Conheça os 5 processos do RH que devem ser automatizados

12 de junho de 2018
Kenoby

Com o passar dos anos, o setor de Recursos Humanos vem acumulando funções cada vez mais complexas e abrangentes dentro da empresa. Desde o processo seletivo até o desligamento de colaboradores, os processos do RH desempenham um papel fundamental para as organizações.

Por isso, é imprescindível para o RH acompanhar as inovações tecnológicas e como elas podem otimizar seus processos. Por meio da automatização dessas tarefas é possível atingir diversos benefícios como: redução de custos, agilidade em procedimentos e mais tempo para os gestores se ocuparem com outras atividades.

Pensando nisso, separamos cinco processos que devem ser automatizados no setor de RH. Confira!

Contratações

Um dos maiores desafios do setor de RH é realizar contratações assertivas, ocupando posições da empresa com pessoas competentes e que sejam eficazes em seus cargos. Uma contratação ruim traz grandes prejuízos. Além de gerar gastos, um colaborador mal posicionado pode prejudicar todo o funcionamento de uma empresa.

A automatização de etapas do processo seletivo traz agilidade e benefícios no direcionamento da vaga. Além disso, com o uso da tecnologia é possível disponibilizar equipamentos e informações para os recém-contratados assim que realizada sua captação.

Uma vez com a equipe fechada, você ainda consegue usar sistemas para monitorar a movimentação do seu time, realocar os colaboradores dentro da planta e melhorar a gestão de staff.

Gestão de arquivos de colaboradores

Ao utilizar uma central do sistema de RH, o gestor consegue poupar tempo com registros cotidianos dos colaboradores. Assim, é possível que o líder se ocupe apenas com as anomalias identificadas no sistema e possa conferir dados com rapidez.

Isso pode ser aplicado a vários procedimentos que são padrão da empresa como a criação de autorizações, contratos e cadastros. As informações ainda ficarão à disponibilidade do gestor, economizando o tempo de preenchimento de dados.

Desligamentos

Da mesma maneira que a automatização facilita os processo de captação, ela também pode assessorar nos afastamentos e desligamentos de colaboradores.

A tecnologia pode otimizar procedimentos como a coleta e o processamento de documentos para o desligamento do funcionário e o recebimento de cartões de acesso e equipamentos.

Além disso, a exclusão e atualização de dados após a demissão também pode ser realizada pelo sistema.

Orientações e políticas da empresa

A comunicação interna de uma instituição também pode ser aprimorada de forma significativa. Pode-se criar, distribuir e acompanhar a recepção de notas informativas aos colaboradores.

Outro benefício alcançado é a eliminação de processos baseados em papéis, representando economia financeira e de tempo para a empresa.

Até mesmo treinamentos simples podem ser automatizados, auxiliando na propagação da cultura organizacional e dos valores da empresa.

Pagamentos

Os procedimentos ligados a execução dos pagamentos podem ser agilizados por meio de recursos automatizados. Ao comparar com o processamento manual dos pagamentos, a mecanização consegue minimizar a margem de falha humana.

O pagamento automático livra atrasos no recebimento do salário e pode ser realizado de acordo com parâmetros estabelecidos pelos gestores.

Realizada com competência e cautela, a automatização de processos do RH pode trazer imensas vantagens e ser determinante para o desenvolvimento da empresa. Gostou do artigo? Esclareceu como a automatização pode ser benéfica ao setor de RH? Continue acompanhando os artigos publicados, assine a newsletter e não deixe de adquirir nenhum conhecimento!

No votes yet.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Os 7 principais tipos de remuneração e como utilizá-los
Os 7 principais tipos de remuneração e como utilizá-los

Alguns dos principais tipos de remuneração, que nós abordamos ao longo do texto, são: Gratificação funcional; Participação acionária; Remuneração variável; Gratificação por habilidades; Premiações e comissões; Salário indireto e Participação  continue lendo »

Organograma funcional: o que é e como desenvolver
Organograma funcional: o que é e como desenvolver

O organograma funcional é uma figura que demonstra a organização dos colaboradores de uma empresa, indicando as responsabilidades e atividades de acordo com cada cargo. Como funciona este organograma, quais  continue lendo »

Psicologia Organizacional: tudo o que você precisa saber
Psicologia Organizacional: tudo o que você precisa saber

A psicologia organizacional é a vertente da psicologia responsável por desenvolver práticas estratégicas para negócios e empresas. Em um mercado cada vez mais disputado, as demandas de produção e lucro  continue lendo »

Tipos de organograma: entenda quais são e os diferentes perfis de cada uma
Tipos de organograma: entenda quais são e os diferentes perfis de cada uma

Existem diversos tipos de organograma, como o clássico, o horizontal e o vertical. Ele pode ser definido como uma representação visual da empresa, onde é possível visualizar e definir a  continue lendo »

Diversidade nas empresas: entenda como ela pode ajudar seu negócio
Diversidade nas empresas: entenda como ela pode ajudar seu negócio

Na área de Recursos Humanos sabemos que existem várias leis a serem cumpridas e uma delas se refere às cotas de admissão, que reservam uma determinada quantidade de vagas a  continue lendo »

Descubra 6 características da gestão por competências
Descubra 6 características da gestão por competências

Gerenciar pessoas na organização é um verdadeiro desafio. Os colaboradores têm suas qualidades e problemas, além de apresentarem conflitos entre si. Desenvolver uma estratégia que ajude a potencializar capacidades e  continue lendo »