, os colaboradores ficam mais satisfeitos com o trabalho, o que estimula relacionamentos positivos entre os colegas.

Nesse contexto, os profissionais criam laços sólidos e desenvolvem uma postura mais cooperativa. Dessa forma, o clima organizacional no empreendimento é afetado de modo muito positivo.

Todos esses fatores contribuem muito também na Marca Empregadora. Se quiser aprender mais sobre esse tema, faça o download gratuito do Guia para Desenvolver a Marca Empregadora.

 

Como formalizar um processo de admissão de funcionários?

Agora que você já sabe o quanto é importante fazer uma boa admissão, confira o nosso passo a passo de como montar e formalizar um processo de contratação!

1. Faça a descrição do cargo

A descrição do cargo registra quais são as atividades que devem ser desempenhadas pelo trabalhador durante o expediente. Ela é fundamental no processo, pois é a partir desse documento que o gestor de RH vai saber quais características deve buscar nos candidatos. Ou seja, a descrição do cargo é utilizada para se desenhar o perfil ideal do funcionário, e essas referências são necessárias para o prosseguimento da admissão.

2. Realize a divulgação

A divulgação das vagas deve ser realizada em locais estratégicos, para atrair uma boa quantidade de candidatos próximos ao perfil ideal daquela função. Você pode utilizar avisos em faculdades, jornais, redes sociais e plataformas especializadas em recrutamento.

3. Organize as etapas da seleção

A seleção passa por várias atividades distintas. Após receber os currículos, é necessário realizar uma triagem, para escolher aqueles que atendem aos requisitos básicos da vaga (como experiência na área, formação, entre outros fatores).

Após selecionar os melhores currículos, faça entrevistas pelo telefone com os candidatos para confirmar algumas informações e verificar o interesse na vaga. Aqueles que passarem nessa etapa podem ser convocados para as outras fases, que são as provas objetivas de conhecimentos, provas situacionais, dinâmicas de grupo e as entrevistas presenciais com o profissional do RH. Os finalistas são convocados para a entrevista com o gestor e ele escolhe quem será contratado.

Ao longo do processo, é importante oferecer um feedback para todos os participantes, explicando com cuidado as razões da não aprovação e agradecendo pela participação.

4. Formalize a contratação

O profissional deve apresentar à empresa os seguintes documentos: CTPS, certificado de reservista ou prova de alistamento no serviço militar (para homens entre 18 e 45 anos), certidão de nascimento e de casamento, declaração de dependentes, atestado médico admissional, CPF, identidade, título eleitoral, comprovante de escolaridade, declaração para obtenção (ou não) do vale-transporte.

A contratação deve ser formalizada por meio de um documento, que é o registro do trabalhador. Ele deve conter o nome, data de nascimento, nome dos filhos (se houver), número e série da carteira de trabalho, naturalidade e nacionalidade, número do PIS/PASEP, data da contratação, cargo e função, remuneração, horário de trabalho, férias e, se houver, os acidentes e doenças.

Para o caso de recebimento de salário-família, se o funcionário tiver filhos com menos de 14 anos ou com idade superior a essa, mas que tenham algum tipo de invalidez, ele deve apresentar alguns documentos. Esses registros são as certidões de nascimento, cartão das crianças com menos de 6 anos, declaração de frequência escolar para os filhos que tenham entre 7 e 14 anos e o comprovante de invalidez, se for o caso.

A admissão de funcionários é um processo complexo e fundamental para garantir a produtividade no empreendimento. Com a escolha dos candidatos adequados, é possível montar uma equipe cooperativa e de alta performance, o que traz diversos resultados positivos para a companhia.

Para fazer uma boa seleção, é importante adotar os passos adequados, fazendo o desenho de cargo e delineando o perfil ideal de trabalhador para a vaga. Além disso, realize as etapas de entrevistas, dinâmicas e provas e dê a devolutiva para todos os participantes. Por fim, formalize a contratação por meio da documentação.

E então, gostou de saber como fazer uma boa admissão de funcionários? Confira também o nosso post sobre a jornada do candidato e se torne um expert no assunto!

 

Rating: 3.7/5. From 3 votes.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

O que é e o que faz o profissional de gente e gestão nas empresas?

Não se gerencia pessoas, se gerencia com pessoas. A diferença pode até ser sutil no papel, mas na prática não é. Por essa razão, nas empresas mais modernas, o termo  continue lendo »

Analista de Recrutamento e Seleção: o que faz, quanto ganha e mais!

Em todos os nossos posts, temos abordado a mudança do mercado em geral, mas, principalmente, a transformação que a área e o trabalho de profissionais como o Analista de Recrutamento  continue lendo »

Digitalização do RH: entenda o que é e qual a importância

Visando conquistar resultados cada vez melhores com cada vez menos processos, a evolução tecnológica atinge todos os setores das empresas. Com a área de recursos humanos não é diferente. A  continue lendo »

Diretor de RH: o que faz, quanto ganha e como se tornar um

Peça importante em uma organização, o diretor de RH é responsável pelo bom funcionamento do departamento de recursos humanos. Ele cuida dos funcionários, tanto no aspecto operacional (realização de funções)  continue lendo »

Remuneração variável: o que é e como funciona? Descubra!

A remuneração tradicional é um fator estratégico para atrair e reter talentos. Mas é necessário ter prudência: elevá-la pode prejudicar a rentabilidade da empresa. Por essa razão, vários empresários e  continue lendo »

Como fortalecer a cultura organizacional da minha empresa?

Saber como fortalecer a cultura organizacional é essencial a todo gestor que deseja estabelecer valores em sua empresa. Quando existe uma cultura sólida, todos entendem o que deve ser priorizado  continue lendo »