Processo de integração dos colaboradores: saiba o que é, como fazer e qual a sua importância

25 de junho de 2018
Kenoby

Para a realização de um bom processo de integração, é preciso ter algumas ações como contar a história da empresa e apresentar o líder imediato. Isso faz com que o novo colaborador se sinta mais ambientado e confortável na empresa, garantindo uma adaptação mais rápida.

Imagine um novo profissional entrando na empresa. Ele não conhece ninguém da equipe, veio de uma cultura diferente e ainda está se adaptando ao novo cargo. Acha que esse profissional vai conseguir entregar o melhor de si? Absolutamente, não!

Por esse motivo, o processo de integração é realmente importante e tem ganhado destaque nos últimos anos. Não basta encontrar, encantar e contratar os melhores talentos, também é preciso fazê-los sentir-se verdadeiramente parte do time.

Quer saber como isso pode ser feito? Conhecer mais um pouco sobre o assunto e como obter grandes resultados? Continue com a leitura do nosso artigo!

O que é o processo de integração dos funcionários?

Primeiramente, vamos corrigir um erro recorrente: o processo de integração é a mesma coisa que o onboarding no RH. Hoje, muitos profissionais usam os termos como se fossem diferentes. Um equívoco. Então, tenha isso sempre em mente.

Para ficar claro, a palavra onboarding vem do inglês e significa “a bordo”. É como se o talento estivesse entrando no navio, isto é, a empresa. É o início do verdadeiro relacionamento entre a empresa e o novo contratado, então é preciso ter atenção.

Muitos profissionais de RH e acadêmicos reconhecem que a integração é uma das principais tarefas para a gestão de pessoas. A partir daí, o novo profissional poderá se sentir em “casa”, entregar o seu melhor e agir em sinergia com sua nova equipe.

Outra definição para o processo de integração é a assimilação de um novo membro à equipe de trabalho, fazendo-o parte de algo maior e formando um único corpo. Assim, os objetivos podem ser alcançados e toda a empresa passa a ver beneficiada.

Para te ajudar a atrair novos talentos à equipe, elaboramos um guia completo e gratuito sobre a Atração de Talentos.

E-book: Atração de Talentos


 

Como fazer um bom processo de integração de talentos?

Conte a história da empresa

Já deve ter ouvido falar em storytelling, correto? Consiste na capacidade de transmitir ideias e acontecimentos por meio de uma narrativa fluida, interessante e coesa. Use essa técnica para apresentar a história da empresa e dos seus principais investidores.

Como a empresa surgiu? Quais oportunidades foram aproveitadas? Que pontos críticos foram vencidos na trajetória? Houve parcerias e fusões? Assim, além de obter um maior conhecimento, o novo contratado se sentirá parte de algo muito maior.

No entanto, tome cuidado para não deixar essa primeira etapa chata e enfadonha. Não se apegue demais aos números e detalhes, ninguém se lembra disso depois de certo tempo. Conte apenas o que é realmente relevante e pode impactar o funcionário.

Fale do propósito, da cultura e dos valores

Há alguns itens intangíveis, por vezes são deixados em segundo plano, porém, que impactam significativamente na integração dos recém-contratados. Ótimos exemplos são o propósito, a cultura e os valores que regem a empresa. Aproveite-os!

Uma pesquisa da PwC mostra que, quando há alinhamento entre o propósito da empresa, os profissionais são 2,3 vezes mais propensos a permanecer no negócio. Quanto à geração Y, essa relação salta para 5,3 vezes. Também existem impactos na integração, os profissionais têm a chance de se familiarizar com a empresa.

Aproveite para falar da cultura e dos valores, mostrando o que é prioridade no expediente. Dessa maneira, você poderá promover alinhamento e sinergia!

Apresente o líder imediato

O principal responsável pela qualidade da experiência do novo contratado com a empresa será seu líder imediato. Para se ter ideia, pesquisas indicam que o simples o reconhecimento pelo superior imediato pode influenciar em um acréscimo de quase 60% no desempenho do colaborador. Então, invista na apresentação.

Na maioria das vezes, essa apresentação dura apenas cinco minutos. O profissional de RH apresenta o novo líder, destaca as informações mais importantes e pronto, tudo está feito! Não é preciso pensar muito para ver que há algo que pode ser melhorado.

Treine o líder para que ele faça parte do processo de integração, conscientizando-o sobre a importância do assunto para a empresa e para sua própria equipe. Depois, deixe que ele tenha um momento mais longo com seu novo subordinado e apresente a empresa ou a cultura organizacional, por exemplo. Isso trará melhores chances de resultados.

Reserve um tempo para eliminar dúvidas

Quando um talento está entrando no empreendimento, totalmente diferente dos outros pelos quais já passou, muitas dúvidas surgem. Os profissionais de RH, porém, não reservam um tempo hábil para dar esclarecimentos ao recém-contratado.

Por falta de comunicação, muitos talentos começam a trabalhar sem saber exatamente suas funções na empresa, seus benefícios e, em casos mais precários, o valor da sua remuneração — ainda há casos, por mais difícil que seja acreditar.

Para solucionar essa fraqueza e garantir que o candidato seja integrado de forma esclarecida, reserve alguns minutos para possíveis dúvidas. Pode ser após a apresentação da empresa, por exemplo, ou logo após a efetivação da contratação.

Crie um plano de ação para o RH

Nos dias atuais, o RH deve se preocupar com a eficiência operacional em tudo que faz. Tempo é um recurso precioso, então é necessário aproveitá-lo ao máximo, de modo que gere resultados ao setor de gestão de pessoas e à empresa de modo geral.

Para garantir isso, o ideal é ter um plano de ação para a integração. Ou melhor, o gestor de pessoas deve ter uma espécie de passo a passo previamente definido, informando datas, locais e prazos para que tudo seja concluído.

Uma ótima ferramenta para que isso seja bem feito é o 5W2H, que consiste em sete perguntas que devem ser feitas e respondidas. Dessa maneira, o contratado terá uma visão muito mais holística da integração, dos principais passos e dos resultados que deseja alcançar.

O que esperar da correta integração à empresa?

Os benefícios são diversos e já foram abordados em outro artigo. Com um bom processo de integração, os profissionais podem se sentir verdadeiramente parte da equipe e produzir com excelência, gerando uma série de vantagens à organização.

Além disso, o profissional de RH terá maiores chances de reter esse talento, o que resulta na redução do turnover precoce. É preciso lembrar que a evasão de talentos custa caro para o negócio, tornando-o menos lucrativo e competitivo no que faz.

Invista uma boa parte do tempo na integração de talentos, contando sempre com um bom plano de ação. Desse modo, você poderá ter profissionais comprometidos com resultados, que entendem o que fazem e que atuam em sinergia com toda a equipe.

Gostou do nosso artigo? Entende as principais etapas do processo de integração? Agora, assine nossa newsletter e comece a receber todas as novidades em seu e-mail. Vamos lá!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Infojobs e Kenoby: contratação inteligente de profissionais qualificados

Os profissionais de RH* têm percebido uma transformação importante no departamento do ponto de vista tecnológico. Inclusive, a área de recrutamento e seleção é a mais impactada pelas novas ferramentas  continue lendo »

Catho e Kenoby: saiba mais sobre esta parceria!

A correria na rotina dos recrutadores não é mais uma novidade. Por isso, quando encontramos oportunidades para economizar tempo, devemos aproveitá-las ao máximo. Afinal, a medida que eliminamos as atividades  continue lendo »