Confira o passo a passo para criar o organograma da empresa

23 de junho de 2017
Kenoby

Você provavelmente já deve ter visto a figura de um organograma. Mas você sabe o que ela representa? Trata-se de uma importante ferramenta utilizada nas mais diversas organizações. A partir dele, é possível ter uma visão geral da estrutura de uma empresa e da hierarquia entre os setores.

Neste artigo, você aprenderá o que é essa ferramenta, qual a sua importância para a organização e o passo a passo de como fazer o organograma da sua empresa. Confira!

O que é um organograma?

Basicamente, o organograma representa graficamente a estrutura organizacional de uma empresa. Trata-se de um diagrama que representa as divisões dos setores e dos cargos existentes na organização e a comunicação entre eles. Esse gráfico mostra ainda as divisões hierárquicas da empresa.

O organograma é muito utilizado em grandes empresas, mas também pode ser interessante para as pequenas. É uma ferramenta fundamental para deixar claro quem é quem dentro da organização e formalizar diversos aspectos que envolvem o negócio.


CTA

Existem diversas formas de representar um organograma, que vão desde a tradicional até a forma solar. O mais importante é que ele represente fielmente a organização e as áreas que a compõem.

A importância do organograma para a empresa

O organograma é um importante estágio da profissionalização e organização estrutural da empresa. Com base nele é possível delegar poderes e definir as responsabilidades dos diretores, gerentes e supervisores, que terão outros funcionários sob seu comando.

Implementar um organograma significa respeitar as posições e relações nas quais foram inseridos. Portanto, a partir dele é possível questionar desvios e cobrar resultados dos profissionais.

Além de facilitar uma visão ampla sobre o funcionamento da organização, o organograma também apresenta as inter-relações entre os setores, o que permite uma melhor administração da empresa.

A partir do organograma da empresa também é possível avaliar a demanda de trabalho dos colaboradores. Para isso, um importante indicador é o headcount, que diz respeito à quantidade de trabalhadores da organização.


CTA

Criando o organograma da empresa

Primeiramente, é importante listar todos os cargos existentes, inclusive a equipe de limpeza, segurança administrativo etc. O segundo passo é organizar os cargos de acordo com a hierarquia que a empresa segue.

No modelo tradicional de organograma, cada caixa representará um cargo ou função dentro da empresa. Já as linhas de comunicação indicam a ligação entre um cargo e outro. Por exemplo, o presidente tem ligação com os diretores, que têm ligação com os gerentes e assim por diante. Os cargos em uma mesma linha estão no mesmo nível hierárquico.

Tendo isso em mente, é hora de montar de fato o organograma. Para isso, você pode utilizar um documento do Microsoft Word ou ferramentas como o Trello. Depois de definir o tipo de figura que quer utilizar para representar o organograma, você só precisará inserir as informações coletadas previamente e o organograma da empresa estará pronto!

Vale ressaltar que o organograma é uma ferramenta muito necessária para mostrar aos colaboradores, fornecedores, clientes e visitantes quais são as diretrizes da empresa. Esse recurso será amplamente utilizado pelo setor administrativo e pelo setor de RH, facilitando diversos processos.

Gostou deste artigo? Assine nossa newsletter e fique sempre atualizado com nosso conteúdo!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

DISC: entenda o teste de perfil comportamental

Antever qual será o comportamento de um profissional quando ele for submetido a situações específicas é um importante subsídio nos processos de seleção, recrutamento e desenvolvimento de pessoas. E esse  continue lendo »

Pedido de demissão: entenda como funciona o processo

Pedido de demissão é um tema que gera muita confusão, tanto para empregadores quanto para funcionários. Profissionais do RH devem estar atentos a todas as etapas do processo, desde a  continue lendo »

Os melhores indicadores de RH para o seu negócio

Trabalhar com indicadores de RH tornou-se algo indispensável para qualquer tipo de negócio. O motivo é bem simples e claro: As empresas e organizações dependem das pessoas para que a  continue lendo »

Aviso prévio: o que você precisa saber sobre o assunto?

As regras de aviso prévio são frequentemente aplicadas no cotidiano do setor de Recursos Humanos. Isso porque, querendo ou não, a demissão de funcionários faz parte da rotina do departamento.  continue lendo »

Artigo 473 da CLT: o que você precisa saber sobre as faltas justificadas

No contexto trabalhista, um dos assuntos que gera muita dúvida é o caso das faltas justificadas — regulamentadas pelo Artigo 473 da CLT. Isso acontece porque nem sempre os gestores  continue lendo »

Licença maternidade: tire todas as suas dúvidas aqui!

A licença maternidade é um direito legal que toda mulher possui, correspondente a um período de 120 a 180 dias remunerados. A licença garante a suspensão de seu contrato de  continue lendo »