6 exemplos de diversidade para promover nas empresas

19 de agosto de 2019
Kenoby

O termo diversidade tem sido tema de várias discussões nas redes sociais e em veículos de comunicação. As empresas também passaram a reconhecer a sua importância, onde podemos encontrar diversos exemplos de diversidade.

Afinal, no que consiste esse conceito e qual é a sua importância para a organização? Uma empresa com equipes heterogêneas consegue alcançar melhores resultados?

A resposta é sim, mas, neste post, vamos além ― queremos mostrar para você os impactos trazidos pela diversidade e mostrar 6 exemplos da sua aplicação em grandes empresas. 

Como vamos explicar detalhadamente mais para a frente, trabalhar a diversidade na sua empresa pode melhorar o seu employer branding, melhorando a atração de talentos do mercado. Para saber mais sobre o assunto, baixe o nosso manual para desenvolver a sua marca empregadora!

O que é diversidade?

A diversidade pode ser compreendida como a presença de pessoas das mais diversas origens, raças, formações, convicções religiosas, orientações sexuais, experiências, entre outros.

Em uma empresa que se pauta pela diversidade, encontramos as mais diferentes pessoas trabalhando e convivendo em um mesmo ambiente, respeitando as diferenças e empregando esforços em prol de um mesmo objetivo.

Qual a importância da diversidade nas empresas?

A diversidade em uma cultura organizacional proporciona diversos benefícios. O principal é a riqueza de pontos de vista dentro de um mesmo grupo. Equipes homogêneas são formadas por pessoas com formação e estilos de vida parecidos, o que estreita a capacidade de solução de problemas.

Quando uma corporação conta com pessoas de origens, formações e perspectivas diferentes, consegue olhares distintos para uma mesma questão. Tal capacidade é essencial para o desenvolvimento da empresa, afinal, a inovação é uma característica importante para as organizações que buscam o progresso.

O cruzamento de culturas e crenças diferentes leva ao desenvolvimento também dos profissionais de maneira individual, que, ao se exporem ao diferente, acabam repensando suas posições diante de várias questões e se permitindo novos pensamentos e ideias.

As empresas que apostam na diversidade conseguem, ainda, um valor maior em seu employer branding, conseguindo chamar a atenção dos talentos mais bem preparados do mercado para os seus processos de recrutamento e seleção, montando equipes bem treinadas e de alta performance.

Em contrapartida, corporações que não contam com a diversidade acabam sendo vistas como um problema, já que essa característica pode comprometer a sua atuação de maneira efetiva e afetar a competitividade.

Os números coletados pela McKinsey & Company comprovam: empresas com diversidade étnica e racial tem 35% mais chances de obter rendimentos acima da média. As organizações que promovem a diversidade de gênero aumentam suas chances de aumento de rendimento em 15%.

Nas empresas em que a diversidade é reconhecida, os funcionários experimentam um engajamento 17% maior, segundo dados da Harvard Business Review. Além disso, foi identificado que a existência de conflitos cai pela metade em organizações que prezam pela diversidade na formação do seu quadro de funcionários, o que aponta maior liberdade em locais com essa abordagem.

Quais exemplos de diversidade podemos promover nas empresas?

Selecionamos alguns cases de diversidade nas empresas que poderão inspirar você a promover mudanças na estrutura interna e na cultura organizacional.

1. PepsiCo

A PepsiCo tem iniciativas internacionais de promoção à diversidade, como a “He for She”, que determina que homens e mulheres tenham a mesma responsabilidade para alcançarem a equidade de gênero.

Mas a empresa não para por aí e coloca o assunto em prática: cerca de 40% da liderança sênior atual é composta por mulheres. Além disso, há o foco no incentivo de uma cultura organizacional plural, com destaque para as iniciativas de desenvolvimento das funcionárias. Existem outros programas similares na empresa voltados para os profissionais LGBT e millennials, assim como demais públicos distintos que compõem o quadro de colaboradores.

2. Grupo GPA

O Grupo GPA é dono de grandes marcas (como Pão de Açúcar, Assaí, Casas Bahia, Extra e Ponto Frio) e lançou, em 2015, a sua carta de compromisso com a diversidade. Dentre as suas iniciativas pontuais, está a qualificação profissional de pessoas com mais de 55 anos que, como resultado, trouxe cerca de 3400 funcionários da terceira idade.

Além disso, o programa Equidade de Gêneros, criado em 2014, analisa a presença feminina na empresa, com ações que incentivam a participação das mulheres em posições de liderança.

3. PwC

A PwC tem em seu presidente, Bob Moritz, o principal estimulador da diversidade na corporação. Quase metade das atividades filantrópicas promovidas pela organização estão relacionadas a ONGs diversas, como a Associação Nacional de Contadores Negros e a Inroads, que cuida do desenvolvimento e profissionalização de jovens desfavorecidos.

4. Ernst & Young

Na Ernst & Young existe a preocupação em prover uma infraestrutura que favoreça o desenvolvimento de pessoas de origem menos favorecida. A empresa promoveu o programa “Liderança Importa”, conduzido pelos profissionais mais jovens e pela equipe de inclusão da empresa.

5. Sodexo

A discussão sobre a diversidade surgiu em 2013 na empresa, e se pauta na organização de grupos heterogêneos para debater temas como universo gay, transexual e transgênero. Além disso, há uma preocupação constante com a presença da figura feminina dentro da corporação, como entender a sua atuação e suas dificuldades.

Na filial brasileira, algumas práticas foram adotadas seguindo as mudanças da empresa em outros países. No preenchimento da ficha cadastral, por exemplo, não é mais questionado o sexo do funcionário, e sim o gênero com o qual se identifica.

6. Johnson & Johnson

Todos os fornecedores e terceirizados da Johnson & Johnson precisam provar suas ações em prol da promoção da diversidade em suas políticas internas. Essas ações incluem empresas comandadas por veteranos ou pessoas LGBT, por exemplo.

Dos 13 executivos que ocupam cargos de direção na companhia, encontramos 3 negros, 3 mulheres e um latino.

Conhecendo um pouco mais sobre o tema e com esses 6 exemplos de diversidade em empresas, é possível entender porque se trata de algo tão importante. Mais do que isso, pensar em escolher pessoas diferentes das que você encontra atualmente em sua equipe na hora de contratar pode levar a sua organização a patamares mais altos, não só obtendo rendimentos mais favoráveis, como tornando-a um lugar mais interessante.

Se você realmente se interessou pelo assunto e quer tornar o seu ambiente de trabalho menos homogêneo, confira o post que preparamos com 7 passos para implementar a diversidade na sua empresa.

No votes yet.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento
Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento

Muitos profissionais de RH buscam integrar a avaliação por competências às práticas dos departamentos em que atuam. Afinal, em diversas situações, a simples análise dos resultados não traduz a contribuição  continue lendo »

Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional
Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional

O coaching passou a atuar mais recentemente nas empresas como um importante suporte para a psicologia organizacional. A prática apoia o setor de Recursos Humanos principalmente na parte de treinamento ou  continue lendo »

Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente
Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente

A correta gestão de recursos humanos garante que o capital humano da empresa seja bem aproveitado, contribuindo para o sucesso dos negócios. Não por acaso, organizações com boas práticas de  continue lendo »

Recursos humanos e recrutamento: descubra 7 melhores práticas
Recursos humanos e recrutamento: descubra 7 melhores práticas

A gestão de recursos humanos é crucial aos negócios, pois permite direcionar pessoas com acerto. Pesquisas mostram que empresas com boas práticas de RH são 51% mais competitivas, em média.  continue lendo »

Décimo terceiro salário: tudo o que você precisa saber!
Décimo terceiro salário: tudo o que você precisa saber!

Todo trabalhador brasileiro devidamente registrado por meio da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tem o direito de receber a Gratificação Natalina, popularmente conhecida como décimo terceiro salário. Para alguns,  continue lendo »

Descubra o que é o departamento pessoal e quais as suas funções
Descubra o que é o departamento pessoal e quais as suas funções

O que é departamento pessoal (DP) é a resposta que todo profissional da área deve ter na ponta da língua. Afinal, as rotinas do setor contemplam atividades de extrema relevância para  continue lendo »