Integração na empresa: a importância no trabalho dos funcionários

27 de julho de 2018
Kenoby

A integração na empresa é um processo realizado pelas organizações para inserir os novos funcionários no ambiente de trabalho e também para engajar os colaboradores antigos a buscarem a qualidade em todos os procedimentos.

A integração tem como finalidade reforçar, com os funcionários, a importância de trabalhar em equipe e somar as forças existentes para conquistar resultados satisfatórios e o crescimento da organização.

A ação da empresa deve acontecer a partir do primeiro dia de trabalho dos funcionários para que eles se sintam parte da equipe desde o primeiro momento — e para facilitar a adaptação dos colaboradores. Cada companhia adota uma maneira diferente de integração e o aconselhável é planejar de acordo com o perfil de seus funcionários e conforme a cultura da empresa.

Apesar das diferentes maneiras, quando realizado corretamente, o processo de integração na empresa traz os mesmos resultados. Você sabe quais são eles? Entende quais são os principais passos para a integração? Continue a leitura e descubra!

A importância da integração na empresa

O processo de integração é de suma importância, já que, por meio dele, o novo contratado pode se sentir realmente parte da empresa e produzir muito mais. Além disso, a equipe de trabalho pode atuar com maior sinergia, aumentando o sucesso no que é feito. Confira, agora, os principais benefícios correlacionados à integração de novos talentos!

Aumento da produtividade da equipe

Quando a empresa investe em programas de integração de funcionários, ela passa a contar com o clima organizacional favorável ao crescimento, ao bom relacionamento entre companheiros de trabalho e com funcionários direcionados em busca de um objetivo maior, que são os resultados da organização.

A partir do momento em que os colaboradores estão bem gerenciados e com ações efetivas, a equipe melhora sua produtividade consideravelmente.

Redução do absenteísmo

A integração da equipe no ambiente de trabalho aumenta a motivação dos colaboradores e faz com que a jornada se torne mais prazerosa. Consequentemente, os funcionários se sentem mais satisfeitos dentro da empresa e com a atividade que desempenham na organização.

Como se sabe, as justificativas que são atribuídas às faltas dos colaboradores no trabalho são diversas e nem sempre são justificativas plausíveis. Quando a empresa investe na integração da equipe de trabalho, ela faz com que o colaborador valorize os relacionamentos e a organização e busque retribuir esse investimento por meio do bom desempenho e da assiduidade.

Mitigação da evasão de talentos

Equipes bem formadas e integradas tendem a se fortalecer em vez de se desfazerem. Quando o funcionário tem um bom relacionamento com a empresa e com seus companheiros de trabalho, dificilmente, ele buscará outro emprego, pois não quer perder o que já conquistou.

Melhora do clima organizacional

A integração na empresa permite que os funcionários se conheçam melhor e descubram o perfil de cada um, fortalecendo a comunicação entre os colaboradores e diminuindo a possibilidade de surgirem ruídos. Esses ruídos prejudicam o ambiente de trabalho e os resultados da organização e podem afetar diretamente os índices da empresa, como absenteísmo, turnover e produtividade.

Melhora da imagem da empresa

Uma equipe integrada é uma equipe mais feliz e mais produtiva. Essa motivação reflete diretamente nos resultados da empresa e na qualidade de atendimento ao público. Quando os funcionários estão felizes, eles são capazes de transmitir essa felicidade para seus clientes e isso cria uma percepção de que a empresa é um bom lugar para trabalhar.

Para ler mais sobre esse tema, faça o download gratuito do Manual para Desenvolver a Marca Empregadora.

Ajuda ao desenvolvimento do colaborador

Os gestores de equipe buscam conhecer os diferentes perfis de funcionários existentes na organização para conseguir se comunicar com todos de maneira eficiente e atender as necessidades individuais. Essas necessidades envolvem os objetivos profissionais e a expectativa de cada um em relação à organização.

Dessa maneira, torna-se possível planejar as ações de crescimento dos colaboradores e planos de carreira compatíveis com as habilidades e pretensões individuais, resultando, assim, no desenvolvimento e na motivação dos profissionais.

Os principais passos para a integração na empresa

Como todo processo, a integração tem início, meio e fim. É importantíssimo que o profissional de RH tenha essas etapas bem estabelecidas, delineadas com um plano de ação, para que se alcance maior eficiência operacional e qualidade na integração.

Crie um plano de ação para a integração

O plano de ação é um documento que apresenta algumas respostas básicas ao gestor, como o que deve ser feito, como e até quando. Muitas vezes, esse plano é criado com base na ferramenta 5W2H, um acrônimo de 7 palavras do inglês, que são:

  • 5 W (What: o que será feito?; why: por que será feito?; where: onde será feito?; when: quando?; who: por quem será feito?);
  • 2H (How: como será feito?; how much: quanto vai custar?).

Faça essas perguntas-chave para o seu plano de integração, certificando-se de que tem todas as respostas possíveis. Dessa maneira, poderá ter máxima eficiência operacional, além de estar bem preparado para imprevistos que possam acontecer no processo.

Apresente toda a empresa ao recém-contratado

Outra etapa importante é apresentar toda a empresa ao novo contratado, o que pode ser feito pelo profissional de RH, pelo líder imediato ou por algum colega de trabalho. Assim, o novo talento pode conhecer melhor seu local de trabalho e se sentir em “casa”.

O interessante é apresentar toda a empresa, mesmo que algumas áreas de modo mais superficial. Invista mais tempo na apresentação das áreas que o contratado terá mais contato. Se for um vendedor, por exemplo, o salão de vendas e a área de faturamento.

Como em algumas áreas o profissional deverá usar roupas específicas ou equipamentos de segurança individual, a exemplo da área de expedição ou produção, o interessante é avisar do tour com antecedência e deixar claro quais são as roupas e equipamentos necessários.

Elimine qualquer dúvida existente

Mesmo após a seleção, momento no qual a empresa e os candidatos estão se conhecendo, ainda existem muitas dúvidas da parte do profissional que devem ser respondidas. Quando o trabalho começa? Qual o salário? Quais as tarefas?

Por essa razão, o mais indicado é separar um tempo ao longo da integração para eliminar toda e qualquer dúvida do novo contratado, deixando-o esclarecido para fazer parte do time e desempenhar suas tarefas com qualidade. Assim, todos são beneficiados.

Fale como tudo começou

Quem não gosta de uma boa história, não é mesmo? Aproveite para mostrar ao talento como a empresa começou e os desafios e aprendizados ao longo dos anos da companhia. Conte essa história de modo atraente, objetivo e coeso.

Para facilitar a comunicação e a aprendizagem, evite prender-se aos números e datas específicos, que são elementos difíceis de lembrar e que tornam a história mais densa. Fale sobre as ameaças, sobre os fundadores e as principais estratégias usadas para vencer.

Para ajudar na narrativa, aproveite para mostrar fotos e vídeos. Se possível, apresente depoimentos dos atuais funcionários, mostrando como são felizes em participar da empresa. Deixe a criatividade surgir, crie uma boa história e conte-a.

Explique a missão, a visão e os valores da empresa

A declaração de missão, visão e valores (MVV) não serve apenas para impressionar os clientes finais — ela também é útil para alinhar os profissionais, incluindo os recém-contratados. Então, separe um tempo para apresentar a declaração de MVV da empresa.

No entanto, lembre-se de que não basta falar, é preciso mostrar como isso está sendo feito. Por exemplo, se a missão da empresa é ajudar a salvar o mundo e gerar lucro com isso, deixe claro como tal ação está sendo executada. Do contrário, a declaração terá pouco impacto.

Se a empresa ainda não tem a declaração de MVV, aproveite para criá-la com a ajuda de outros gestores. Desse modo, poderá apresentar a declaração na integração e mostrar ao novo contratado o que é prioridade para o negócio e seus atuais colaboradores.

Invista em eventos de integração de todo o time

Algumas vezes, a integração deve ser pensada em uma escala maior, envolvendo todo o time de trabalho. Sim, o profissional recém-contratado é a prioridade, mas a integração de todos é uma demanda latente e que pode ser suprida por meio de eventos específicos.

Qual foi a última vez que você realizou atividades ao ar livre com a equipe de trabalho, despertando, nela e nos recém-contratados, um espírito de união e motivação?

Há muitos eventos que podem ser usados para isso, como o happy hour após o expediente ou a prática de esportes aos finais de semana. Alguns gestores até apostam em aventuras maiores, como arvorismo, canoagem ou rally de desafios.

O papel do líder imediato no processo de integração

Para finalizar o artigo, é preciso destacar o papel do líder imediato no processo de integração. Ele é o principal responsável por gerenciar o seu time, bem como tornar a experiência do novo contratado agradável, então, é preciso envolvê-lo ao máximo.

Quando o líder imediato está envolvido, é possível construir um bom relacionamento líder-liderado desde o princípio. E mais, torna-se mais fácil integrar o contratado aos valores específicos da sua nova equipe, o que resulta em maior aderência na empresa.

Pode até parecer um processo complexo, mas não é. O líder imediato pode estar envolvido nas mais diversas etapas, como:

  • entrevista final de contratação;
  • apresentação das instalações da empresa;
  • apresentação da história e dos valores;
  • reunião para eliminar dúvidas do recém-contratado.

No entanto, é necessário que haja o prévio treinamento do superior imediato, tornando-o verdadeiramente capaz de fazer parte do processo de integração. Também é preciso conscientizá-lo da importância do assunto, lembrando que isso beneficia todo o time.

Como visto, o processo de integração no trabalho é uma prática muito importante e que deve ser adotada por qualquer empresa, independentemente do seu ramo de atuação e do seu tamanho. O maior investimento nessa prática não é o financeiro, mas, sim, de tempo e dedicação por parte dos gestores. Desse modo, grandes resultados podem ser conquistados.

Entendeu a importância da integração na empresa? Então, aproveite para nos seguir no LinkedIn e no Facebook, assim, você poderá acompanhar nossas novidades. Vamos lá!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Treinamento e desenvolvimento: Tire suas dúvidas sobre esse tema
Treinamento e desenvolvimento: Tire suas dúvidas sobre esse tema

O treinamento e desenvolvimento é uma das atividades mais importantes nos processos de recrutamento de profissionais nas empresas. Essa etapa é considerada fundamental para garantir o aprimoramento dos colaboradores, bem como a  continue lendo »

Absenteísmo: como solucionar este grande problema?
Absenteísmo: como solucionar este grande problema?

Absenteísmo é o nome dado à prática de se abster do trabalho, ou melhor, estar afastado das atividades diárias. As causas para isso são diversas, incluindo faltas por doenças ou  continue lendo »

Teste palográfico: entenda o que é e por que utilizá-lo
Teste palográfico: entenda o que é e por que utilizá-lo

Na hora de contratar um novo profissional, é importante ir além das competências técnicas. Isso significa que é essencial contar também com ferramentas validadas e eficientes para avaliar traços individuais  continue lendo »

Modelos de gestão por competências: conheça os 3 principais tipos
Modelos de gestão por competências: conheça os 3 principais tipos

Empresas bem-sucedidas entendem a relevância da gestão por competências para um melhor aproveitamento do capital humano e resultados mais satisfatórios. Entretanto, é importante ir além desse reconhecimento, compreendendo os modelos  continue lendo »

Afinal, como fazer gestão por competências na empresa?
Afinal, como fazer gestão por competências na empresa?

Há muitas maneiras de fazer gestão de pessoas. Você pode contratar alguém por afinidade ou indicação de um amigo, por exemplo, o que não é uma boa ideia. Outra possibilidade  continue lendo »

Gestão de pessoas: saiba como fazer e mensure os seus resultados
Gestão de pessoas: saiba como fazer e mensure os seus resultados

A gestão de pessoas é um conjunto de habilidades, técnicas e métodos que visam potencializar o capital humano, além de administrar e potencializar seus recursos dentro das empresas. Não é  continue lendo »