Você sabe a diferença entre treinamento e desenvolvimento? Descubra aqui!

25 de fevereiro de 2019
Kenoby

Mesmo participando de vários processos de educação corporativa, as pessoas nem sempre sabem a real diferença entre treinamento e desenvolvimento. Esses procedimentos são promovidos para maximizar as capacidades da equipe e estimular a reciclagem de conhecimentos no meio empresarial.

Com essas estratégias, você pode contribuir com diversas alternativas para o negócio, ajudando os profissionais a ficarem mais habilitados para o desempenho de suas atividades, e ainda, promovendo melhorias na performance da equipe.

Quer entender mais sobre a diferença entre treinamento e desenvolvimento? Confira o nosso post e fique por dentro do assunto!

Qual a importância do treinamento e desenvolvimento?

Treinamento e desenvolvimento trazem uma série de benefícios para as organizações e para a sociedade. Eles ajudam no aprimoramento das habilidades dos colaboradores, estão associados ao aumento da qualidade das tarefas e permitem reduzir erros e problemas.

Com treinamento e desenvolvimento, há uma melhora no desempenho. Os processos são otimizados, porque a equipe fica muito mais informada e instrumentalizada. Os colaboradores, sejam eles antigos ou recém saídos do processo seletivo ganham agilidade e praticidade, desenvolvendo soluções adequadas para o negócio.

Além disso, esses programas de capacitação são importantes fatores de motivação e engajamento para os profissionais. Isso ocorre porque os trabalhadores percebem que a empresa acredita neles e está investindo concretamente no potencial que eles têm.

Investir em treinamento e desenvolvimento é um diferencial que pode funcionar para atrair novos talentos. Para saber mais sobre a atração de talentos, baixe agora nosso e-book sobre o assunto!

O que é treinamento?

O treinamento é um programa de educação corporativa desenvolvido para o aprimoramento de competências, habilidade e atitudes que estejam vinculadas à função que a pessoa exerce na organização.

Ele se caracteriza por ser um trabalho de curto prazo, que gera efeitos mais imediatos. O objetivo é que o profissional aprenda uma determinada habilidade para que possa ter um desempenho melhor no trabalho.

É um processo sistemático para a aquisição de competências que favoreçam as atividades no empreendimento.

O que é desenvolvimento?

O desenvolvimento é um processo de educação corporativa, realizado a longo prazo. O objetivo é promover o aprimoramento profissional, estimulando capacidades técnicas, comportamentais e humanas e, além disso, tornando o trabalhador cada vez mais valioso para o empreendimento.

Ele envolve a carreira, treinamentos, coaching e diversas outras estratégias. Esse programa é efetivado em blocos de tempo maiores e os resultados também aparecem depois de períodos longos de empreendimento de esforços.

Qual é a diferença entre treinamento e desenvolvimento?

Apesar de serem processos de educação corporativa, o treinamento e o desenvolvimento possuem muitas diferenças. O objetivo do treinamento é prover conhecimento para que o profissional possa adquirir habilidades para o seu cargo ou função, sendo realizado a curto prazo e com metas mais imediatas.

Além disso, o treinamento, necessariamente, surge a partir da identificação de uma necessidade, algum problema que precisa ser corrigido ou melhorado. Outro traço importante é que os treinamentos, no geral, são obrigatórios.

O desenvolvimento é um processo amplo e extenso, que tem como objetivo principal tornar o profissional cada vez mais valioso para a organização. Ele é realizado a longo prazo, trabalhando características que vão muito além do cargo.

Ele tem um caráter mais proativo e derivado de um olhar para o futuro. Você busca antecipar tendências, oportunidades, metas e demandas. Além disso, não é obrigatório.

Como identificar a necessidade de treinamento ou desenvolvimento na equipe?

Para identificar as necessidades de treinamento ou desenvolvimento do time, é necessário adotar alguns procedimentos de análise de equipe. Acompanhe a seguir e entenda mais sobre o assunto!

Avaliação 180 graus

avaliação 180 graus é um tipo de análise de desempenho realizada por meio de uma entrevista entre o gestor e o trabalhador. Há um roteiro predefinido com questões a serem abordadas, de forma a identificar as potencialidades e fraquezas do colaborador.

Com esse recurso, é possível mapear quais são os pontos em que os trabalhadores têm mais dificuldade. A partir disso, você desenvolve um programa de capacitação profissional para remediar as questões que forem mais recorrentes no processo de avaliação.

Modificações de processos e inserção de tecnologias

Sempre que a empresa insere uma tecnologia ou realiza alguma mudança, é preciso promover medidas para adaptar os profissionais a esse sistema novo. Pode ser a adoção de um software para recursos humanos, a implementação de uma nova máquina, o desenvolvimento de novas escalas de trabalho, a criação de novas normas, entre outras situações.

Para isso, é importante oferecer treinamentos que mostrem como lidar com o elemento novo. Esses procedimentos minimizam a ocorrência de erros e são uma forma de afirmar o compromisso da empresa com os funcionários.

Avaliação 360 graus

A avaliação 360 graus é um método de análise de desempenho, que se baseia em uma coleta de dados sobre a performance do colaborador a partir de várias fontes. Clientes, colegas, superiores e stakeholders podem ser informantes valiosos no processo.

Com esses dados, é possível identificar com mais precisão quais são as potencialidades e fraquezas dos trabalhadores. Assim, você consegue remediar os problemas identificados com mais facilidade. A desvantagem da avaliação 360 graus é que ela é mais demorada e trabalhosa.

Análise de relatório de desempenho

Os relatórios de desempenho são importantes para acompanhar os resultados da empresa. Mas eles também podem contribuir para identificar as necessidades de capacitação da equipe. Vendas e produção em baixa podem indicar problemas entre os colaboradores.

Para isso, é importante ter indicadores de desempenho, metas e métricas para se apoiar. Os desvios da norma podem dar abertura para a realização de treinamentos ou desenvolvimento.

Observação

A observação do cotidiano de trabalho também pode ser uma boa forma de levantar necessidades de capacitação. Condutas irregulares, absenteísmo, dificuldades em atendimentos, problemas com programas informatizados e outras questões podem ser percebidos por meio de observações criteriosas e atentas. Com isso, é possível promover alternativas para melhorar as questões encontradas.

Neste post, você pode aprender as principais diferenças entre treinamento e desenvolvimento. Agora você já sabe que ambos são processos de educação corporativa, mas que o treinamento está vinculado diretamente à aquisição de habilidades específicas para o cargo e é de curto prazo.

O desenvolvimento já é algo mais amplo, voltado para uma perspectiva de longo prazo e que se vincula ao amadurecimento profissional e pessoal, não estando diretamente ligado à função.

E então? Gostou de conhecer a diferença entre treinamento e desenvolvimento? Aproveite e siga a gente nas redes sociais! Estamos no Facebook e Linkedin!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

O que é e quais são os tipos de diversidade nas empresas?
O que é e quais são os tipos de diversidade nas empresas?

Os tipos de diversidade nas empresas é um tema que todo profissional de RH deve estar atento. Afinal, esse tema leva para as companhias importantes diferenciais competitivos, principalmente quando o  continue lendo »

Jornada de trabalho CLT: tire as suas dúvidas sobre o assunto
Jornada de trabalho CLT: tire as suas dúvidas sobre o assunto

Um dos principais ativos de uma empresa é o seu corpo de profissionais. Da mesma forma que existem regras que regulamentam os processos comerciais e até de produção, também existem  continue lendo »

Entenda o que é o onboarding e saiba como implementá-lo na sua empresa
Entenda o que é o onboarding e saiba como implementá-lo na sua empresa

O processo seletivo não termina com a assinatura do contrato. É importante acompanhar o novo funcionário durante os primeiros dias, solucionando dúvidas, apresentando a empresa e instruindo-o em relação às  continue lendo »

Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento
Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento

Muitos profissionais de RH buscam integrar a avaliação por competências às práticas dos departamentos em que atuam. Afinal, em diversas situações, a simples análise dos resultados não traduz a contribuição  continue lendo »

Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional
Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional

O coaching passou a atuar mais recentemente nas empresas como um importante suporte para a psicologia organizacional. A prática apoia o setor de Recursos Humanos principalmente na parte de treinamento ou  continue lendo »

Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente
Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente

A correta gestão de recursos humanos garante que o capital humano da empresa seja bem aproveitado, contribuindo para o sucesso dos negócios. Não por acaso, organizações com boas práticas de  continue lendo »