Job description: passo a passo para criar a descrição de uma vaga de emprego

8 de Janeiro de 2016
Kenoby

Você sabe como fazer um job description eficiente? Ao contrário do que muitos acreditam, a descrição da vaga não serve apenas para informar um candidato sobre um cargo disponível em uma organização. Essa publicação carrega consigo a marca, os valores, a visão e a identidade da empresa.

Para surpresa de muitos profissionais, a busca por emprego não é uma via de mão única, em que o grande interessado é o candidato. A empresa também tem interesse em ser escolhida pelo postulante dentre diversas outras em que ele se candidatou.

É sempre importante lembrar que, em muitos casos, o primeiro contato das pessoas com sua empresa pode ocorrer por meio de vaga divulgada ao público. Por esse tipo de canal, potenciais candidatos interagem com sua marca, seu nome e sua identidade por intermédio da equipe de RH.

Assim, é fundamental criar job descriptions claros e transparentes com o maior número de informações possíveis, que levem o candidato a compreender a cultura da organização.

Por que investir tempo com o job description?

Quando inicia seu processo de recrutamento, você certamente quer atrair os melhores profissionais disponíveis no mercado. Quer até mesmo captar a atenção de talentos que estão em outras companhias, mas podem achar sua proposta interessante e migrar para sua empresa, ajudando a formar um time campeão.

Nesse processo, o job description funciona como uma propaganda da sua empresa. Ele vai mostrar ao seu candidato a essência da sua cultura organizacional, o que você espera de um colaborador naquela função, que benefícios oferece e outras informações que vamos tratar mais à frente.

Portanto, a função principal do job description é fazer os principais talentos do mercado, disponíveis ou não, pensarem: “Uau! Que lugar fantástico para trabalhar! Eu quero fazer parte desse time!”

Se isso realmente acontecer, a maior dificuldade que você terá na seleção será para eliminar candidatos, já que todos eles são profissionais superqualificados e excelentes opções para ocupar o cargo. Convenhamos que essa é uma dificuldade que todo RH gostaria de ter!

Agora que você já sabe a importância do job description para atrair e recrutar talentos, vamos aos passos para criar uma vaga atraente!

Como fazer uma descrição de vaga de emprego

Agora que você tem as informações necessárias para deixar sua vaga mais atraente, podemos seguir para a estrutura básica de um anúncio. A seguir, estão os elementos que não podem faltar em uma descrição completa sobre a vaga.

1. Descrição da empresa

Antes de qualquer coisa, você precisa descrever a sua empresa, ou seja, dizer quem ela é! Quando foi criada, quais são os seus produtos, quem são os seus clientes e quais são os seus objetivos no mercado. Agora, é hora de utilizar aquele conhecimento que você buscou sobre a cultura organizacional da empresa.

Revelar aspectos da cultura da empresa é fundamental para conseguir os candidatos mais apropriados. Isso acontece porque, como se sabe, tão importante quanto a qualificação técnica, é a adequação do perfil comportamental do profissional aos valores da organização. Essa compatibilidade é um grande diferencial para a retenção de talentos.

2. Responsabilidades do cargo

Após isso, você precisa listar quais serão as responsabilidades do candidato, caso ele seja contratado para aquela vaga. Que tarefas ele executará no seu dia a dia? Quais serão as cobranças exercidas sobre ele? Nessa etapa, você pode pedir ajuda para o gestor da área em que esse candidato vai trabalhar.

Como dito acima, é muito importante que vocês não tenham segredos. A transparência vem em primeiro lugar! Aproveite para escrever essa parte em tópicos, assim você garante clareza e objetividade.

Também é importante evitar termos que só fazem sentido dentro da companhia. Portanto, pode ser que, dentro da empresa, a vaga se chame “analista de sistemas nível III”, mas isso não faz nenhuma diferença no mercado.

Esse tipo de código atrapalha a divulgação por mecanismos de busca. Foque em descrições genéricas e nas qualificações para disputar o cargo. Aliás, vamos falar disso no próximo tópico!

3. Qualificações obrigatórias

O próximo passo é especificar quais são as qualificações necessárias para contratação. O seu candidato precisa ter concluído a universidade? Quais experiências ele precisa ter? Alguma certificação é obrigatória? A pessoa responsável pela gestão da área também poderá ajudar você com essa tarefa!

Quanto mais específica for a sua descrição das qualificações obrigatórias, maiores são as suas chances de atrair os profissionais mais preparados e evitar candidaturas que não atendem aos requisitos básicos. Com isso, você ganha tempo durante a primeira fase de seleção — aquela em que os currículos são analisados.

Se a sua empresa utiliza um software ou uma plataforma para essa etapa, o sistema filtrará, automaticamente, as candidaturas. Dessa forma, você precisará analisar apenas aquelas que já contêm os requisitos essenciais.


CTA

4. Benefícios oferecidos

Em seguida, você precisa se diferenciar! Quais são os benefícios oferecidos? Vale-refeição? Vale-transporte? Academia? Horário Flexível? Lembre-se de que, se o candidato estiver em dúvida entre duas vagas parecidas, ele vai escolher a empresa que oferecer os melhores benefícios.

Por isso, descreva os benefícios que interessarão aquele perfil. E, se a sua empresa não tiver muitos benefícios, crie um plano para aumentá-los. Lembre-se de que os melhores candidatos estarão nas melhores empresas para se trabalhar!

Para reter talentos e aumentar a produtividade do time, todo investimento realizado em benefícios é totalmente válido. Mas caso o orçamento da empresa não preveja esse tipo de despesa, uma alternativa para ampliar benefícios sem aumentar os gastos é estabelecer parcerias que garantam descontos em outras instituições.

5. Informações adicionais

Por fim, se houver, você pode escrever informações adicionais que são relevantes e que não cabem em nenhum dos tópicos anteriores. Essa é mais uma oportunidade para você se diferenciar e adicionar alguma informação ou texto que interesse o candidato!

Para divulgar uma vaga, é muito importante que você pense no ponto de vista do seu candidato. Conhecendo a cultura da sua empresa, você poderá destacar os seus diferenciais competitivos e fisgar o público que você procura. Dessa forma, você vai atrair mais candidatos por meio de uma descrição interessante, objetiva e transparente.

Dicas para criar um anúncio atraente

Antes de qualquer coisa, é muito importante lembrar que a descrição da vaga é um anúncio, e o nosso principal objetivo é atrair os melhores candidatos. Por isso, precisamos criar uma descrição que desperte o interesse desse público-alvo. Veja, abaixo, algumas dicas para turbinar a sua descrição.

Entenda a cultura da sua empresa

Tenha em mente a cultura da sua empresa, ou seja, qual é a sua missão, sua visão, suas políticas e etc. A partir dessa informação, você vai saber que linguagem vai usar na redação — se será formal, mais descontraída ou neutra — e até quais benefícios você pode oferecer como diferencial. Com isso, a sua vaga ficará mais competitiva, quando comparada à “concorrência”.

CTA

Conheça o seu candidato

Se a sua vaga é um anúncio, você precisa conhecer o seu público-alvo. Um designer possui um perfil diferente de um programador, que possui um perfil diferente de um vendedor.

Por isso, você deve se colocar no lugar do seu candidato e descobrir porque ele gostaria de trabalhar na sua empresa. Assim, além de somente despertar o interesse pela vaga, ele sonhará em fazer parte do seu time.

Tenha concisão e transparência

Um outro ponto muito importante é a concisão e a transparência do seu discurso. Além de ser atraente, a sua descrição precisa ser verdadeira e objetiva. Isso significa que você não precisa fazer muitos rodeios.

Escreva um texto que seja condizente com a cultura organizacional e com as responsabilidades reais do cargo. Afinal, você não quer que o seu candidato peça demissão logo após a contratação.

Pesquise vagas parecidas

Para validar se o seu anúncio está realmente competitivo, você precisa fazer uma pesquisa de vagas parecidas no mercado. Nessa etapa, você vai analisar como os seus concorrentes estão escrevendo as suas descrições e fazer pequenos ajustes no seu texto.

Dessa forma, a sua descrição será atraente e terá vantagens quando comparada às demais.

Se você gostou dessas dicas sobre como fazer um job description, que tal compartilhá-las nas suas redes sociais? Ajude os seus colegas a contratar os melhores profissionais do mercado!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Descubra como o job description é importante no recrutamento e seleção

Realizar uma contratação eficiente de novos colaboradores não é uma tarefa fácil. Os métodos utilizados, os canais de divulgação e a forma como será executado o processo de seleção são  continue lendo »