4 técnicas para buscar referências de candidatos

30 de julho de 2018
Kenoby

A busca por referências de candidatos pode ser o ponto-chave de uma boa contratação. Afinal, saber mais sobre o passado profissional de uma pessoa indica se ela está mesmo preparada para a função que vai desempenhar na nova empresa. E também traz informações mais consistentes sobre perfil, postura e comportamento em equipe.

De acordo com uma pesquisa feita pela consultoria internacional Randstad Professionals com executivos de RH de diversos segmentos da economia, quase 80% dos empregadores buscam referências anteriores para selecionar novos talentos.

Isso é uma das boas práticas que trazem bons resultados. De qualquer forma, existem diversos outros artifícios e técnicas a serem usadas. Se você quer aprender muito sobre novas tendências do Recrutamento e Seleção e ainda ter um certificado, matricule-se gratuitamente na Certificação em Recrutamento e Seleção.

 
Afinal, em tempos de turbulência econômica e corte de gastos nas empresas, ninguém quer perder tempo e dinheiro com uma contratação errada. Por isso, buscar referências além do currículo e da entrevista é muito importante. Vale, porém, também utilizar artifícios que podem melhorar ainda mais a assertividade do perfil no momento da entrevista. Para te ajudar nessa atividade, faça o download gratuito do Kit de Entrevista de Candidatos.

No processo de busca por referências, há algumas técnicas que podem facilitar o trabalho do recrutador e torná-lo ainda mais efetivo. Neste artigo, elencamos alguns dos principais métodos. Confira!

1. Faça perguntas inteligentes e estratégicas

A eficiência dos resultados da busca por referências de candidatos vai depender, em grande parte, das perguntas feitas aos contatos. Por isso, é fundamental que as questões sejam inteligentes e estratégicas, não vagas e generalistas.

Segundo um levantamento realizado pelo site de vagas Catho, é muito comum que os candidatos exagerem ou mintam na hora de montar um currículo, especialmente sobre suas competências e as atividades exercidas anteriormente. E como nem sempre isso é detectável na entrevista, esse é o momento de fazer uma verdadeira investigação.

Perguntas sobre desempenho, motivo do desligamento, atividades executadas, ética, cooperação, entre outras são fundamentais. Você pode, ainda, questionar sobre salário e benefício que o candidato recebia nos empregos anteriores.

2. Entre em contato com referências adicionais

Não contate apenas as referências que constam no currículo ou indicadas pelo candidato na entrevista. Vá além e converse com outros gestores e colegas das empresas por onde essa pessoa passou.

Hoje em dia, redes sociais são bons termômetros de personalidade. Então, é bastante comum que empregadores façam uma busca pelos candidatos em páginas como Facebook, Twitter e LinkedIn. Afinal, postagens, comentários e curtidas dão um bom resumo das preferências e afinidades de uma pessoa.

3. Separe um tempo na sua agenda

A busca por referências de candidatos não é um trabalho simples ou rápido. Dessa forma, para que tudo saia dentro do roteiro preparado, você precisa de dedicação. E dedicação, claro, requer disponibilidade.

Separe um tempo na sua agenda para selecionar as referências mais importantes e acioná-las. Ao conversarem por telefone, não se apresse. Lembre-se: ao deixar o contato livre para falar, informações relevantes podem surgir. Se a conversa for por e-mail, prepare um bom texto e leia as respostas com bastante atenção.

4. Planeje as suas ligações com antecedência

Como em todas as etapas de uma entrevista, na busca por referências de candidatos também é preciso planejamento. É difícil que um antigo chefe ou ex-colega se negue a dar referências sobre um candidato. No entanto, não aborde a pessoa de qualquer maneira. O ideal é enviar um e-mail marcando uma conversa por telefone. Se tiver urgência, ligue e deixe o contato estabelecer qual o melhor horário para o bate-papo.

A busca por referências de candidatos é um trabalho minucioso, que requer paciência e experiência do recrutador. Em um mercado competitivo — no qual é preciso fazer cada vez mais com menos — essa etapa da seleção pode fazer a diferença e garantir mais assertividade nas contratações.

Agora que você já conhece as principais técnicas para buscar referências de candidatos, fique por dentro de outros temas relacionados a recrutamento e seleção assinando a nossa newsletter.

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Indicadores de desempenho de RH: conheça os benefícios
Indicadores de desempenho de RH: conheça os benefícios

Toda organização é um organismo complexo. Há uma série de coisas acontecendo ao mesmo tempo e é preciso extrair ótimos resultados dos mínimos recursos. Nesse caso, contar com os benefícios  continue lendo »

Testes psicológicos: saiba o que são, os principais tipos e seus benefícios!
Testes psicológicos: saiba o que são, os principais tipos e seus benefícios!

Fazer uma contratação acertada não é tarefa fácil. É preciso identificar o profissional que, além das exigências técnicas, tenha características de comportamento condizentes com a cultura organizacional. Quer aproveitar o  continue lendo »

Descubra quando aplicar testes psicológicos em sua empresa
Descubra quando aplicar testes psicológicos em sua empresa

As empresas aderem cada vez mais a diferentes estratégias para acertar nas contratações, aumentando a probabilidade de escolher um candidato que tenha as competências técnicas e comportamentais necessárias para o  continue lendo »

Conheça os 3 principais tipos de testes psicológicos realizados
Conheça os 3 principais tipos de testes psicológicos realizados

Já faz algum tempo que as empresas concluíram que a avaliação de novos talentos não deve ser limitada à análise da qualificação e de experiências anteriores de um profissional. Por  continue lendo »

Conheça 4 exemplos de testes psicológicos e a sua importância
Conheça 4 exemplos de testes psicológicos e a sua importância

O teste de Administração do Tempo (ADT), o teste palográfico, o G-36 e o teste de Atenção Concentrada (AC) são apenas alguns dos exemplos de testes psicológicos que podem ser  continue lendo »

Como aplicar testes psicológicos? Descubra agora!
Como aplicar testes psicológicos? Descubra agora!

Saber como aplicar testes psicológicos é um dos primeiros passos para realizar boas contratações e facilitar a otimização de desempenho da sua equipe. Apesar de eles não terem eficácia garantida, são ótimos  continue lendo »