Profissionais do RH: conheça as diferentes áreas de atuação do setor

3 de maio de 2017
Kenoby

Se você escolheu a área de Recursos Humanos para construir a sua carreira, saiba que existem inúmeras possibilidades de atuação.

Os profissionais do RH têm ganhado cada vez mais espaço e reconhecimento nas organizações, isso porque desempenham funções que auxiliam na concepção das decisões estratégicas da empresa.

Conheça agora as diferentes áreas de atuação do setor.

Analista de recursos humanos

É responsável pela administração de processos relacionados ao setor, por articular e mobilizar ações de acordo com a sua especialidade.

As atividades variam desde a seleção de pessoal até ações de desenvolvimento humano. De acordo com o Guia da Carreira, o salário de um analista de RH varia de R$1.690,00 a R$4.101,00.

Conheça as especificidades:

Analista de recrutamento e seleção

Desempenha o processo de admissão de um novo funcionário, desde o recrutamento de candidatos, entrevistas e seleção, até a contratação efetiva.

Além disso, ele planeja, organiza e analisa as ferramentas disponíveis no processo de seleção, estuda os perfis dos candidatos e busca a aproximação de um perfil ideal para o preenchimento de uma oportunidade específica.

Analista de cargos e salários

Responsável por definir e revisar os cargos existentes na empresa e seus salários.

Faz parte do seu trabalho levantar informações e descrever as funções inerentes a cada cargo, atribuindo a eles seus deveres e tarefas, e manter-se atualizado sobre as práticas realizadas no mercado, especialmente no que diz respeito à remuneração.

Analista de desenvolvimento humano

As suas funções estão relacionadas à implantação e manutenção de treinamentos e desenvolvimento, eventos de integração, fortalecimento e consolidação da estratégia da empresa e acompanhamento do plano de desenvolvimento individual dos colaboradores.

Também é de sua responsabilidade desenvolver e implantar programas de avaliação de desempenho, acompanhar programas de ​trainee​, aprendizagem e estágio.

Analista de benefícios

Sua função é gerenciar os benefícios aos quais os colaboradores terão direito. Para isso, precisam realizar uma análise crítica dos benefícios disponíveis e adequá-los a real necessidade dos usuários. Por exemplo: planos de assistência médica e odontológica.

Técnico de segurança do trabalho

É responsável pela implementação de programas que evitem acidentes de trabalho, os programas de prevenção.

Também é seu dever manter os locais de risco sinalizados e com orientações, para que colaboradores e eventuais visitantes não sofram acidentes. Um exemplo frequente são áreas onde é proibido fumar ou utilizar o celular.

Salário: de R$1.600,00 a R$ 4.800,00.

Coordenador de recrutamento e seleção

É ele que implanta e acompanha os processos de recrutamento e seleção para toda a empresa. Ainda é responsável por coordenar a equipe do setor com vistas a executar o plano de ação.

Entre suas responsabilidades estão a criação de vagas, emissão de relatórios com base nos processos seletivos, execução de reuniões demissionais, entre outras.

Salário: de R$1.300,00 a R$5.400,00.

Coordenador de RH

Sua função está diretamente ligada à observação e cumprimento das leis trabalhistas, processos de aposentadoria, contratação, renovação de contratos e desligamentos.

São de sua responsabilidade as atividades do departamento de pessoal, no que diz respeito a salários, comissões, empréstimos e outros.

Salário: R$5.500,00 a R$12.500,00.

Business Partner

O Business Partner é um parceiro estratégico, um consultor interno em RH. O seu trabalho é analisar e modificar sempre que necessário as políticas estabelecidas na empresa.

É necessário que ele conheça os processos e as estratégias internas. Além disso, ele deve atuar como um conselheiro​ da empresa.

Salário: R$1.000,00 e R$8.000,00.

Gerente de RH

Esse é o profissional responsável por gerir pessoas, articulando as atividades dos profissionais do RH.

Fora as atividades já citadas, ele ainda é responsável por promover ações de integração entre os colaboradores, administrar a sua rotina, definir políticas de RH, gerenciar custos do setor, entre muitas outras.

Salário: de R$9.000,00 a R$25.000,00.

Diretor de RH

Sua responsabilidade é organizar todos os colaboradores da empresa. Para isso, acompanha seu desempenho, promove cursos e palestras e outras medidas que busquem o seu aperfeiçoamento.

Ainda precisa delegar funções importantes e garantir que sejam cumpridas as políticas de RH estabelecidas na empresa. Seu foco é o planejamento, gestão de carreira e atuação dos colaboradores.

Salário: de R$15.000,00 a R$45.000,00.

​Essas são algumas das funções de profissionais do RH e suas áreas de atuação. Se você gostou, compartilhe este conteúdo com os seus contatos nas redes sociais!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Aviso prévio: o que você precisa saber sobre o assunto?

As regras de aviso prévio são frequentemente aplicadas no cotidiano do setor de Recursos Humanos. Isso porque, querendo ou não, a demissão de funcionários faz parte da rotina do departamento.  continue lendo »

Artigo 473 da CLT: o que você precisa saber sobre as faltas justificadas

No contexto trabalhista, um dos assuntos que gera muita dúvida é o caso das faltas justificadas — regulamentadas pelo Artigo 473 da CLT. Isso acontece porque nem sempre os gestores  continue lendo »

Licença maternidade: tire todas as suas dúvidas aqui!

A licença maternidade é um direito legal que toda mulher possui, correspondente a um período de 120 a 180 dias remunerados. A licença garante a suspensão de seu contrato de  continue lendo »

Licença paternidade: conheça os direitos dos colaboradores da empresa

Conceder a licença paternidade, em tese, não deveria apresentar grandes dificuldades para o RH. Afinal, basta o conhecimento do prazo legal e do momento exato de seu início para que  continue lendo »

Adicional de periculosidade: você sabe o que é? Confira!

Você sabe quem tem direito a receber o adicional de periculosidade e como este valor deve ser calculado? No Brasil, há toda uma legislação regulamentando essa compensação devida aos trabalhadores  continue lendo »

Licença nojo: entenda o que é e quem tem direito a ela

A legislação trabalhista permite que o colaborador se ausente por alguns dias sem que o período seja descontado de seu salário. É o que acontece, por exemplo, em casos de  continue lendo »