Entenda a importância de fit cultural de candidatos e saiba identificar

18 de abril de 2018
Kenoby

O processo de recrutamento e seleção de pessoas é essencial para a integração de talentos, formação de equipes comprometidas e melhor desempenho da empresa. Há, no entanto, que se considerar o fit cultural de candidatos.

Nos dias atuais, não basta que eles apresentem os conhecimentos e habilidades adequados. É também crucial que tenham valores iguais ou próximos aos compartilhados pela empresa. Assim, é possível otimizar a relação de trabalho.

Reunimos uma série de informações sobre o assunto, além de destacar sua importância para a contratação de talentos. Hoje, você vai descobrir mais sobre o que é fit cultural, sua relevância e como aplicá-lo dentro do empreendimento. Continue a leitura!

Antes de começar, queremos te oferecer um material rico que irá te auxiliar a realizar entrevistas e analisar, entre outras coisas, o fit cultural. Baixe gratuitamente o Kit de entrevistas de candidato.

O que é fit cultural de candidatos?

O fit cultural refere-se ao alinhamento entre os valores de um profissional e aqueles disseminados dentro da empresa, isto é, a cultura organizacional. Quando empresa e candidatos pensam e agem de modo similar, há sinergia e potencial para crescer.

Imagine um profissional extremamente inovador em um ambiente de trabalho burocrático. Ou, ainda, um talento impulsivo no meio de uma equipe metódica e planejadora. Nesses casos, é muito difícil que exista a afinidade necessária ao sucesso.

No processo de seleção, sempre se falou na análise do CHA: conhecimentos, habilidades e atitudes. No caso do fit cultural, busca-se analisar outro fator: os valores. Logo, é possível entender se há uma relação adequada entre a cultura da empresa e do candidato.

Para que se contrate com base no fit cultural, não basta que o candidato tenha um currículo impecável. Por melhores que sejam seus conhecimentos e habilidades, sem os valores corretos, ele não conseguirá seguir e se adequar às políticas e hábitos da empresa.

Qual é a importância do fit cultural?

Há diversas vantagens em construir um processo de recrutamento e seleção com base no fit cultural de candidatos, porém, é possível classificá-las em três principais: assertividade na seleção, retenção de talentos e sinergia no trabalho. Entenda melhor a seguir:

Assertividade na seleção

A assertividade significa dizer que os profissionais corretos serão atraídos e contratados pela empresa. Nos dias atuais, em que 38% dos empregadores possuem dificuldades em contratar mão de obra qualificada, esse é um grande diferencial.

Retenção de talentos

Em seguida, está a retenção de talentos. Os profissionais adequados se sentirão mais bem encaixados na ideologia organizacional, logo, permanecerão por muito mais tempo. Por consequência, é possível reduzir significativamente os custos com a rotatividade de pessoas.

Sinergia no trabalho

Finalmente, há que se considerar a sinergia no trabalho. Ao contratar corretamente, os talentos individuais podem ser somados para criar uma equipe de alto desempenho, capaz de entregar resultados fora da curva e beneficiar o empreendimento.

Esses são apenas os benefícios primários; porém, existem muitos outros que poderiam ser considerados. Com os profissionais corretos, é provável que a empresa mantenha seu DNA em longo prazo, se destaque da concorrência e arquitete uma história bem-sucedida.

Como mensurar a cultura de um candidato?

A questão é: como saber se há alinhamento entre a cultura da empresa e dos candidatos? Afinal, esse é um aspecto abstrato e, nos primeiros contatos, difícil de mensurar.

Nesse caso, antigas táticas não possuem nenhum sentido. Não basta aplicar testes de raciocínio lógico, de conhecimentos gerais ou de proficiência em inglês: é necessário ir muito mais fundo. O recrutador deve conhecer metodologias específicas para análise do fit cultural de candidatos.

Além dos valores abraçados pelo candidato, é preciso considerar suas prioridades diárias, suas metas de vida e a forma como constrói relações interpessoais. Assim, pode-se ter uma visão mais sistêmica. Para tanto, algumas técnicas podem ser úteis:

Testes de perfil comportamental

Existem diversos testes criados para avaliar o perfil do candidato, geralmente classificando-o entre variáveis como: dominância, cautela, influência e estabilidade.

Esse é o método mais eficaz e eficiente, pois, através de testes online e aplicados à primeira instância, já sabemos com quem vai continuar, ou não, no processo seletivo. Pela régua que definimos bedeando-se nos resultados dos atuais colaboradores da nossa empresa.

Isso também pode ser feito através da Inteligência Artificial, o que otimiza muito mais esse processo.

• Você pode ler mais sobre isso no texto sobre a Inteligência Artificial no Recrutamento e Seleção

Entrevista comportamental

Aqui, é comum perguntar sobre situações pelas quais o candidato passou, por exemplo, em empregos anteriores, e como lidou com elas. Logo, fica mais fácil entender seu modelo comportamental.

Dinâmicas e jogos em grupo

É possível criar situações específicas e observar como o candidato se posiciona diante delas. Em meio ao estresse, por exemplo, atua como planejador, executor ou analista?

 

Pesquisa do OCP (Organizational Culture Profile)

Ainda é preciso que o recrutador tenha o mapeamento da cultura organizacional. Devem ser considerados aspectos como: orientação para pessoas, agressividade, estabilidade, inovação e orientação para os resultados. Desse modo, será possível decidir com maior diligência.

É possível aplicar uma ou todas essas técnicas no processo seletivo; contudo, é preciso garantir a qualidade da jornada do candidato. O uso de excessivas técnicas pode prejudicar a experiência do talento, fazendo-o desistir do processo seletivo.

O mais indicado é inserir essas metodologias dentro dos processos já existentes. Na entrevista tradicional, por exemplo, realize perguntas para avaliar o modelo comportamental do candidato. Assim, será possível mantê-lo engajado ao longo de toda a seleção.

Como identificar o fit cultural de candidatos?

Finalmente, é o momento de avaliar se há o fit cultural desejado e se o candidato pode ser efetivado na firma. Diferentemente de conhecimentos e habilidades, a cultura não pode ser facilmente modificada. Então, é preciso ter atenção dobrada ao assunto.

Uma dica muito importante para confirmar os testes, é envolver o superior imediato do cargo em aberto em diversas etapas da seleção, com entrevistas ou dinâmicas. Ele, melhor do que todos, saberá se o candidato possui aderência à equipe de trabalho e aos processos do setor.

No caso da contratação de novos líderes, é muito importante considerar sua orientação para pessoas ou para os processos (metas, objetivos, métricas etc.). Essa orientação deve estar alinhada ao que é compartilhado pelo próprio empreendimento.

A Natura cosméticos, por exemplo, possui uma forte orientação para as pessoas, enquanto a cervejaria Ambev é voltada para os processos. Não existe um certo ou errado, mas é preciso que os profissionais, especialmente os líderes, compartilhem entre eles a mesma orientação.

Como você pode observar, o fit cultural de candidatos é muito importante, garantindo a assertividade na contratação, retenção de talentos e sinergia da equipe. Há uma série de metodologias que podem ser usadas. A definição da mais adequada pode variar de acordo com a urgência do cargo em aberto, know-how do selecionador e orçamento disponível.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para compartilhar suas experiências, dúvidas ou sugestões sobre o assunto. Deixe seu comentário!

Rating: 4.8/5. From 5 votes.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Como a avaliação por competências pode auxiliar no processo de R&S?

A avaliação por competências se tornou mais uma ferramenta estratégica do RH. Isso porque as lideranças das empresas já perceberam que, para conquistar resultados diferenciados, precisam estar atentas às pessoas.  continue lendo »

Recrutamento preditivo: como ele pode fazer a diferença?

Na corrida pela contratação dos melhores talentos disponíveis no mercado de trabalho, as empresas investem cada vez mais em novas estratégias capazes de identificar e atrair os candidatos adequados. Uma  continue lendo »

Inteligência Artificial no recrutamento e seleção: Como aplicar?

As condições sociais, culturais, econômicas e organizacionais são aspectos fundamentais na prática de recursos humanos. Com a globalização e o aumento do acesso à internet, surgiram práticas de gestão que  continue lendo »

Machine learning no recrutamento e seleção: Como funciona?

O grupo de pesquisa TI global IDC prevê que, até 2020, aproximadamente US$ 47 bilhões da receita mundial do mercado de soluções cognitivas serão empregados com machine learning (aprendizado de máquina) e inteligência  continue lendo »

Saiba como medir a estabilidade de um software de Recrutamento e Seleção

A tecnologia evolui, dia após dia, para auxiliar nas tarefas cotidianas tanto de empresas quanto de pessoas. Mas isso, de nada adianta se os softwares e serviços utilizados não forem  continue lendo »

Após recorde de vendas, 3º Kenoby Talks libera mais 200 ingressos para o maior evento de R&S do Brasil

Com a proposta de fomentar a troca de novas tendências e o networking, o Kenoby Talks chega em sua terceira edição e se consolida como o maior evento de Recrutamento  continue lendo »