A influência do tempo na Gestão de Recrutamento e Seleção

7 de outubro de 2016
Erica Carneiro

E foi dada a largada para mais um dia de trabalho! Enfrentar o trânsito caótico das grandes metrópoles brasileiras – afinal para alguns, até mesmo chegar à empresa é uma verdadeira saga -, chegar ao escritório e dar início às rotinas do departamento de Recrutamento e Seleção e RH: desenvolver e gerenciar planos de carreira, analisar estratégias institucionais, elaborar planos táticos e operacionais de recrutamento, seleção, avaliação e treinamento de pessoal e ainda manter a moral da equipe elevada – ou melhor de todas as equipes – por meio de ações de comunicação interna, entre outras…

Pensando nisso, resolvemos fazer uma breve análise da atual situação dos departamentos de recrutamento e seleção e suas atuais estruturas de modo a identificar a falha no processo de RH, propor uma solução e evidenciar seus benefícios de forma clara e simples.

O Problema: As tarefas são muitas e falta tempo

Não há sombra de dúvidas que o departamento de RH é um dos mais requisitados das empresas – ainda que por vezes pouco valorizado, sofrendo pressões não apenas internas, mas também de outras áreas que cobram por resultados e processos de recrutamento e seleção mais ágeis, porém, com tantas demandas estratégicas e operacionais é praticamente impossível que os processos não sofram engargalamento constante. Se para empresas de pequeno porte o método atual já impacta em seus resultados, imagine em empresas com mais de 5000 funcionários?!

Ora, com tantas demandas operacionais é evidente que alguma atividade será preterida e, atualmente, costuma ser o processo mais importante para o recrutamento de bons colaboradores, ou seja, a estratégia e a análise de perfis. Sem a primeira você não atrai bons candidatos e sem a segunda – muitas vezes devido à pressão de áreas externas – você pode não fazer a melhor escolha.

A Solução: Otimizando o tempo de Recrutamento e Seleção

Grandes empresas já perceberam que uma das maiores dores do departamento de RH e seus recrutadores é a falta de tempo, que impacta diretamente em seus resultados. A solução de muitas corporações, nacionais e internacionais, foi o investimento em novas ferramentas tecnológicas, que diminuem significativamente o tempo gasto por recrutadores com tarefas operacionais.

Softwares de Recrutamento e Seleção são verdadeiros aliados do gestor de RH, pois permitem que o profissional de recrutamento e seleção use a plataforma de modo a:

  • Automatizar e centralizar suas postagens de vagas;
  • Reduzir o tempo de divulgação das vagas nos diversos sites e plataformas de recrutamento;
  • Filtrar e fazer a triagem de candidatos de acordo com um perfil pré-estabelecido pelo recrutador;
  • Organizar e simplificar os processos de contratação;
  • Reduzir  custos com demissões que poderiam ser evitadas com um processo seletivo mais inteligente.

Gestão de Gente 2.0 – A nova Era do Recrutamento e Seleção

Com o fim das tarefas operacionais, sua equipe pode otimizar seu tempo focando seu trabalho em análises, desempenhos, resultados e estratégias. Além disso, você também poderá investir no que realmente importa: no desenvolvimento dos atuais colaboradores e na gestão estratégica de recursos humanos. Liberte-se do velho modelo, com suas planilhas, e-mails infindáveis e processos lentos e burocráticos. Entre para a nova Era de Recrutamento e trabalhe com toda a motivação de quem sabe que pode, verdadeiramente, cumprir sua missão de forma eficiente, inteligente e eficaz!

Veja como o Kenoby reduz, no mínimo, 35% do tempo de trabalho de um recrutador.

Baixe nosso material

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Aviso prévio: o que você precisa saber sobre o assunto?

As regras de aviso prévio são frequentemente aplicadas no cotidiano do setor de Recursos Humanos. Isso porque, querendo ou não, a demissão de funcionários faz parte da rotina do departamento.  continue lendo »

Artigo 473 da CLT: o que você precisa saber sobre as faltas justificadas

No contexto trabalhista, um dos assuntos que gera muita dúvida é o caso das faltas justificadas — regulamentadas pelo Artigo 473 da CLT. Isso acontece porque nem sempre os gestores  continue lendo »

Licença maternidade: tire todas as suas dúvidas aqui!

A licença maternidade é um direito legal que toda mulher possui, correspondente a um período de 120 a 180 dias remunerados. A licença garante a suspensão de seu contrato de  continue lendo »

Licença paternidade: conheça os direitos dos colaboradores da empresa

Conceder a licença paternidade, em tese, não deveria apresentar grandes dificuldades para o RH. Afinal, basta o conhecimento do prazo legal e do momento exato de seu início para que  continue lendo »

Adicional de periculosidade: você sabe o que é? Confira!

Você sabe quem tem direito a receber o adicional de periculosidade e como este valor deve ser calculado? No Brasil, há toda uma legislação regulamentando essa compensação devida aos trabalhadores  continue lendo »

Licença nojo: entenda o que é e quem tem direito a ela

A legislação trabalhista permite que o colaborador se ausente por alguns dias sem que o período seja descontado de seu salário. É o que acontece, por exemplo, em casos de  continue lendo »