Entenda o que é a carreira em W e saiba suas vantagens

16 de fevereiro de 2018
Kenoby

A oferta de um plano de carreira, que possibilite o crescimento dos profissionais, é uma das estratégias mais eficazes para a retenção de talentos. Por muito tempo, esse plano ocorreu em Y, contudo, hoje, fala-se na carreira em W.

Há uma grande diferença entre os dois modelos de carreira, entretanto, poucos conteúdos disponíveis na internet abordam com qualidade o assunto. É preciso ter clareza sobre as peculiaridades, vantagens e como investir na carreira em W, um modelo mais inovador e atraente para as novas gerações.

Pensando nisso, criamos este artigo para você. Aqui, será possível entender o que é carreira em W, suas principais vantagens e em que, exatamente, se distingue da carreira em Y. Continue lendo e fique por dentro do assunto. Boa leitura!

O que é carreira em W na empresa?

Em primeiro lugar, é preciso lembrar o que é carreira em Y. Nesse modelo, um talento segue crescendo na empresa até que, em certo momento, deverá optar por um cargo gerencial — de liderança — ou de especialização — desenvolvendo seu conhecimento técnico em uma área específica da firma.

Por muito tempo, esse modelo predominou nas companhias. Assim, só existiam dois caminhos: liderança ou especialização. Isso, por vezes, deixava os talentos, que desejavam um pouco de cada, frustrados dentro na organização.

Como solução, nasceu a carreira em W — que consiste na junção de dois YY. Esse modelo prega a ideia de que há, sim, um terceiro caminho. Nesse caso, um profissional não precisa deixar de colocar a “mão na massa” para liderar um grupo de pessoas, isto é, assumir uma posição de comando na empresa.

Consiste em afirmar que um profissional pode ser multifuncional, assumindo posição de comando e, ao mesmo tempo, se desenvolver em certa área. Um ótimo exemplo é o gerente de projeto, profissional que assume o comando de equipes temporárias e, ainda assim, precisa ser um especialista em sua atividade.

Quais as vantagens da carreira em W?

Para que uma empresa tenha sucesso, precisa de profissionais completos, que entendam não apenas do seu departamento, mas tenham uma visão sistêmica do negócio. Assim, desenvolvem empatia e se comprometem com os resultados.

Profissionais com carreira em W atendem muito melhor a esse quesito. Eles sabem o que é ser técnico, assim como sabem o que é ser um líder. Geralmente, também têm experiências em outras áreas ou setores da organização. Tudo isso forma um profissional mais completo, capaz de atender demandas inesperadas.

É trabalho do recrutador identificar traços de perfil dos candidatos no momento do processo seletivo que já evidenciem qual tipo de carreira seguirá dentro da companhia – uma das duas da carreira em Y, ou na própria W.

Para te ajudar no momento da entrevista, preparamos um material muito eficiente e importante, que irá te proporcionar maior assertividade na avaliação durante esse processo. Faça o download gratuito do Kit para entrevista de candidatos.

Outra vantagem é o desenvolvimento de colaboradores multitarefa, que não está “preso” apenas a uma área. A carreira em Y informava que um profissional precisava ser apenas técnico ou apenas líder, eliminando a possibilidade de desenvolver, simultaneamente, ambas as competências.

Logo, um líder não tinha competência para executar na prática. Já os especialistas, quando necessário, não conseguiam conduzir outras pessoas ao alcance de resultados específicos — uma evidente desvantagem competitiva.

Por fim, é possível afirmar que empresas que permitem o desenvolvimento de carreira em W são mais eficazes em atrair e reter talentos. Elas disseminam que é possível evoluir, sem, necessariamente, deixar de se aprimorar no que faz.

Quais as principais diferenças entre os modelos de carreira?

Como já é possível observar, há muita diferença entre os dois modelos de carreira, porém, é preciso entender melhor suas peculiaridades. Somente assim, pode-se entender qual é melhor para a gestão de pessoas e empresa em geral.

Foco em uma atividade específica

A carreira em W parte da premissa de que um profissional pode ser realmente bom em diversas coisas, ainda que isso demande habilidades diversas. Assim, um analista de banco de dados pode, também, liderar outras pessoas.

A carreira em Y, por sua vez, afirma que é mais diligente focar em uma área específica, ou gerente ou especialista, não os dois. Logo, é preciso que o profissional escolha rapidamente o caminho no qual deseja prosseguir.

Desnivelamento da posição na empresa

Quando se opta pela carreira em W, é muito provável que o profissional esteja, em um momento, no comando e, em outro, obedecendo às ordens. Assim, não existe um alinha contínua, alguém que esteja constantemente dirigindo outros.

A carreira em Y é completamente oposta. Após definir o caminho a ser seguido, o profissional convive com essa decisão diariamente. Não há a possibilidade de um dia ser líder e outro, dependendo do projeto, ser um especialista liderado.

Perfil dos próprios profissionais

Na hora de definir o modelo de carreira, é muito importante pensar no perfil dos profissionais. Jovens talentos, especialmente da geração Y e Z (que estão entrando no mercado), são mais atraídos pela ideia de carreira em W.

Outras gerações, como a X ou os baby boomers, apreciam mais a estabilidade e possibilidade de seguir em um mesmo cargo dentro da empresa. Logo, a ideia de carreira em W, que pode ser inconstante, não parece tão atraente.

Como o profissional de RH deve atuar?

Por fim, é preciso entender como o profissional de RH deve atuar, especialmente na implementação do modelo de carreira em W.

O primeiro passo é conhecer a equipe de trabalho, avaliando se a nova ideia de carreira combina com o perfil dos profissionais. Como visto, diferentes gerações podem reagir de modo singular à ideia. Então, é sempre importante manter um diálogo aberto com o time, identificando o que funciona e o que não funciona.

Em seguida, é importante abandonar o plano de carreira tradicional — no qual o profissional segue sempre na mesma linha. A carreira em W deve permitir que os talentos tenham novas experiências, passem por novos cargos e assumam novos papéis na organização. Logo, podem ter uma visão mais holística.

Por último, precisa-se integrar esse pensamento à cultura organizacional. Mostre que não é preciso seguir a mesma carreira, muito menos decidir entre ser especialista ou líder. É possível ser os dois ao mesmo tempo, usando as habilidades e conhecimentos em proveito do empreendimento.

Como se pode ver, existem muitas vantagens na carreira em W. Uma das principais é a maior motivação da equipe de trabalho, permitindo que os talentos fiquem na empresa por mais tempo e entreguem melhores resultados.

Gostou do conteúdo? Aproveite para curtir nossa página no Facebook e ficar por dentro das nossas postagens. Vamos lá!

Rating: 4.5/5. From 2 votes.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

RH + Festa Junina/Julina: como aproveitar este período para integrar os colaboradores

Além de ser um dos eventos favoritos e mais esperados pelos brasileiros, as festas juninas são situações perfeitas para promover o engajamento e a interação entre os colaboradores enquanto melhora  continue lendo »

Como definir salários e benefícios dos colaboradores?

Salários e benefícios alinhados com o mercado de trabalho são importantes para atrair e reter talentos. Também é uma forma de estimular os colaboradores, garantindo uma melhor performance da equipe.  continue lendo »

Absenteísmo: como solucionar este grande problema?

Absenteísmo é o nome dado à prática de se abster do trabalho, ou melhor, estar afastado das atividades diárias. São diversas as causas para isso, como as faltas por doenças  continue lendo »

Gestão por competências: entenda a sua importância e como aplicar

A gestão por competências está cada vez mais presente nas organizações atuais. Os conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) dos colaboradores são fundamentais para tirar as estratégias do papel e, assim,  continue lendo »

Confira os 11 melhores cursos de RH para você fazer

Manter-se atualizado profissionalmente é importante em todos os setores. Com a internet e a facilidade para acessarmos conteúdos que temos nos dias de hoje, a importância de sempre buscar cursos  continue lendo »

Rescisão de contrato de trabalho: como funciona?

A rescisão de contrato de trabalho é um processo delicado, que envolve várias regulações e demanda muita cautela. Os profissionais responsáveis precisam zelar para que não ocorram problemas, como processos judiciais, pagamentos de  continue lendo »