Processos de treinamento e desenvolvimento: saiba como fazer

14 de março de 2019
Kenoby

Para que uma empresa se torne estrategicamente competitiva, é necessário que o investimento no capital humano seja prioridade em sua política interna. Com essa diretriz, os processos de treinamento e desenvolvimento são fundamentais para o sucesso corporativo.

No entanto, implementar um cronograma de T&D (treinamento e desenvolvimento) de forma eficiente requer planejamento, pesquisa e comunicação — antes, durante e depois. Definir o método mais adequado e que forneça o retorno esperado pode não ser tão simples.

Por esse motivo, neste texto que preparamos, você aprenderá sobre os processos de treinamento e desenvolvimento e os benefícios obtidos pela empresa ao investir em seus talentos. Continue a leitura e confira!

O que é treinamento e desenvolvimento?

Considerada, como a área de recrutamento e seleção, um dos braços do setor de recursos humanos, a área de T&D tem alcançado cada vez mais importância nas organizações, pois é por meio dela que os profissionais são capacitados a exercer suas funções com excelência e padrão de qualidade elevada. Com isso, a organização ganha em produtividade, lucratividade e motivação interna.

Para que você entenda melhor, conheça a diferença entre treinamento e desenvolvimento, pois eles andam juntos, mas cada um tem um propósito.

Antes de continuar, aproveite e realize o nosso minicurso por e-mail de I.A no R&S!

Treinamento

É o aprimoramento do profissional em curto prazo, destinado a padronizar tarefas e/ou procedimentos para um maior alinhamento dos talentos com a cultura organizacional e um retorno imediato das necessidades da empresa.

Desenvolvimento

É a qualificação do colaborador em longo prazo, indicada aos profissionais que assumirão cargos de liderança na empresa, para que alcancem a capacitação necessária. O foco é o desenvolvimento da carreira.

O T&D não existe para gerar conflitos internos ou exclusões. É apenas uma nomenclatura criada para direcionar a empresa e os profissionais às necessidades do negócio. Para que o RH consiga distinguir qual é a prioridade da organização, são necessários alguns procedimentos prévios para a efetividade do processo, tais como os que trataremos a seguir.

Fazer um levantamento das necessidades da empresa — quais são as metas, as competências necessárias para alcançar o objetivo, quais problemas precisam ser eliminados ao aplicar o treinamento e quais resultados são previstos.

Além disso, o RH precisa conhecer profundamente a cultura organizacional, medir o clima interno, assim como pesquisar com clientes e fornecedores sobre o serviço prestado. Tudo deve ser minuciosamente diagnosticado para que o processo seja o mais efetivo possível.

Após essa etapa, o gestor de T&D deverá planejar o treinamento e, para ajudá-lo nessa tarefa, ele precisa ter as seguintes respostas para as questões:

  • Qual será o conteúdo?
  • Qual o objetivo?
  • Qual o público-alvo?
  • Qual será o método de ensino?

Destacaremos essa última questão, pois é o foco do nosso conteúdo.

O que são os processos de treinamento e desenvolvimento?

A partir do diagnóstico das necessidades da empresa, será possível decidir que tipo de treinamento será aplicado para que o objetivo seja alcançado e tanto os funcionários quanto a organização sejam beneficiados com a decisão.

Podemos citar alguns exemplos mais utilizados pelas instituições:

Palestra

É a que requer menor investimento, pois pode ser aplicada no ambiente corporativo por um gestor ou funcionário capacitado para tal função. A palestra pode ser motivacional, informativa, de divulgação ou biográfica. Cada uma tem seu grau de importância de acordo com o objetivo da empresa.

Cursos

Com uma abordagem predominantemente teórica, os cursos são importantes para profissionalizar e formar pessoas a respeito de um determinado assunto. Com uma duração maior e variável de acordo com o tema, o curso pode ser feito de forma presencial ou a distância, pois seu foco está na capacitação teórica das pessoas.

Workshop

Diferente dos cursos, o workshop se caracteriza por um tratamento misto — teoria e prática —, capaz de ensinar um tema de forma objetiva e extrair dos alunos a aplicação prática do aprendizado. Com um tempo de duração mais curto, em média 8 horas, essa formação pode ser muito vantajosa, dependendo do propósito da empresa.

Jogos corporativos

Também conhecidos como gamificação, estimulam de forma dinâmica o aprendizado dos talentos, incentivando a competitividade saudável e inserindo gradativamente a cultura organizacional e as melhores práticas para as atividades dos setores. Muito utilizados ultimamente pelas empresas, os jogos corporativos são capazes de aumentar o vínculo e a comunicação eficiente entre os colaboradores, além de padronizar tarefas setoriais.

Dinâmicas de grupo

Essa metodologia é importante para conhecer cada profissional do setor e como ele age quando precisa trabalhar em equipe. O líder será capaz de enxergar os pontos fortes e fracos dos colaboradores e criar estratégias para desenvolver seu potencial e minimizar suas fraquezas.

dinâmica de grupo ainda é muito utilizada pelas empresas, pois um profissional de RH capacitado poderá aplicá-la e compartilhar com o gestor da área sua percepção e sugerir planos de ação.

Ajuda de custo para cursos de graduação ou pós-graduação

A empresa poderá incluir no plano de carreira profissional uma ajuda de custo a partir de determinado cargo, investimento que será aplicado com foco na trajetória do profissional. Com esse método, a empresa terá a visão de quais talentos serão capazes de assumir cargos de liderança com base no conjunto de suas competências técnicas e comportamentais.

Universidades corporativas

Criadas para desenvolver os talentos de acordo com as necessidades da empresa, a universidade corporativa é exclusiva para os colaboradores, em que o aprimoramento profissional é o foco. Sem as exigências atribuídas pelo Ministério da Educação, pois não é uma instituição regulamentada, os certificados são de participação, e o intuito é a qualificação técnica.

Quais são os benefícios dos processos de T&D?

Quando o investimento no profissional dá certo, tanto a empresa quanto o colaborador ganham, e os resultados são os seguintes:

  • funcionários motivados;
  • maior engajamento;
  • clima organizacional saudável;
  • relacionamento interpessoal harmonioso;
  • maior retenção de talentos;
  • consolidação da cultura corporativa;
  • redução da rotatividade;
  • fortalecimento da marca empregadora;
  • produtividade elevada;
  • alta lucratividade;
  • reconhecimento da empresa no mercado.

Entender o que os processos de treinamento e desenvolvimento podem fazer pela empresa e pelos colaboradores é o primeiro passo para se decidir e introduzir em seu local de trabalho. Não há nada mais recompensador para um gestor de Recursos Humanos enxergar nos olhos dos colaboradores a satisfação em fazer parte de uma organização que cuida do seu bem-estar, físico, mental, emocional e intelectual.

Se você aplica alguns ou todos esses processos de T&D na sua empresa, conte-nos sua experiência. Caso pretenda iniciar um planejamento para formação de seus colaboradores, deixe nos comentários a sua dúvida. Teremos imenso prazer em esclarecê-las!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento
Descubra o que é avaliação por competências e entenda o seu funcionamento

Muitos profissionais de RH buscam integrar a avaliação por competências às práticas dos departamentos em que atuam. Afinal, em diversas situações, a simples análise dos resultados não traduz a contribuição  continue lendo »

Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional
Coaching: entenda como ele atua na psicologia organizacional

O coaching passou a atuar mais recentemente nas empresas como um importante suporte para a psicologia organizacional. A prática apoia o setor de Recursos Humanos principalmente na parte de treinamento ou  continue lendo »

Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente
Gestão de recursos humanos no capital humano: saiba como aplicar corretamente

A correta gestão de recursos humanos garante que o capital humano da empresa seja bem aproveitado, contribuindo para o sucesso dos negócios. Não por acaso, organizações com boas práticas de  continue lendo »

Recursos humanos e recrutamento: descubra 7 melhores práticas
Recursos humanos e recrutamento: descubra 7 melhores práticas

A gestão de recursos humanos é crucial aos negócios, pois permite direcionar pessoas com acerto. Pesquisas mostram que empresas com boas práticas de RH são 51% mais competitivas, em média.  continue lendo »

Décimo terceiro salário: tudo o que você precisa saber!
Décimo terceiro salário: tudo o que você precisa saber!

Todo trabalhador brasileiro devidamente registrado por meio da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tem o direito de receber a Gratificação Natalina, popularmente conhecida como décimo terceiro salário. Para alguns,  continue lendo »

Descubra o que é o departamento pessoal e quais as suas funções
Descubra o que é o departamento pessoal e quais as suas funções

O que é departamento pessoal (DP) é a resposta que todo profissional da área deve ter na ponta da língua. Afinal, as rotinas do setor contemplam atividades de extrema relevância para  continue lendo »