Entenda a função do RH e descubra como esse setor funciona

1 de dezembro de 2018
Kenoby

Entender a função do RH é essencial para extrair o máximo de desempenho do setor e alcançar seus benefícios. Entre suas principais funções, estão a criação de políticas de retenção e de recrutamento de gente talentosa e a avaliação de desempenho.

Gerenciando bem o capital humano, dá para se obter uma série de vantagens e melhorar os indicadores-chave de desempenho. É possível, por exemplo, reduzir custos com demissão, criar uma cultura sólida, reter talentos e ainda se destacar no mercado.

Neste artigo, destacamos as principais funções do RH, explicando detalhadamente o seu funcionamento. Vai deixar de conferir?

Elaboração do código de conduta

É comum que existam conflitos na empresa por falta de alinhamento. Por exemplo, um colaborador pode ir sem uniforme no final de semana por entender que não há problema, mas deixar seu superior imediato insatisfeito por isso.

Assim, é função do RH  criar um código de conduta. Isto é, um conjunto de políticas que indicam o que é bem-vindo na empresa e o que deve ser deixado de lado, mostrando quais são as melhores e as piores práticas.

Diferentemente do que se imagina, o código de conduta não precisa ser um documento extenso e nem burocrático. Deve tratar de pontos críticos e ter linguagem acessível a todos os colaboradores, dos líderes aos operários. Assim, todos podem ficar alinhados.

Seleção com base no fit cultural

Recrutar, triar e contratar gente competente é outra importantíssima função do RH. Esse setor deve estar bem-estruturado para aplicar os mais modernos testes de seleção, bem como usar tecnologias de ponta para encontrar candidatos adequados para a empresa, utilizando as HR techs.

Mas é preciso lembrar: o gestor de RH deve ir além das competências técnicas. Não adianta só olhar para a formação ou experiências anteriores do candidato, é preciso considerar também seu perfil comportamental (crenças, hábitos, valores, prioridades etc.).

A seleção com foco no alinhamento de valores entre a empresa e o candidato é chamada de Fit Cultural. Não adianta contratar um profissional técnico que não tenha aderência à cultura do negócio ou equipe de trabalho. Em médio prazo, seu desligamento é certo.

Elaboração de estratégias de gestão de pessoas

A gestão de pessoas necessita ser cada vez mais estratégica, isto é, contar com um objetivo claro e com um plano de ação que facilite o alcance dos resultados. Só assim conseguirá atingir o nível de eficiência operacional necessário para a competitividade.

Para tanto, o primeiro passo é definir um objetivo desafiador (e, claro, que esteja alinhado aos interesses do negócio em médio e longo prazo). Se o intuito da empresa é dobrar seus lucros em médio prazo, o objetivo do RH pode estar associado à redução de turnover (e, portanto, de gastos com desligamento) ou à eliminação de retrabalho.

Um segundo passo é fragmentar esse objetivo em resultados menores e de curto prazo, criando uma espécie de passo a passo para o sucesso. Isso pode ser feito com a ajuda da técnica OKR (do inglês: objectives and key results).

Aprimoramento da comunicação interna

Por vezes, a comunicação com os funcionários é deixada em segundo plano e até mesmo esquecida — um equívoco! Uma das principais funções da gestão de pessoas é conectar os funcionários, o que só pode ser feito com uma comunicação fluida e funcional.

A melhoria da comunicação interna gera bem-estar, mitiga conflitos interpessoais e erros decorrentes da falta de diálogo. Assim, contribui com a criação de equipes de alta performance, em que todos compartilham da mesma visão.

Existem muitos métodos para melhorar o diálogo dentro da organização. Um deles consiste em integrar todos os canais de comunicação — murais, aplicativos mobile, redes sociais etc. Também é preciso envolver toda a liderança, em especial o CEO, em torno do assunto.

Integração de funcionários recém-contratados

Selecionar gente talentosa é só o primeiro passo, também é preciso garantir que o recém-contratado se sinta parte do time e entregue ótimos resultados. Para tanto, o RH deve ter um processo de integração bem-estruturado, com início, meio e fim.

Cabe a cada empresa definir o melhor processo de integração, mas é comum que se inicie apresentando um pouco mais da empresa. Nesse caso, falar de sua história, dos fundadores, do propósito do trabalho e valores subjacentes é um ótimo começo.

Outra técnica que pode ajudar é o team building. Consiste no uso de dinâmicas (geralmente, fora da empresa) para promover maior integração entre os funcionários e dar “asas” ao espírito de equipe. Dessa maneira, os recém-contratados se sentirão parte da família.

Criação de programas de liderança

Sem bons líderes, os profissionais de base dificilmente serão bem gerenciados. São os líderes que dão vida às políticas de recursos humanos, bem como fazem a gestão de pessoas no dia a dia. Por essa razão, eles devem estar treinados e alinhados com os valores do negócio.

Nesse caso, é função do RH criar programas de desenvolvimento de liderança para garantir que todos os gestores de médio e alto escalão falem a mesma “língua” e direcionem seus subordinados com o máximo de acerto. Logo, todo o empreendimento é beneficiado.

É comum que os programas de desenvolvimento sejam baseados na análise do perfil comportamental do líder, avaliando seu grau de dominância, cautela e influência. Depois, é natural a aplicação de treinamentos para o crescimento do líder.

Monitoramento de indicadores-chave de desempenho

Mais do que nunca, o RH deve monitorar seus resultados, avaliar o que não está de acordo com o desejado e investir na eliminação de “gargalos”. Para tanto, se faz necessário conhecer os indicadores-chave de desempenho do setor.

Aproveite e baixe agora a nossa apresentação mensal de indicadores de RH!

Em resumo, um indicador é uma espécie de termômetro que diz o que está indo bem e o que está precisando de ajustes. E tudo isso é função  do RH. Na gestão de pessoas, alguns dos principais são:

  • nível de faltas e atrasos do time;
  • taxa de turnover;
  • percentual de produtividade diária;
  • satisfação dos funcionários;
  • número de reclamação dos clientes;
  • total de pessoas da equipe treinadas.

É recomendado estabelecer um conjunto de indicadores alinhados com os objetivos gerais da empresa, assim você saberá quanto o RH tem contribuído com o sucesso do negócio.

São muitas as funções do RH, e neste post destacamos apenas algumas. Grosso modo, esse setor é responsável por garantir o êxito do negócio por meio de gente motivada, qualificada e comprometida com os resultados.

Agora que você entende a função do RH dentro da empresa, compartilhe este artigo em suas redes sociais para que mais pessoas saibam como promover as melhores práticas de gestão de pessoas. Vamos lá!

No votes yet.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

Kit - Entrevista de Candidatos

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Recursos Humanos: TUDO o que você precisa saber sobre o RH

A área de Recursos Humanos, ou RH, como é conhecido o setor responsável pela gestão de pessoas, é um conjunto de técnicas e práticas realizadas pelos profissionais que atuam com  continue lendo »

Analista de Recrutamento e Seleção: o que faz, quanto ganha e mais!

Em todos os nossos posts, temos abordado a mudança do mercado em geral, mas, principalmente, a transformação que a área e o trabalho de profissionais como o Analista de Recrutamento  continue lendo »

Eventos de RH: conheça os principais que acontecem no Brasil

Impulsionados pelo 3º Kenoby Talks, os eventos de RH estão se popularizando ao longo dos anos no país. Não atoa, essa é uma área cada vez mais procurada pelos profissionais  continue lendo »

Áreas do RH: você sabe como todas funcionam e se organizam?

Há muito tempo, a função do RH em uma empresa deixou de tratar apenas de questões como frequência, pontualidade e pagamento dos colaboradores. Nas últimas décadas, a maioria das organizações  continue lendo »

RH 3.0: Entenda o novo RH e como implementá-lo

A área de RH é uma das que mais mudou nas últimas décadas  — de um setor estritamente operacional para outro estratégico e repleto de novas tecnologias, hoje convenientemente chamado de  continue lendo »

Digitalização do RH: entenda o que é e qual a importância

Visando conquistar resultados cada vez melhores com cada vez menos processos, a evolução tecnológica atinge todos os setores das empresas. Com a área de recursos humanos não é diferente. A  continue lendo »