DISC: entenda o teste de perfil comportamental

27 de julho de 2017
Kenoby

Antever qual será o comportamento de um profissional quando ele for submetido a situações específicas é um importante subsídio nos processos de seleção, recrutamento e desenvolvimento de pessoas. E esse é um dos resultados desejados na aplicação do método DISC, um dos modelos de avaliação comportamental mais utilizados pelas empresas atualmente.

Mas você sabe exatamente como ele pode ser útil? É isso que vamos tentar explicar neste post. Confira!

Foco em perfis

O método DISC foi desenvolvido na década de 1920, pelo psicólogo americano William Moulton Marston, e apresentado no livro “As Emoções das Pessoas Normais”. Hoje, o DISC é, provavelmente, a ferramenta de análise de comportamento mais popular entre as empresas do mundo todo.

Seu ponto de partida é o entendimento de que todos os indivíduos têm capacidade para atingir o sucesso, desde identifiquem quais são as atividades mais adequadas ao seu perfil comportamental.

Ainda segundo a metodologia DISC, aqueles indivíduos que atuam em atividades relacionadas com seu perfil específico são mais produtivos e realizados. O método também não aponta perfis melhores ou piores — todos teriam a mesma capacidade de sucesso, desde estejam alinhados às tarefas adequadas.

DISC na prática

Ao ajudar a empresa a mapear traços comportamentais de seus colaboradores, o método DISC mostra-se muito eficiente para definir as atribuições ideais para que cada indivíduo obtenha um desempenho superior.

A ferramenta permite verificar quais fatores motivam o colaborador, os seus pontos fortes e quais suas possibilidades no que refere a comunicação ou capacidade de gestão, por exemplo.

Importante destacar que o método DISC não é uma ferramenta para se medir capacitação, inteligência ou experiência das pessoas. Ele verifica o seu comportamento e sua forma de reação quando confrontado com determinadas situações e ambientes.

Para o colaborador, o método DISC funciona, ainda, como uma poderosa ferramenta de autoconhecimento.

Pilares do DISC

O termo DISC remete aos quatro fatores que compõem a técnica criada por Marston para verificar o perfil comportamental dos indivíduos: Dominance (Dominância), Influence (Influência), Steadnisess (Estabilidade) e Conscientiousness (Conformidade).

Estes são os traços básicos de comportamento dos indivíduos, que se manifestam em cada pessoa em diferentes graus e que compõe a análise de comportamento:

  • Dominância: neste fator são analisadas as competências referentes a controle, poder e assertividade. Indica como a pessoa lida com desafios e problemas.
  • Influência: aqui o foco está na capacidade de comunicação e de relacionamento, aferindo como o avaliado lida com as demais pessoas e qual a sua capacidade de influenciá-las.
  • Estabilidade: paciência e persistência são as principais características evidenciadas por este fator. Ele permite aferir como a pessoa encara situações de mudança e de que forma adapta seu trabalho a elas.
  • Conformidade: como o indivíduo se comporta frente a normas e procedimentos é o que verifica este fator.

Não é a toa que o método DISC é tão popular entre as empresas para análise comportamental de seus colaboradores. Desenvolvida há quase 100 anos, ela ainda é uma das ferramentas mais práticas e eficientes para este tipo de uso.

E se você deseja saber mais sobre como recrutar, selecionar e desenvolver pessoas de forma prática e eficiente, assine nossa newsletter e acompanhe nosso conteúdo.

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Pedido de demissão: entenda como funciona o processo

Pedido de demissão é um tema que gera muita confusão, tanto para empregadores quanto para funcionários. Profissionais do RH devem estar atentos a todas as etapas do processo, desde a  continue lendo »

Os melhores indicadores de RH para o seu negócio

Trabalhar com indicadores de RH tornou-se algo indispensável para qualquer tipo de negócio. O motivo é bem simples e claro: As empresas e organizações dependem das pessoas para que a  continue lendo »

Aviso prévio: o que você precisa saber sobre o assunto?

As regras de aviso prévio são frequentemente aplicadas no cotidiano do setor de Recursos Humanos. Isso porque, querendo ou não, a demissão de funcionários faz parte da rotina do departamento.  continue lendo »

Artigo 473 da CLT: o que você precisa saber sobre as faltas justificadas

No contexto trabalhista, um dos assuntos que gera muita dúvida é o caso das faltas justificadas — regulamentadas pelo Artigo 473 da CLT. Isso acontece porque nem sempre os gestores  continue lendo »

Licença maternidade: tire todas as suas dúvidas aqui!

A licença maternidade é um direito legal que toda mulher possui, correspondente a um período de 120 a 180 dias remunerados. A licença garante a suspensão de seu contrato de  continue lendo »

Licença paternidade: conheça os direitos dos colaboradores da empresa

Conceder a licença paternidade, em tese, não deveria apresentar grandes dificuldades para o RH. Afinal, basta o conhecimento do prazo legal e do momento exato de seu início para que  continue lendo »