Gerente de RH: o que faz, quanto ganha e mais!

1 de Fevereiro de 2018
Kenoby

Atuar como Gerente de RH, hoje em dia, vai muito além de administrar a carreira dos profissionais nas empresas. É necessário estar atento aos negócios da companhia e, ao mesmo tempo, inserir os funcionários nessa estratégia.

Por estar em uma alta posição de liderança, o Gerente de RH desempenha um papel cada vez mais determinante no sucesso das empresas porque tem como foco a qualidade e o desenvolvimento corporativos.

Abaixo, listamos itens importantes sobre o perfil do cargo de Gerente de RH.

Por que contratar um Gerente de RH?

Porque o Gerente de RH tem uma paixão por pessoas. Ele zela por todos os funcionários de uma empresa. Sua atuação faz com que diversas atividades sejam realizadas para obter o melhor de cada colaborador.

É um dos únicos cargos gerenciais que se relaciona com todos da empresa. Um excelente Gerente de RH não só recruta como retém os melhores talentos para a empresa — o que reduz o turnover e aumenta a produtividade e o engajamento dos profissionais.

Qual a qualificação necessária para um Gerente de RH?

  • Graduação em Psicologia, Administração ou áreas afins;
  • Pós-graduação em gestão de pessoas, de negócios ou liderança;
  • Experiência na área de RH com desenvolvimento de pessoas, treinamentos, seleção e planos de remuneração;
  • Certificação em Recrutamento e Seleção;
  • Habilidade para trabalhar com novas tecnologias.

O que faz um Gerente de RH?

  • participa do recrutamento dos profissionais mais estratégicos da companhia;
  • implanta ações de recrutamento e seleção;
  • gerencia e treinar profissionais, sempre pensando em uma empresa mais forte;
  • desenvolve — se necessário — planejar e gerenciar o plano de cargos e salários;
  • supervisiona o plano de carreira dos colaboradores;
  • conduz a avaliação de desempenho;
  • coordena a pesquisa de melhoria de clima;
  • gerencia a folha de pagamento;
  • estipula benefícios;
  • define políticas e procedimentos de gestão de pessoas;
  • controla o orçamento da área;
  • comanda a contratação de fornecedores do setor;
  • reduz custos sempre que possível, sem comprometer a qualidade e excelência dos trabalhos.

Quais as habilidades que um Gerente de RH deve ter?

  • Liderança: com ela, o profissional consegue mobilizar a sua equipe em prol dos objetivos da empresa. Tudo, claro, usando a sua habilidade discursiva e adquirindo o respeito e admiração dos seus colegas.
  • Acessibilidade: o Gerente de RH precisa ter uma política das portas abertas. O seu espaço de trabalho deve ser um local onde todos os seus liderados, e demais profissionais da empresa, tenham circulação e a possibilidade de dialogar para expor suas ideias e críticas.
  • Delegação de tarefas: ao escolher o profissional ideal para a realização de cada atividade, o Gerente de RH deixa de realizar tarefas operacionais e demonstra que não tem um perfil centralizador. Com isso, ganha tempo para dar andamento para tarefas mais estratégicas para a empresa e ainda mantém a equipe motivada.
  • Visão privilegiada: um Gerente de RH necessita ter uma visão ampla de todos os objetivos e metas da corporação que trabalha. Dessa forma, ele tem mais recursos para trazer mais retorno.

Quanto ganha um Gerente de RH?

  •  Nas pequenas/médias companhias a remuneração varia entre R$ 8,5 mil e R$ 15 mil.
  • Já em grandes organizações, a média salarial está na faixa de R$ 17 mil.

Em síntese, agora que você conhece mais detalhes da rotina de um Gerente de RH, atente para o fato de que esse profissional deve sempre investir em pessoas. Além de uma remuneração privilegiada, ele deve ser estratégico, inovador e desenvolver profissionais.


Template para descrição de vaga

Estamos procurando por um(a) Gerente de RH para controlar o recrutamento e retenção dos melhores talentos para a empresa, reduzindo o turnover e aumentando a produtividade e o engajamento dos profissionais.

RESPONSABILIDADES:

  • Participar do recrutamento dos profissionais mais estratégicos da companhia;
  • Implantar ações de recrutamento e seleção;
  • Gerenciar e treinar profissionais, sempre pensando em uma empresa mais forte;
  • Desenvolver — se necessário — planejar e gerenciar o plano de cargos e salários;
  • Supervisionar o plano de carreira dos colaboradores;
  • Conduzir a avaliação de desempenho;
  • Coordenar a pesquisa de melhoria de clima;
  • Gerenciar a folha de pagamento;
  • Estipular benefícios;
  • Definir políticas e procedimentos de gestão de pessoas;
  • Controlar o orçamento da área;
  • Comandar a contratação de fornecedores do setor;
  • Reduzir custos sempre que possível, sem comprometer a qualidade e excelência dos trabalhos.

REQUISITOS:

  • Graduação em Psicologia, Administração ou áreas afins;
  • Pós-graduação em gestão de pessoas, de negócios ou liderança;
  • Experiência na área de RH com desenvolvimento de pessoas, treinamentos, seleção e planos de remuneração;
  • Certificação em Recrutamento e Seleção;
  • Habilidade para trabalhar com novas tecnologias.

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Férias coletivas: entenda como funciona e a sua regulamentação!

Férias coletivas podem gerar dúvidas nos profissionais de RH, principalmente em relação ao cumprimento das regras previstas na CLT. Além disso, nem sempre, todos os trabalhadores preenchem os requisitos necessários para os  continue lendo »

Você sabe o que é dissídio? Entenda como funciona e como é calculado

Dissídio é uma palavra bastante comum no ambiente empresarial, mas esse termo pode ser motivo de grande dor de cabeça para os gestores de recursos humanos, caso eles não tenham  continue lendo »

Adicional noturno: entenda as principais regras e como calcular

Você sabe quais as principais regras sobre o adicional noturno? Esse pagamento levanta diversas dúvidas no setor de recursos humanos. Afinal, o conhecimento da legislação é fundamental para entender seu  continue lendo »

Aviso prévio: o que você precisa saber sobre o assunto?

As regras de aviso prévio são frequentemente aplicadas no cotidiano do setor de Recursos Humanos. Isso porque, querendo ou não, a demissão de funcionários faz parte da rotina do departamento.  continue lendo »

Pedido de demissão: entenda como funciona o processo

O pedido de demissão é um tema que gera muita confusão, tanto para empregadores quanto para funcionários. Profissionais de RH devem estar atentos a todas as etapas do processo, desde a carta de  continue lendo »

Pró-labore: saiba qual a diferença entre ele e o salário

Pró-labore e salário são termos muitas vezes confundidos, mas que têm significados diferentes no contexto de uma empresa. Um está direcionado aos sócios-administradores do negócio, enquanto o outro está relacionado  continue lendo »