O que é um organograma vertical? Conheça suas vantagens!

11 de setembro de 2018
Kenoby

De todos os modelos de representação para a organização administrativa de uma empresa, pode-se dizer que o organograma vertical é o mais popular. Por mostrar de forma mais clara a hierarquia da organização, ele é utilizado pela maioria das corporações.

No entanto, isso não significa que o modelo de gestão vertical seja o melhor. Essa definição depende do perfil da empresa e de sua cultura organizacional. Neste post, vamos explicar um pouco melhor como funciona o organograma vertical, quais as suas vantagens e suas desvantagens. Confira:

O que é organograma?

Organograma é uma forma de representação gráfica das posições e hierarquias de uma empresa. Com ele, é possível ver como está estruturada a rede de funcionários e qual a ligação entre um e outro. No caso do organograma vertical, a estrutura é representada de cima para baixo, sendo que em cima ficam os líderes e embaixo as pessoas na base da hierarquia.

O organograma vertical não é a única forma de representar graficamente a estrutura administrativa de uma empresa. Há outras variedades desta ferramenta que podem auxiliar tanto os colaboradores quanto o público externo a entender, de forma clara, como ocorrem as relações hierárquicas na organização.

Com suas variações na forma como apresentam a empresa (especialmente no tipo de informação que se deseja destacar e a própria cultura organizacional) o organograma é bastante eficaz para que cada um conheça o seu papel e a sua importância para o sucesso do negócio.

A ferramenta também é importante para a organização dos fluxos de trabalho e para facilitar a comunicação tanto com os colaboradores quanto com os fornecedores.

Antes de continuar, aproveite para baixar nosso manual para desenvolver a marca empregadora.

E-book: Manual para desenvolver a Marca Empregadora




Quais as vantagens do organograma vertical?

Uma das grandes vantagens do organograma vertical é a clareza com que apresenta a estrutura organizacional da empresa. Qualquer pessoa que visualize o diagrama no mural da empresa automaticamente compreende quem são os principais líderes da organização, quem se reporta diretamente a eles e assim sucessivamente até os níveis mais baixos da hierarquia da empresa.

Esta clareza também traz outros benefícios para a organização. Com responsabilidades melhor definidas, cada colaborador sabe exatamente qual o seu papel. A centralização da gestão agiliza processos, economizando tempo. E, de forma geral, a comunicação interna flui melhor neste modelo de hierarquia.

Quais as desvantagens do organograma vertical?

Por ser uma representação fixa, o organograma vertical não acompanha ambientes corporativos que estão em constante mudança e transformação. Além do mais, ele pode gerar competitividade negativa entre os funcionários e departamentos, o que pode resultar em conflitos e piorar o ambiente de trabalho. Com isso, os líderes podem acabar ocupados com resolução de conflitos dentro da empresa, tirando o foco de suas outras funções.

Como montar um organograma vertical?

Para preparar um organograma vertical, inicialmente é preciso mapear todos os cargos da empresa, da principal liderança até as posições mais operacionais. Em seguida, é preciso organizá-los de acordo com a sua posição hierárquica.

Nos quadros localizados nas linhas mais ao alto, posicionam-se os cargos principais. Nas linhas abaixo, vão ser colocados os cargos que se reportam imediatamente aos de cima, e assim sucessivamente. Os quadros com os cargos são ligados por linhas de comunicação, que configuram a relação de um cargo com outro. Cargos com o mesmo peso hierárquico ficarão posicionados na mesma linha.

Agora que você já sabe para que serve e como é a montagem do organograma vertical que tal preparar um para a sua empresa?

Caso tenha interesse em aprimorar a gestão do recrutamento e seleção em sua empresa, entre em contato conosco e conheça nossas soluções para esta atividade!

No votes yet.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Remuneração variável: o que é e como funciona? Descubra!

A remuneração tradicional é um fator estratégico para atrair e reter talentos. Mas é necessário ter prudência: elevá-la pode prejudicar a rentabilidade da empresa. Por essa razão, vários empresários e  continue lendo »

Como fortalecer a cultura organizacional da minha empresa?

Saber como fortalecer a cultura organizacional é essencial a todo gestor que deseja estabelecer valores em sua empresa. Quando existe uma cultura sólida, todos entendem o que deve ser priorizado  continue lendo »

Como implementar um RH estratégico na minha empresa?

Nos últimos anos, muitos artigos propuseram-se a falar do RH estratégico, mas poucos explicaram como ele realmente funciona e como pode ser aplicado na empresa. Por causa disso, decidimos esclarecer  continue lendo »

O que é um organograma linear? Conheça suas vantagens!

Amplamente utilizado para representar a hierarquia e as atribuições dos diferentes cargos de uma empresa, o organograma pode ter diferentes apresentações, dependendo do tipo de informação que se deseja detalhar.  continue lendo »

Business Partner: o que faz, quanto ganha e mais!

Você sabe o que faz o Business Partner (BP)? A função, que se populariza cada vez mais entre os profissionais de Recursos Humanos no país, ainda gera dúvidas quanto às  continue lendo »

Tudo o que você precisa saber sobre Psicologia Organizacional

A Psicologia é uma ciência muito ampla, que abrange diversas áreas distintas. Psicologia clínica, comunitária, transpessoal e do trabalho são apenas algumas delas. No contexto empresarial, temos a psicologia organizacional,  continue lendo »