Qual a importância das dinâmicas de grupo no processo seletivo?

9 de Fevereiro de 2018
Kenoby

As dinâmicas de grupo são atividades quase sempre presentes ao longo do processo seletivo, porém, é preciso entender sua importância para o sucesso da contratação. Como essa prática, de fato, influencia na aquisição de talentos?

Além do que, deve-se compreender as diversas etapas para sua execução. O planejamento inicial, a coordenação dos candidatos participantes e a análise dos relatórios desenvolvidos, tudo contribui para a obtenção de melhores resultados.

Pensando nisso, criamos este post. Aqui você vai entender a importância das dinâmicas de grupo no processo seletivo, além de conhecer os principais passos para obter bons resultados. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

O verdadeiro objetivo das dinâmicas de grupo

Qual a razão de aplicar uma dinâmica de grupo? A resposta parece óbvia, porém, não é. O intento não é ver quem ganha ou perde a atividade proposta, muito pelo contrário. O objetivo é avaliar como cada um se comporta ao longo do processo.

Imagine que o exercício proposto é solucionar uma determinada questão, e isso deve ser feito em equipe. Logo, um assumirá o papel de líder, outro de analista, enquanto outro de interlocutor. Com isso, é possível avaliar como cada indivíduo se comporta em equipe, e se é ou não adequado para o cargo em aberto.

Além de tudo, é possível identificar se o indivíduo sabe trabalhar em conjunto. A verdade é que, na realização da dinâmica, muitos se isolam e tentam encontrar a solução do problema por conta própria, esquecendo-se dos seus companheiros.

Apesar de o objetivo ser conhecer verdadeiramente os participantes, existem muitos benefícios relacionados. Ao aplicar uma dinâmica, é possível deixar o ambiente da seleção mais leve ou encorajar os participantes nas etapas seguintes, por exemplo.

As dinâmicas de grupo são uma ótima forma de sair do convencional e diferenciar o seu processo seletivo. Para conhecer mais boas práticas do Recrutamento e Seleção, faça o download gratuito do Guia de Boas Práticas do R&S.

E-book: Guia de Boas Práticas de Recrutamento e Seleção


 

Os principais benefícios das dinâmicas de grupo

Ajuda a identificar o candidato ideal

O principal benefício, e objetivo central, é encontrar o melhor profissional para o cargo em aberto, analisando como cada um se comporta em equipe. É preciso considerar que todo trabalho, na empresa, é feito em conjunto. Somente unindo as habilidades e conhecimentos dos profissionais é possível alcançar as metas.

Como explicado, o uso da dinâmica desempenha papel ímpar na análise de como cada indivíduo se comporta em grupo. É certo que alguns possuem perfil mais dominante, enquanto outros, perfil colaborativo ou influente. No final, é possível detectar quem realmente tem aderência ao cargo e à equipe de trabalho.

Deixa o processo de seleção mais “leve”

O processo seletivo é um momento de tensão, em especial para os talentos que buscam uma colocação na empresa. Justamente por isso, muitos não conseguem demonstrar quem realmente são, escondendo-se atrás do nervosismo.

A aplicação da dinâmica permite que o ambiente fique mais leve e descontraído, propício para que os candidatos revelem quem realmente são. Assim, torna-se muito mais fácil conhecê-los além do que está escrito no currículo profissional.

Isso também é muito útil para o próprio candidato, que se sente mais tranquilo em participar das próximas etapas — como entrevistas, testes psicológicos ou de conhecimentos específicos. Resumindo, todos saem ganhando.

Elimina o clima de competitividade

O processo seletivo é, também, um momento de competitividade. Diversos profissionais estão lá em busca de uma única colocação. Isso pode passar uma impressão equivocada de alguns talentos, que ficam mais apreensivos que outros.

Ao longo da dinâmica de grupo, os próprios candidatos podem se conhecer melhor, criar empatia e até fazer networking. O trabalho em conjunto, obviamente, reduz a percepção de rivalidade, tornando o processo mais saudável e agradável.

É importante destacar que a dinâmica de grupo é uma prévia do que acontecerá dentro da empresa. Logo, dificilmente um candidato que não consegue se conectar a outros, gerando empatia, fará isso no ambiente de trabalho.

Engaja os candidatos ao longo da seleção

Não é difícil ver talentos que desistem do processo de seleção ao longo do caminho. Os motivos podem ser diversos, incluindo a insatisfação com o processo empregado e a má imagem transmitida pela organização.

Com boas dinâmicas, torna-se factível passar a imagem de uma empresa mais descontraída, com pessoas felizes e motivadas. Isso é realmente útil para manter os talentos engajados até o fim do processo, em que somente um será escolhido.

A perda de um candidato ao longo da seleção é um grande problema, afinal, uma série de esforços foram empregados para atraí-lo. Assim, sua perda é, também, perda de tempo, energia e capital financeiro investido.

Os principais itens para uma boa dinâmica

Defina o objetivo central da dinâmica

Estabeleça o objetivo central da atividade. Pode ser: avaliar a aptidão para liderança, a capacidade de análise de dados, a facilidade de comunicação, o potencial de influenciar outras pessoas etc. Assim, terá mais eficácia na aplicação.

A definição do objetivo também será útil para pesquisar a dinâmica mais adequada, visto que nem sempre é um processo fácil. Logo, quanto mais claro o objetivo, mais provável será a escolha de um processo realmente eficaz.

Fuja de dinâmicas já conhecidas

Em uma atividade já conhecida, é comum que alguns candidatos tenham vantagens sobre outros, afinal, já entendem o que deve ser feito. Logo, passam a impressão que possuem um desempenho superior, o que não é verdade.

Então é necessário evitar exercícios que já foram amplamente utilizados. Busque inovar, fazer algo diferente. Se não consegue criar dinâmicas próprias, então busque por fontes exclusivas ou de difícil acesso por outros selecionadores.

Anote e analise os resultados obtidos

Ao longo da dinâmica, aproveite para fazer anotações pertinentes ao processo seletivo, confiar apenas na memória pode ser um problema. Tome nota dos que mais se destacaram, quais habilidades foram identificadas e assim por diante.

Por fim, é o momento de analisar os resultados obtidos. As anotações devem ser relacionadas com o objetivo inicialmente definido, identificando os profissionais que mais se destacaram ao longo do processo.

Como se pode observar, as dinâmicas de grupo são realmente importantes. Elas ajudam a identificar talentos, tornam a seleção mais fluida, mitigam a competitividade e ajudam a engajar os participantes. Contudo, é preciso planejá-las eficazmente, definindo o objetivo e saindo do lugar-comum.

Gostou do conteúdo? Aproveite para assinar nossa newsletter. Assim, poderá acompanhar nossas publicações sobre gestão de pessoas. Vamos lá!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Banco de talentos: como construir um de sucesso?

Criado para auxiliar as empresas tanto na contratação quanto na retenção de pessoas, o banco de talentos é, hoje, uma das principais estratégias de RH para a gestão das áreas.  continue lendo »

Recrutador: 4 dicas para impulsionar sua carreira

O mundo nunca passou por um período de tanta facilidade de acesso às informações como nos dias de hoje. Enquanto o rádio demorou 38 anos para atingir uma audiência de  continue lendo »

O 3º Kenoby Talks trará o fundador e CEO da Mindsight, Thaylan Toth em sua lineup. Conheça mais sobre ele!

O também Head de RH da Stone já garantiu a presença na terceira edição do maior evento de recrutamento e seleção do Brasil para falar de um assunto muito popular  continue lendo »

Diversidade no ambiente de trabalho: Saiba o que o 3º Kenoby Talks trará sobre o tema

As diferenças estão cada vez mais presentes e só demonstram as riqueza e pluralidade cultural que temos no mundo e, principalmente no nosso país, Brasil. Nossa sociedade é altamente diversificada.  continue lendo »

Startup anuncia programação do maior evento de Recrutamento e Seleção do Brasil

3º Kenoby Talks acontece em setembro e deve reunir mais de 15 palestrantes e 1000 participantes em 10 horas de evento No dia 13 de setembro, no Centro de Eventos  continue lendo »

Processo de recrutamento e seleção: passo a passo para implantar

O processo de recrutamento e seleção é um passo a passo que deve ser seguido para otimizar a atração, triagem, seleção e contratação de novos colaboradores. Para isso, algumas etapas  continue lendo »