Como melhorar o clima organizacional: aprenda em 8 dicas!

26 de fevereiro de 2019
Kenoby

Muitos profissionais de RH procuram informações sobre como melhorar o clima organizacional. Afinal, as interações ocorridas no ambiente de trabalho exercem uma forte influência sobre a motivação, o engajamento e a produtividade dos colaboradores.

Não à toa, por diversas vezes, quando o departamento passa por problemas em seus indicadores, como a rotatividade, absenteísmo e retenção de talentos, as causas podem estar relacionadas a sensações desagradáveis produzidas no trabalho.

Por isso, leia o conteúdo a seguir para entender o que é clima organizacional e conhecer 8 dicas para melhorar essa característica da empresa. Assim, os colaboradores terão uma convivência mais amena e entregarão mais valor para empresa. Vamos lá?

O que é clima organizacional?

Idalberto Chiavenato, autor de referência na área, em seu livro sobre gestão de pessoas, traz a seguinte definição de clima organizacional:

“O clima organizacional reflete como as pessoas interagem uma com as outras, com os clientes e fornecedores  internos e externos, bem como o grau de satisfação com o contexto que as cerca.”

O conceito está intimamente ligado à noção de ambiente de trabalho, bem como a sensação das pessoas inseridas nesse contexto. Se o meio é colaborativo, receptivo e agradável, o clima será bom; se é tóxico, alienante ou improdutivo, o ambiente será ruim.

Aproveite e baixe agora o nosso guia para criar uma marca empregadora!

E-book: Manual para desenvolver a Marca Empregadora




Quais são as suas principais características?

Antes de pensar em como melhorar o clima organizacional, precisamos entender as características de ambientes positivos e negativos. A partir de então, teremos a capacidade de fixar indicadores para medir os avanços nessa área. Veja os pontos principais.

Clima organizacional negativo

  • profissionais pouco receptivos;
  • conflitos constantes entre colaboradores;
  • baixo compartilhamento de informações;
  • comportamentos tóxicos no dia a dia;
  • deslealdade na competição interna;
  • insatisfação com as regras da empresa;
  • ambiente alienante.

Clima organizacional positivo

  • profissionais colaborativos;
  • conflitos pontuais e sem comprometimento dos resultados;
  • compartilhamento de informações e experiências;
  • comportamentos producentes no dia a dia;
  • satisfação com as normas organizacionais;
  • alinhamento de valores entre pessoas e organização.

Note que, embora possamos identificar uma série de outros exemplos, há uma razão por trás das características do clima organizacional: saber se os profissionais percebem a empresa como um bom local para se trabalhar, em termos de ambiente e relações pessoais.

Como melhorar o clima organizacional?

As estratégias para melhorar o clima organizacional encontram duas frentes de atuação: as causas de insatisfação e a percepção dos colaboradores. Isto é, não basta resolver os problemas relacionados ao ambiente de trabalho, é preciso garantir que todos percebam as mudanças. Confira 8 dicas essenciais, a seguir.

1. Realizar pesquisas de clima organizacional

Coletar dados para entender os sentimentos atuais dos colaboradores sobre o ambiente de trabalho, com o uso de questionários, entrevistas e outras metodologias científicas. A ideia é identificar as características do clima organizacional e definir gargalos que possam ser trabalhados pelo RH.

2. Criar programas de benefícios

Definir premiações associadas ao cumprimento de metas individuais ou coletivas, como bonificações financeiras, viagens de incentivo, oportunidades de qualificação profissional, ingressos para eventos e prática de esportes radicais.

3. Investir em comunicação interna

Estabelecer diretrizes e meios para comunicação entre empresa e colaborador com uma linguagem compatível com a cultura organizacional. A ideia é evitar ruídos que possam gerar conflitos e mal-estar, oferecendo informações claras e confiáveis.

4. Gerir a employee experience

Avaliar a experiência dos profissionais em todos os contatos com a empresa até o desligamento, identificando e corrigindo gargalos, como burocracia elevada, fatores de estresse e cobranças excessivas.

5. Cuidar do bem-estar dos profissionais

Desenvolver programas voltadas para prevenção de doenças, orientando os profissionais quanto aos comportamentos adequados para manter a saúde física e mental.

6. Planejar a sucessão de lideranças

Pensar a substituição dos profissionais à frente das equipes, sempre que a atuação dos líderes for nociva ao clima organizacional, por exemplo, quando o chefe adota posturas agressivas, desagregadoras ou injustas.

7. Coletar feedbacks

Utilizar reuniões, caixas de sugestão, entrevistas e outras ferramentas de feedback para entender as demandas dos colaboradores, identificando os pontos em que há maior insatisfação e recebendo opiniões sobre o que pode ser melhorado.

8. Recrutar com base no fit cultural

Fixar o alinhamento com as crenças e comportamentos consolidados na empresa como um dos critérios para selecionar candidatos. Assim, o profissional recrutado se incorporará mais naturalmente às equipes, evitando conflitos com a empresa e com os colegas.

Quais são os benefícios de melhorar o clima organizacional?

Os sentimentos dos colaboradores influenciam os resultados de Recursos Humanos, uma vez que a satisfação é um dos motivos para que ele permaneça na empresa e produza adequadamente. Veja as principais vantagens.

Reduzir a rotatividade

Ambiente ameno e interações agradáveis reforçam a vontade do profissional permanecer na equipe. Consequentemente, a necessidade de realizar trocas será minimizada, melhorando o indicador de turnover.

Aumentar a produtividade

Um bom clima organizacional promove o trabalho em equipe e a colaboração entre os profissionais. Assim, a tendência é que as pessoas se complementem e gerem mais valor para organização.

Igualmente, o ambiente ameno evita fatores prejudiciais ao desempenho, como o estresse, conflito e a insatisfação. Logo, existe uma forte tendência de crescimento da produtividade.

Criar uma marca empregadora

A empresa ficará mais próxima de concretizar o employer branding, ou seja, de ser vista pelos profissionais internos e externos como um bom lugar para se trabalhar. Logo, haverá um maior interesse em integrar os quadros da organização.

Proporcionar condições para inovação

O clima organizacional também é determinante para a receptividade de novas ideais. Isto é, não haverá uma pressão do grupo para coibir qualquer proposta que venha a afrontar as condições estabelecidas, ao contrário, abrirá mais espaço para a criatividade.

Reter talentos

O clima organizacional pode compor a oferta de valor e ser um motivo determinante para que um talento permaneça. Isso porque, como os profissionais mais qualificados são disputados no mercado, a proposta financeira pode ser insuficiente para mantê-los por um longo período.

Sendo assim, ao aplicar as dicas sobre como melhorar o clima organizacional, você agregará benefícios relevantes para melhorar o desempenho e tornar a empresa mais competitiva.

Se você gostou deste conteúdo, faça-o alcançar mais pessoas! Compartilhe o post nas suas redes sociais e leve esse conhecimento para os seus seguidores!

No votes yet.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Descubra 6 características da gestão por competências
Descubra 6 características da gestão por competências

Gerenciar pessoas na organização é um verdadeiro desafio. Os colaboradores têm suas qualidades e problemas, além de apresentarem conflitos entre si. Desenvolver uma estratégia que ajude a potencializar capacidades e  continue lendo »

Psicologia no RH: saiba como ela atua!
Psicologia no RH: saiba como ela atua!

A psicologia no RH atua principalmente para promover a qualidade de vida das pessoas no trabalho. Essa área de conhecimento é responsável por desenvolver ações estratégicas para organizações de todos  continue lendo »

RH e departamento pessoal: entenda de vez a diferença
RH e departamento pessoal: entenda de vez a diferença

Ainda é muito comum haver nas empresas profissionais, líderes e clientes que não compreendem a diferença entre os setores de RH e Departamento Pessoal. Essa dúvida é muito pertinente, pois  continue lendo »

Entenda 5 mitos da gestão de recursos humanos
Entenda 5 mitos da gestão de recursos humanos

A gestão de recursos humanos conquista um espaço cada vez maior, graças ao reconhecimento da sua importância para o crescimento da empresa. Ela dá aos líderes uma visão mais clara  continue lendo »

Dia do trabalho: História, Recrutamento e Recursos Humanos
Dia do trabalho: História, Recrutamento e Recursos Humanos

No dia 1º de maio é comemorado o dia mundial do trabalho, também conhecido como dia do trabalhador. No Brasil, a data é feriado, assim como diversas outras, como Tiradentes,  continue lendo »

Descubra o que é o departamento pessoal e quais as suas funções
Descubra o que é o departamento pessoal e quais as suas funções

O que é departamento pessoal (DP) é a resposta que todo profissional da área deve ter na ponta da língua. Afinal, as rotinas do setor contemplam atividades de extrema relevância para  continue lendo »