Entenda o que é o onboarding e saiba como implementá-lo na sua empresa

7 de outubro de 2019
Leandro

O processo seletivo não termina com a assinatura do contrato. É importante acompanhar o novo funcionário durante os primeiros dias, solucionando dúvidas, apresentando a empresa e instruindo-o em relação às atividades. Para alcançar um bom nível de capacitação, a organização deve saber como implementar o onboarding e entender os resultados que podem ser esperados com essa iniciativa.

Antes de continuar, aproveite para baixar o nosso guia completo para atração de talentos!

Quer entender melhor o que é esse processo, como introduzi-lo na sua organização e os benefícios que ele é capaz de promover? Continue a leitura!

O que é onboarding?

O processo de onboarding pode ser definido como um conjunto de ações que pretendem proporcionar a integração de novos funcionários na empresa. Essas ações promovem a socialização do colaborador, assim como o seu conhecimento das normas que regem a organização.

Trata-se de uma fase importante por facilitar a ambientação, combatendo assim o turnover nos primeiros meses. As orientações passadas ajudam o profissional a realizar o trabalho da maneira correta, diminuindo o tempo necessário para adaptação e aumentando a produtividade.

Qual a sua importância?

Encontrar e recrutar o talento ideal para a empresa já é um trabalho árduo. Embora o mercado de trabalho tenha muitos bons profissionais procurando uma nova oportunidade, há uma enorme dificuldade de encontrar pessoas que tragam os conhecimentos técnicos e as habilidades emocionais necessárias para ocupar o cargo.

Aliado a esse obstáculo, os três primeiros meses de contratação são cruciais para determinar a permanência do funcionário. Segundo matéria publicada na Você RH, as organizações perdem cerca de 40% dos colaboradores durante esse período.

Um processo de onboarding bem estruturado e aplicado pode aumentar o engajamento desses profissionais, diminuindo o número de desligamentos.

Como implementar o onboarding?

A implementação do onboarding requer que o RH pense em toda a estrutura interna e busque a melhor maneira de integrar o funcionário recém-contratado ao ambiente. Para isso, podem ser seguidas algumas etapas específicas, que listamos abaixo.

Tenha um objetivo claro

Antes de qualquer trabalho, é necessário definir as metas a serem alcançadas com o onboarding. O que a empresa deseja melhorar com esse processo? Alguns dos objetivos mais comuns são:

Monte um cronograma

Sabendo qual o objetivo do onboarding, é hora de planejar as atividades com a ajuda de um cronograma. É necessário definir o que será abordado ao longo do período, com espaço para a solução de dúvidas e imprevistos.

Pode ser determinado, por exemplo, que os dois primeiros dias são reservados para a apresentação dos vídeos sobre a empresa. Durante o resto da semana, há a apresentação da equipe e das expectativas em relação ao trabalho etc.

As atividades necessárias e o tempo para a realização de cada uma variam de acordo com o cargo e a abordagem da corporação.

Estabeleça KPIs

O funcionário precisa entender quais serão os métodos de avaliação do seu trabalho e os resultados que deve alcançar. Por isso, estabeleça e apresente as métricas que serão usadas para esse fim, deixando as metas bem claras. Essa definição é essencial para que haja um alinhamento do colaborador com os objetivos da empresa.

Aproveite a tecnologia

É comum que as empresas entreguem apostilas e grandes volumes em papel para as pessoas que começam a trabalhar, mas essa atitude é bem contraproducente. Há uma grande probabilidade de que o profissional não consiga ler todo o conteúdo e as informações sejam perdidas.

Que tal contar com recursos modernos e mais acessíveis para facilitar o processo? Um aplicativo ou sistema que possa ser acessado pelo celular, trazendo todas as informações necessárias, faz a diferença durante o onboarding e funciona como uma fonte rica de informações.

Acompanhe a execução

O processo de onboarding deve estar em atualização constante. Por isso, acompanhe a execução, cheque regularmente se a metodologia está funcionando, os feedbacks e resultados. Esse monitoramento ajuda a alinhar o processo e torná-lo mais proveitoso e engajador.

Quais benefícios o processo de onboarding proporciona?

Além de ajudar na retenção e na adaptação de novos funcionários, o onboarding afeta outros aspectos da empresa.

Contribui para a imagem da corporação

O esforço em receber bem o trabalhador e proporcionar as melhores condições para que ele comece as suas atividades no novo emprego agrega muito à imagem da empresa. As organizações que investem em um bom processo de onboarding demonstram preocupação em ambientar o funcionário e conseguem somar alguns pontos ao seu employer branding.

Ajuda na socialização

Especialmente para os mais tímidos, começar em um novo emprego pode ser um desafio. O onboarding ajuda na formação de laços já durante as primeiras semanas, o que faz toda a diferença na qualidade de vida dos colaboradores e na percepção do clima organizacional durante o vínculo com a empresa.

Aumenta o engajamento

Sentindo-se mais à vontade no novo trabalho, sabendo quais são as normas da empresa e o que deve ser feito, o funcionário tem uma motivação muito maior e consegue realizar as atividades de maneira engajada e atenta.

Melhora a produtividade

A produtividade de equipes que passam pelo onboarding melhora, pois o novo contratado entende em menos tempo as particularidades da empresa e consegue entregar os resultados de um veterano em algumas semanas.

As vantagens da estratégia também podem ser vistas entre os demais colaboradores, que não precisam parar o trabalho o tempo todo para solucionar dúvidas ou acompanhar o novo profissional.

Alinha as expectativas

O funcionário só conhece realmente a empresa depois de algumas semanas ou até meses. Nesse meio tempo, precisa ficar atento para compreender o que é esperado dele e como deve se portar.

Se a organização promover um onboarding consistente, ou seja, que fale da cultura e da história da empresa, mostre os objetivos a serem alcançados, bem como a conduta necessária, o novo colaborador pode focar mais a realização do trabalho em si, ciente do que exatamente precisa apresentar para atender aos anseios que a liderança tem sobre a sua performance.

Agora que você entendeu melhor o que é e como implementar o onboarding, vale a pena estruturar esse processo na sua empresa e colher todas essas vantagens.

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

O que é e quais são os tipos de diversidade nas empresas?
O que é e quais são os tipos de diversidade nas empresas?

Os tipos de diversidade nas empresas é um tema que todo profissional de RH deve estar atento. Afinal, esse tema leva para as companhias importantes diferenciais competitivos, principalmente quando o  continue lendo »

Jornada de trabalho CLT: tire as suas dúvidas sobre o assunto
Jornada de trabalho CLT: tire as suas dúvidas sobre o assunto

Um dos principais ativos de uma empresa é o seu corpo de profissionais. Da mesma forma que existem regras que regulamentam os processos comerciais e até de produção, também existem  continue lendo »

Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento
Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento

Muitos profissionais de RH buscam integrar a avaliação por competências às práticas dos departamentos em que atuam. Afinal, em diversas situações, a simples análise dos resultados não traduz a contribuição  continue lendo »

Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional
Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional

O coaching passou a atuar mais recentemente nas empresas como um importante suporte para a psicologia organizacional. A prática apoia o setor de Recursos Humanos principalmente na parte de treinamento ou  continue lendo »

Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente
Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente

A correta gestão de recursos humanos garante que o capital humano da empresa seja bem aproveitado, contribuindo para o sucesso dos negócios. Não por acaso, organizações com boas práticas de  continue lendo »

Recursos humanos e recrutamento: descubra 7 melhores práticas
Recursos humanos e recrutamento: descubra 7 melhores práticas

A gestão de recursos humanos é crucial aos negócios, pois permite direcionar pessoas com acerto. Pesquisas mostram que empresas com boas práticas de RH são 51% mais competitivas, em média.  continue lendo »