Contratação de funcionários: quais as etapas de um processo seletivo?

14 de maio de 2018
Kenoby

A contratação de funcionários tem sofrido diversas mudanças nos últimos anos. É cada vez mais comum o uso de ferramentas digitais, o recrutamento online e a busca pelo alinhamento cultural, não apenas por conhecimentos e habilidades.

Essas e outras mudanças devem ser consideradas nas etapas de um processo seletivo, implementando-as sempre que possível e garantindo que o processo continue atual. Dessa maneira, fica mais fácil otimizar a aquisição de profissionais talentosos.

Lembrando que a automatização de processos é fator de sucesso para todo o mercado, e o R&S não é diferente. Para saber mais sobre esse tema, inscreva-se já no Mini Curso por e-mail sobre Automatização do R&S e receba aulas diárias sobre o tema.

Mini Curso por E-mail de Automatização do RH


 

No artigo de hoje, vamos destacar as principais etapas da contratação de funcionários, as novas tecnologias e como melhorar o processo seletivo. Logo, você poderá implementá-las em seu ambiente de trabalho. Continue a leitura e fique por dentro do tema!

Inovações no RH que afetam a contratação de funcionários

Sem qualquer dúvida, o RH é um dos setores que mais tem passado por mudança nos últimos anos, especialmente no que se refere à interação de ferramentas digitais. Sabe-se, por exemplo, que 82% das empresas consideram o RH digital como algo “importante” ou “muito importante”.

As inovações são diversas. O recrutamento e seleção (R&S) online é uma delas. Hoje, todo o processo de contratação pode ser feito a distância, com entrevistas em vídeo e dinâmicas por meio de softwares — eliminando a maior parte da demanda presencial.

Outro exemplo são os softwares de seleção, cada vez mais modernos. Com eles, é possível gerenciar diversas páginas de emprego de um único lugar, bem como centralizar a comunicação com os candidatos à vaga.

É preciso destacar, no entanto, que as inovações em RH não se restringem às novas tecnologias. O RH tem adquirido novos hábitos, como a contratação com base no fit cultural — isto é, o alinhamento entre os valores do candidato e da empresa, garantindo maior aderência ao novo cargo e equipe de trabalho.

Principais etapas do processo de recrutamento e seleção

Construção de uma marca empregadora

Essa não é necessariamente uma etapa do processo seletivo, mas é crucial para a atração e seleção de talentos, então será descrita no artigo. Ao construir uma marca empregadora, a empresa torna-se um ímã de gente acima da média.

Existem alguns passos para desenvolver a marca empregadora. Um dos principais é a construção de uma página de carreiras, o famoso “trabalhe conosco”. Assim será possível compartilhar mais da empresa, bem como atrair e reter talentos.

Correta descrição do cargo em aberto

Após receber e aprovar a requisição de pessoal, isto é, o documento formal que solicita o preenchimento de determinada vaga, é o momento de realizar a descrição do cargo em aberto. Assim, será possível ter maior alinhamento no R&S.

Para tanto, faça uma lista dos conhecimentos, habilidades e atitudes demandadas pelo cargo, bem como dos valores compartilhados na empresa. Esse será o “checklist” para contratar a pessoa certa, então é preciso fazer uma boa descrição do cargo.

Divulgação da vaga em aberto

Em um terceiro momento, será necessário veicular o cargo em aberto pelos mais diversos canais de comunicação. Nesse ponto, o processo de recrutamento efetivamente começa. O intuito é atrair o maior número de talentos possível.

Entre os canais digitais para veiculação de vagas, é possível destacar:

No intuito de atrair um grande número de talentos, é comum que o profissional de RH opte por mais de uma plataforma de divulgação da vaga em aberto. Para tanto, é importante contar com um software de seleção, pois ele centraliza todo o comando.

Triagem dos candidatos mais promissores

A próxima etapa refere-se ao processos de triagem, ou seja, a classificação dos currículos que possuem os pré-requisitos definidos na etapa de descrição do cargo. Logo, será possível manter apenas os candidatos mais promissores no R&S.

Aplicação de testes e dinâmicas para seleção

O próximo passo é a aplicação de testes, assim será possível identificar os candidatos que realmente são competentes e possuem aderência ao cargo. Existe um grande número de testes, sendo os principais:

A escolha do melhor pode variar bastante de acordo com o cargo, a empresa e o profissional de RH. Hoje, porém, é necessário considerar que a maioria dos testes pode ser aplicada online, agregando flexibilidade ao RH e ao candidato à vaga.

Realização de entrevistas semiestruturadas

A entrevista é um dos momentos mais importantes. Selecionador e candidato podem ficar frente a frente, mesmo que por meios digitais, para tirar as principais dúvidas e decidir sobre a contratação. Há três tipos de entrevista:

  • estruturada — com perguntas previamente elaboradas;
  • não estruturada — em que não há um roteiro de perguntas;
  • semiestruturada — um misto das duas primeiras.

O mais indicado é a realização de uma entrevista semiestruturada, com perguntas fixas e que garantam a isonomia entre os candidatos, bem como um tempo livre para que o selecionador pergunte o que quiser. Assim, é possível obter ótimos resultados.

Seleção do candidato e contratação

Finalmente, é o processo de seleção do candidato ideal. Aqui, é preciso lembrar que o RH tem função de staff ao longo do R&S, isto é, ele dá assistência para que o melhor candidato seja identificado e contratado. A decisão final, geralmente, é do superior imediato do cargo em aberto, não do profissional de RH.

A efetiva contratação do candidato, na maior parte das vezes, é de responsabilidade da área de Departamento Pessoal, que cuida das demandas mais burocráticas.

Dicas para melhorar o processo de contratação de funcionários

Algumas dicas podem ser úteis para extrair melhores resultados do R&S, como:

Agora você está por dentro do assunto. Use as etapas aqui citadas para fazer uma excelente contratação de funcionários. Logo, os melhores talentos farão parte do seu quadro de funcionários.

E então, gostou das nossas dicas? Temos o mais moderno software para o recrutamento e seleção de talentos. Entre em contato conosco!

No votes yet.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Games no recrutamento: como funciona e qual a sua importância?

Utilizar a gamificação no recrutamento e seleção de talentos é uma tendência cada vez mais forte que consiste no uso de mecânicas e práticas de jogos em ambientes corporativos. Tais  continue lendo »

Durante Semana do R&S, engajamento de gestores será debatido. Saiba mais sobre o assunto

Durante a semana do dia 16 de julho, a Kenoby, startup que fornece tecnologia para aumentar a assertividade da área de Recrutamento e Seleção por meio de um modelo SaaS  continue lendo »

Gamificação será um dos temas debatidos na Semana do Recrutamento e Seleção. Entenda!

Startup que atua no modelo Saas (Software as a Service), fornecendo tecnologia para aumentar a assertividade da área de R&S, a Kenoby irá realizar a Semana do Recrutamento e Seleção  continue lendo »

Saiba como a Semana do Recrutamento e Seleção irá abordar o tema “experiência do candidato”

A Kenoby, startup que atua no modelo Software as a Service (SaaS) por meio do fornecimento de tecnologia para aumentar a assertividade de área de Recrutamento e Seleção, irá realizar,  continue lendo »

Inteligência Artificial será tema da Semana do Recrutamento e Seleção. Saiba mais!

Entre os dias 16 e 20 de julho, a Kenoby, startup que atua no modelo SaaS (Software as a Service) fornecendo tecnologia para aumentar a assertividade da área de Recrutamento  continue lendo »

Marca empregadora: saiba como a Semana do R&S abordará este tema

A Kenoby, startup que atua no modelo SaaS (Software as a Service) fornecendo tecnologia para aumentar a assertividade de área de Recrutamento e Seleção, irá realizar, entre os dias 16  continue lendo »