Inteligência Artificial no recrutamento e seleção: Como aplicar?

2 de janeiro de 2018
Kenoby

As condições sociais, culturais, econômicas e organizacionais são aspectos fundamentais na prática de recursos humanos. Com a globalização e o aumento do acesso à internet, surgiram práticas de gestão que buscam maior competitividade para as empresas. Nesse sentido, utilizar a inteligência artificial no recrutamento e seleção pode ser uma forte estratégia.  Nela estão fundamentadas as novas formas de recrutamento e seleção (R&S), que usam a web para mapear e encontrar os melhores perfis profissionais para os cargos em aberto.

Se você se interessou pelo assunto desse post, com certeza irá gostar do Mini Curso sobre Inteligência Artificial no R&S. Se inscreva gratuitamente!

Mini Curso por e-mail de Inteligência Artificial no R&S


Evolução dos processos

Inegavelmente, os primeiros computadores eram máquinas simples e executavam apenas algumas operações básicas de matemática. Atualmente, esses dispositivos já são capazes de identificar as nossas preferências pessoais. Também percebem tendências e processam grande quantidade de dados em tempo real para tomar decisões e automatizar processos.

Nesse cenário, os algoritmos de inteligência artificial conquistaram posição estratégica e força dentro das organizações. Eles tornam possível que os computadores sejam integrados a diversas situações do nosso cotidiano. Isso viabiliza a automatização da nossa rotina e a execução de atividades com mais agilidade e segurança.

A tecnologia se faz presente como fator decisório para o atingimento do sucesso. O vídeo a seguir conta um pouco mais sobre a participação desse fator no nosso dia-a-dia. Confira:

O que é Inteligência artificial?

Inteligência artificial são algoritmos que podem ser definidos como qualquer software que, atuando em um contexto, viabiliza a tomada de decisões para atingir um objetivo.

De forma prática, isso acontece, por exemplo, na exibição inteligente de conteúdos. O mesmo ocorre em atividades que eliminam a necessidade de manuseio por seres humanos, como a direção de um automóvel.

Para serem criados, os algoritmos de inteligência artificial precisam ser alimentados com enorme quantidade de informações. Isso é fundamental para que seja possível a identificação de padrões. Dessa forma, avalia-se sempre a maneira mais correta de executar a operação que é almejada pelo usuário.

O Google Photos é um exemplo de serviço com algoritmos que classificam fotos automaticamente.

O algoritmo tem a função de aprender as preferências do usuário. Como já analisou milhões de imagens, é possível classificar locais, objetos e eventos com alta precisão. Dessa maneira, é possível o usuário procurar fotos a partir do contexto de uma imagem ou mesmo o local em que a foto foi feita.

Aplicação da inteligência artificial no recrutamento e seleção

Há diversas aplicações possíveis da inteligência artificial no recrutamento e seleção para tornar mais fácil a rotina dos recrutadores. Igualmente ajudam a tornar possível que o RH tenha uma função cada vez mais estratégica dentro das empresas.

Além disso, essas soluções de inteligência artificial no recrutamento e seleção estão alinhadas com a expectativa dos trabalhadores jovens, das gerações Y e da geração Z. Eles são nativos digitais e estão acostumados a experiências mais tecnológicas e intuitivas.

Aplicações de gamificação, chatbots e inteligência artificial no recrutamento e seleção são tendências para as empresas que precisam estar sempre à frente de concorrentes quando a questão é a aquisição de talentos.

A IA, por exemplo, torna possível ter acesso a uma assistente virtual que ajuda a responder a questões dos candidatos no momento da inscrição no processo seletivo. Atualmente, isso está se tornando uma realidade!

A IA também pode ser usada para avaliar os comportamentos e as competências dos candidatos em situações reais. E se divide em dois momentos.

E, além disso, a inteligência artificial pode ajudar no match entre candidatos e empresas.

Na construção de Arquétipos

Esse processo ocorre quando a Inteligência Artificial no recrutamento e seleção cruza as informações de perfis captados dos colaboradores da organização, a fim de criar um modelo de candidato ideal.

Dessa forma, os resultados desses mesmos testes realizados por candidatos são comparados a esse modelo a fim de verificar o grau de semelhança com o perfil ideal, ou seja, o quão propício cada candidato está de ser o ideal para preencher o quadro de colaboradores da companhia.

Além disso, a Inteligência Artificial pode concluir qual perfil apresenta a melhor performance, por exemplo. Isso acontece quando são mapeados os perfis dos colaboradores e essas informações são cruzadas com os resultados que cada um produz.

Assim, se torna possível contratar somente os colaboradores com o perfil compatível ao ideal de performance, por exemplo.

No ajuste de Arquétipos

Aqui entra novamente o machine learning. A máquina realiza o ajuste do perfil ideal no momento em que monitora e recalcula as novas informações instantaneamente. Se tornando cada vez mais preciso.

Isso ajuda a reduzir o custo de aquisição de talentos. Também otimiza o tempo dos recrutadores e torna o processo mais rápido e eficiente, além de mais assertivo

Vale ressaltar, porém, que os arquétipos devem ser construídos a partir de áreas específicas da companhia. Por exemplo, o perfil ideal de candidato para uma vaga comercial, pode não ser o mesmo que para uma vaga de TI.

Ou seja, as construções dos arquétipos devem ser específicas e direcionadas a cada área. Isso permite uma assertividade muito maior e, consequentemente, mais sucesso para a companhia.

Benefícios da inteligência artificial no Recrutamento e Seleção

As tecnologias de IA trouxeram vastos benefícios para o nosso cotidiano, tanto no ambiente corporativo quanto para a nossa vida pessoal. Já é possível, por exemplo, integrar soluções de IA para executar atividades de forma mais simples e automatizar processos.

Entre os principais benefícios da AI podemos destacar:

Aumento da automação

A inteligência artificial colabora e continuará colaborando para o aumento da automação de diversas tarefas.

Por isso, atividades como classificar itens, dirigir carro, entregar produtos e fazer a previsão de tendências serão realizadas com maior grau de precisão pelos algoritmos.

Dessa forma, as organizações podem manter serviços de alta qualidade, independentemente do seu setor de atuação.

Redução de custos operacionais

Com a redução de erros e o aumento da produtividade, as organizações que apostarem na IA conseguirão eliminar custos operacionais com mais facilidade.

As transportadoras, por exemplo, não precisarão de motoristas para dirigir os veículos. Além disso, como a tendência é que eles não façam pausas, as entregas terão prazos ainda menores.

Melhora a experiência do candidato

O uso da Inteligência Artificial no processo seletivo é algo que vem mudando totalmente o mercado e como os candidatos olham para as empresas. Além de demonstrar inovação e criatividade como pontos da companhia, a IA permite muito mais comodidade ao candidato, de modo a permitir que ele possa trocar testes chatos e demorados, por rápidos vídeos gravados pelo celular, por exemplo.

Personalização

A personalização dos serviços é um dos grandes benefícios da inteligência artificial. O novo ambiente de negócios exige que grandes empresas, como bancos, reavaliem os seus produtos e serviços.

De acordo com Ramesh Mahalingam, CEO e fundador da Vizru, os serviços devem ser cada vez mais personalizados e, preferencialmente, em tempo real. E isso somente é possível com o uso da IA.

Futuro do recrutamento e seleção

Segundo Marcel Lotufo, ex-headhunter e fundador do Kenoby, em entrevista à revista Exame, “num futuro bem próximo […] o poder passará para as mãos dos candidatos. Sai na frente a empresa que se der conta disso o quanto antes. É preciso começar a usar as novas ferramentas, para atrair o profissional ideal”.

Portanto, a IA é uma necessidade iminente para empresas que querem alcançar diferenciais competitivos, atrair e reter os melhores talentos. As mudanças sociais colaboram para que essa urgência seja cada vez maior, incentivando a incorporação da tecnologia no setor de RH.

Se você gostou deste artigo sobre como aplicar inteligência artificial ao recrutamento e seleção das empresas, assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

Rating: 5.0/5. From 3 votes.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Gestor de RH: 6 dicas para engajar o seu time

Todo profissional almeja ter uma carreira de sucesso. Entretanto, a sua ascensão é desafiadora, pois o cargo pretendido requer sempre um nível superior de conhecimento. Em determinado momento da carreira  continue lendo »

Como avaliar os processos seletivos com o Net Promoter Score (NPS)?

Avaliar os processos seletivos das empresas é muito importante, pois torna possível promover melhorias contínuas, engajar e contratar mais talentos. Para auxiliar nessa tarefa, uma boa ferramenta de trabalho é o  continue lendo »

Recrutador: 4 dicas para impulsionar sua carreira

O mundo nunca passou por um período de tanta facilidade de acesso às informações como nos dias de hoje. Enquanto o rádio demorou 38 anos para atingir uma audiência de  continue lendo »

Como a avaliação por competências pode auxiliar no processo de R&S?

A avaliação por competências se tornou mais uma ferramenta estratégica do RH. Isso porque as lideranças das empresas já perceberam que, para conquistar resultados diferenciados, precisam estar atentas às pessoas.  continue lendo »

People Analytics no R&S: Entenda como isso funciona

Automatizar o RH ainda é um assunto que rende muitas críticas e elogios e, na maioria das vezes, as práticas inovadoras são descartadas simplesmente por falta de compreensão de seus  continue lendo »

Recrutamento preditivo: como ele pode fazer a diferença?

Na corrida pela contratação dos melhores talentos disponíveis no mercado de trabalho, as empresas investem cada vez mais em novas estratégias capazes de identificar e atrair os candidatos adequados. Uma  continue lendo »