Organograma circular: Entenda como esse modelo ressalta o trabalho em equipe e saiba como criar um

16 de agosto de 2018
Kenoby

Ferramenta importante no processo de gestão de uma empresa, o organograma circular permite a visualização da estrutura administrativa da organização, com todas as suas áreas, departamentos e relações.

Existem diferentes formas de se representar graficamente essa organização, o que pode ser feito de acordo com os objetivos e resultados que se deseja obter com a ferramenta. Neste post, apresentaremos um modelo ainda não tão popular de se representar a estrutura organizacional da empresa: o organograma circular.

Confira a seguir para que ele serve e como pode ser estruturado:

Por que o organograma é importante?

Existem diferentes tipos de organograma, mas, no geral, sua função é representar graficamente a estrutura e os níveis hierárquicos de uma empresa. Por meio dessa ferramenta, é possível enxergar como se relacionam as diferentes áreas e setores de qualquer organização.

Um organograma deve permitir que a própria empresa se conheça melhor. Por meio dessa ferramenta, os colaboradores podem compreender qual o seu papel para a organização e como ele se relaciona com as demais áreas.

Em geral, o organograma parte do nível hierárquico mais elevado e vai se desdobrando aos níveis inferiores. Porém, há diferentes formas de representar esta relação, e é por esse motivo que o formato do organograma pode variar.

No modelo mais clássico, por exemplo, as unidades de trabalho são representadas por caixas dispostas de cima para baixo, hierarquicamente. O organograma circular é considerado um modelo moderno de representação da estrutura empresarial, com alguns diferenciais específicos.

Antes de continuar, que tal aproveitar para baixar nossos templates de feedback?

O que diferencia o organograma circular dos demais?

No organograma circular, também chamado de radial, o principal líder da organização fica posicionado no centro, “irradiando” sua influência aos demais arcos do gráfico. A partir dessa liderança central, a linha hierárquica vai se desdobrando às camadas externas do círculo.

Quais são as vantagens do organograma circular?

As empresas que optam pelo organograma circular para representar sua estrutura organizacional buscam não apenas ressaltar a proeminência da capacidade decisória do líder n no centro. Elas desejam, também, ressaltar o caráter de unicidade entre as demais divisões.

Acredita-se que por meio da representação circular é possível identificar de forma mais clara a importância da atuação em grupo entre diferentes áreas ou divisões para o alcance dos objetivos estratégicos da organização.

E quais são suas desvantagens?

Em contrapartida, o organograma circular encontra resistência entre as empresas. Muitos o consideram excessivamente moderno, não sendo de fácil leitura e compreensão por parte dos colaboradores, que podem ter dificuldades de situar sua área e cargo na organização.

Colaboradores novos não acostumados ao modelo de organograma circular, por exemplo, podem encontrar dificuldades de identificar com exatidão a quem devem se reportar na linha hierárquica da empresa.

O que levar em conta ao montar o cronograma?

A facilidade de compreensão da estrutura organizacional da empresa deve ser uma das principais preocupações na montagem de um organograma. No caso do circular, é preciso ter cuidado para ressaltar como essa relação é desencadeada. Uma forma de simplificar sua compreensão é utilizar cores específicas para identificar cada setor ou cargo, facilitando sua identificação.

Agora conte pra gente: como a estrutura organizacional é graficamente representada na sua empresa? Você acredita que o organograma circular poderia trazer benefícios? Faça um teste e avalie suas vantagens e desvantagens: basta entrar em contato conosco!

Rating: 5.0/5. From 2 votes.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

O que é e o que faz o profissional de gente e gestão nas empresas?

Não se gerencia pessoas, se gerencia com pessoas. A diferença pode até ser sutil no papel, mas na prática não é. Por essa razão, nas empresas mais modernas, o termo  continue lendo »

Analista de Recrutamento e Seleção: o que faz, quanto ganha e mais!

Em todos os nossos posts, temos abordado a mudança do mercado em geral, mas, principalmente, a transformação que a área e o trabalho de profissionais como o Analista de Recrutamento  continue lendo »

Digitalização do RH: entenda o que é e qual a importância

Visando conquistar resultados cada vez melhores com cada vez menos processos, a evolução tecnológica atinge todos os setores das empresas. Com a área de recursos humanos não é diferente. A  continue lendo »

Diretor de RH: o que faz, quanto ganha e como se tornar um

Peça importante em uma organização, o diretor de RH é responsável pelo bom funcionamento do departamento de recursos humanos. Ele cuida dos funcionários, tanto no aspecto operacional (realização de funções)  continue lendo »

Remuneração variável: o que é e como funciona? Descubra!

A remuneração tradicional é um fator estratégico para atrair e reter talentos. Mas é necessário ter prudência: elevá-la pode prejudicar a rentabilidade da empresa. Por essa razão, vários empresários e  continue lendo »

Como fortalecer a cultura organizacional da minha empresa?

Saber como fortalecer a cultura organizacional é essencial a todo gestor que deseja estabelecer valores em sua empresa. Quando existe uma cultura sólida, todos entendem o que deve ser priorizado  continue lendo »