8 dicas para uma entrevista virtual de sucesso

18 de dezembro de 2015
Erica Carneiro

O mundo virtual está aí e já atingiu a esfera do recrutamento e seleção. Há diversas ferramentas úteis para a condução de uma entrevista virtual, mas há quem ainda acredite que uma conversa tête-a-tête é fundamental para a identificação de bons candidatos.

Processos de seleção à distância permitem que a empresa encontre candidatos em diversos locais fora de sua cidade, e muitos deles estão dispostos a mudar sua residência em busca de novas oportunidades.

Segundo dados do PGI, entrevistas online, que utilizam plataformas de videoconferência, estão se tornando cada vez mais populares.

Conheça alguns números:

  • 74% dos recrutadores afirmam que entrevistas por videoconferência facilitam seu trabalho.
  • 88% dos recrutadores afirmam que a videoconferência reduz custos.
  • 90% dos recrutadores afirmam que entrevistas em vídeo diminuem o tempo necessário para preencher uma vaga.
  • 66% dos candidatos preferem fazer uma etapa do processo por meio de videoconferência.

É sempre importante lembrar que entrevistas virtuais devem ser regidas pelas mesmas regras que uma entrevista pessoal, ou seja, se houver necessidade de gravação, é fundamental avisar ao candidato sobre essa ação.

Algumas plataformas como MeetingburnerFuze MeetingMeeting.gs e o Google Hangout, entre muitas outras, podem ser de grande auxílio neste momento. Conheça a seguir mais sobre a importância dessas plataformas e algumas dicas que poderão ajudá-lo no processo!

O conceito de entrevista virtual

A entrevista virtual é uma solução de conversa entre empresa e candidato, mesmo que esses estejam distantes. Existe um aparato técnico para a realizar, que consiste em tecnologias de vídeo para permitir a interação em tempo real, como destacamos no começo do texto.

O intuito é fazer contratações de qualidade, analisar os candidatos e, ao mesmo tempo, reduzir custos, visto que será preciso apenas um computador com boa conexão e a presença e expertise do recrutador.

Vale ressaltar que o método se diferencia do currículo em vídeo. Nesse último caso, o candidato relata as experiências profissionais por meio de uma gravação e não tem uma interação direta com o recrutador, o que é uma desvantagem.

Em contrapartida, a entrevista permite essa troca e uma análise das habilidades individuais do candidato. Além disso, é possível assistir à gravação, podendo assim tomar decisões e dar seu feedback com mais precisão e eficácia.

A importância desse tipo de entrevista

A entrevista é importante para dar mais segurança à empresa que deseja contratar um funcionário, permitindo que a mesma o conheça mais a fundo. No entanto, não é apenas essa a vantagem, existem algumas especificidades do método virtual que garantem mais competitividade à empresa.

Entre elas podemos destacar que a entrevista pode ser feita a qualquer dia e de qualquer lugar. Isso permite, por exemplo, recrutar talentos de outras cidades, estados e até países. Com isso, as chances de encontrar o profissional mais adequado ao cargo são bem maiores.

Outro benefício é que o processo costuma ser mais ágil, principalmente se a avaliação estiver pautada mais em aspectos técnicos.

Para os candidatos, a utilização da tecnologia também facilita o dia a dia, pois ele não terá que se deslocar até o espaço, podendo até mesmo usar seus dispositivos móveis para realizar a conversa.

Isso permitirá a eles a candidatura para cargos que se encaixem em seus perfis, mesmo que a oportunidade seja em outras localidades.

As dicas para conduzir uma entrevista à distância

1. Faça o agendamento

Assim como em uma entrevista pessoal, você deve marcar e agendar com o candidato um horário em que não tiver outros compromissos.

2. Reserve uma sala de reunião

Busque um local calmo e reservado, como uma sala de reunião, por exemplo, para conduzir a entrevista sem distrações, ruídos ou interrupções. O interessante é fazer uma reserva antes para garantir que poderá conduzir o processo com calma.

3. Utilize o vídeo, ele é importante

A videoconferência irá auxiliá-lo a ver como seu candidato se comporta e reage às perguntas. Na hora das respostas, também é possível perceber a linguagem corporal e, por vezes, identificar quando está mentindo ou aumentando algo.

Caso a plataforma comece a dar problemas e você não sinta mais necessidade de visualizar o candidato, não há mal nenhum em solicitar o desligamento da câmera e conduzir o restante por meio de áudio.

4. Fale com clareza

Lembre-se: você está na internet e nem sempre webcams possuem tecnologias de áudio avançadas. Evite constrangimento com seu candidato falando pausadamente e de modo claro. Mais uma vez, reforçamos a importância de conduzir seu processo numa sala de reunião ou local calmo e de pouca circulação de sua empresa.

5. Feche todas as janelas e programas desnecessários

Nada pior que ser incomodado durante uma entrevista, então, evite receber mensagens instantâneas por outras plataformas ou que sua navegação fique lenta, fechando todas as abas e programas que não serão utilizados durante o processo seletivo.

6. Observe o modo de vestir

Uma das dicas que serve para os candidatos e que o recrutador deve observar é a maneira como o profissional está vestido. Não é porque o candidato está no conforto de seu lar que poderá usar um pijama para a conversa.

Ele precisa estar com um vestuário mais formal e cabelos alinhados, pelo menos. Sem isso, o candidato passa uma imagem de desleixo e de certa despreocupação com relação à contratação.

7. Avalie a interação

Não é porque a entrevista será feita de maneira virtual que só o recrutador falará e que o candidato deve apenas responder às perguntas. Da mesma forma que acontece no encontro presencial, é necessário observar a postura do profissional em potencial.

Por isso, preste atenção à desenvoltura, veja como ele se porta e também fique atento em relação às respostas. Lembre-se de que, por ser virtual, o candidato poderá fazer uma “colinha”, mas não é esse o comportamento desejado, certo? Então fique atento ao desenrolar da conversa.

8. Veja a naturalidade dele

Se a todo o momento alguém grita com o candidato ou o interrompe, isso pode prejudicar bastante a conversa. Não é porque a entrevista será feita virtualmente que pode haver dispersão ou mesmo interrupções.

Ademais, analise também o comprometimento com horário e esses detalhes importantes, que refletem características do candidato sobre a sua postura em um ambiente de trabalho, como o da sua empresa.

O encontro marcado

Ora, em dado momento você deverá conhecer seu candidato pessoalmente. Assim, caso ele passe nas demais etapas do processo, convide-o para conhecer a empresa e para uma entrevista face to face a fim de determinar sua tomada de decisão.

Ao final do processo, não deixe de fornecer um feedback de qualidade a seus candidatos. Saiba mais sobre a importância desse processo clicando aqui.

Não tenha medo de utilizar a tecnologia e a entrevista virtual a seu favor e como forma de otimizar seu trabalho. Afinal de contas, elas estão aqui para isso! E já que o assunto é esse, não deixe de conferir como algumas organizações utilizaram a tecnologia e a criatividade para encontrar bons candidatos.

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Recrutamento e seleção a distância: entenda mais sobre isso

O recrutamento e seleção de funcionários é um momento de tensão para vários profissionais, sendo conhecido por ser bastante rígido e tradicional. Porém, até mesmo esse processo se rendeu aos  continue lendo »