Recrutamento interno: conheça as principais vantagens

8 de setembro de 2017
Kenoby

O recrutamento interno é um processo seletivo no qual os candidatos são os próprios colaboradores da empresa. Ele acontece quando a vaga é preenchida por um atual funcionário da companhia, que ocupava uma posição em outra área ou divisão da organização.

 

Quando surge uma vaga, muitas empresas olham para as opções do mercado antes mesmo de considerarem seus próprios colaboradores. O recrutamento interno é deixado em segundo plano, como uma solução fora do comum, quase uma rebeldia.

Contudo, privilegiar a própria equipe não só é um comportamento adequado, como pode trazer inúmeras vantagens para a continuidade e crescimento do negócio.

Existem alguns modelos para implementar o recrutamento interno na sua empresa. Para entender quais são e qual modelo recomendamos, assista o vídeo a seguir:

O objetivo deste post é esclarecer os benefícios desse modelo, para conscientizar os profissionais de RH sobre sua importância. Prossiga e descubra quais são as vantagens do recrutamento interno e como realizar esse processo!

O que é recrutamento interno?

O recrutamento é um procedimento com diversas etapas, cuja finalidade é encontrar profissionais para ocuparem cargos na empresa. Esse processo pode ser:

  • externo — quando a busca por profissionais tem como fonte o mercado;
  • interno — quando a busca se restringe aos profissionais da própria empresa;
  • misto — quando o processo abrange ambos os grupos.

Quais são os procedimentos de recrutamento interno?

As principais fontes de recrutamento interno são os departamentos da empresa. Contudo, a maneira como abordamos os profissionais em cada setor pode variar bastante.

Por isso, surgiram diferentes procedimentos ou tipos de recrutamento interno. Por exemplo:

  • recrutamento informal — busca dentro de um departamento ou setor, quase sempre pela indicação de um gerente;
  • abertura de vaga — comunicação a todos os setores, de modo que qualquer profissional possa se candidatar ao cargo;
  • reenquadramento — promoção de profissionais que façam parte da carreira, a partir dos critérios do plano de cargos e salários.

Nesse sentido, o ideal é se aprofundar e encontrar a opção que melhor atenda às necessidades da sua empresa.

Quais são os critérios de recrutamento interno?

O recrutamento interno deve sempre aplicar critérios objetivos de seleção e tratar os colaboradores com o máximo de igualdade.

Sendo assim, fatores como produtividade, qualificações, estratégias empresariais e perfil comportamentaldevem ter grande peso na hora da seleção dos candidatos.

Afinal, se nossa escolha se pautar por amizade e outras questões subjetivas, a tendência é a queda da motivação da equipe.

Quais são as vantagens do recrutamento interno?

Na prática, podemos verificar vantagens e desvantagens de recrutamento interno e externo, de modo que os gestores de RH devem avaliar a melhor opção caso a caso.

De todo modo, o xis da questão é sempre considerarmos a possibilidade de limitar o processo aos próprios colaboradores — isso porque essa medida apresenta quatro vantagens:

1. Menor custo

A opção por um recrutamento interno elimina e simplifica etapas, além de cortar despesas com divulgação, testes, entrevistas e afins.

Isso ocorre porque o número de candidatos será sensivelmente menor, bem como as ações necessárias para alcançá-los e filtrar seus conhecimentos e perfis.

2. Conhecimento prévio

Outra vantagem é o quanto já conhecemos nossos profissionais, principalmente em relação às suas atitudes e competências.

Assim, os métodos de seleção podem focar em temas específicos da nova função, porque os itens gerais já constam nos registros da empresa.

3. Motivação dos colaboradores

Privilegiar os profissionais da empresa é uma forma de estimular o constante aperfeiçoamento e aumento de produtividade.

Trata-se de um incentivo com impacto na chamada retenção de talentos, uma vez que o próprio negócio oferecerá opções de crescimento profissional.

4. Índice de acerto

Como resultado de uma seleção mais focada e com conhecimento prévio, a tendência é o aumento do número de acertos. Os profissionais internos já estão acostumados aos níveis de exigência, cultura organizacional e desafios da empresa.

Logo, sua adaptação abrangerá apenas as atividades específicas do novo cargo, aumentando as chances de êxito nesse processo.

Sendo assim, adotar o recrutamento interno impacta a eficiência dos processos seletivos e, consequentemente, traz benefícios para empresa como um todo.

Como fazer um recrutamento interno eficiente?

Para fazer um recrutamento interno eficiente, é importante seguir algumas dicas.

Conheça bem o candidato

Conhecer bem o candidato é fundamental para escolher a pessoa certa para a vaga. Saber como o profissional produz, como ele se relaciona com os colegas de trabalho e se ele é proativo e cooperativo é muito importante.

Uma grande vantagem no recrutamento interno é que ter referências dos profissionais é um processo fácil, pois as pessoas que vão passar as informações estão dentro da própria empresa. Assim, aproveite o momento de checar as referências para conhecer a fundo os seus candidatos.

Opte por pessoas com experiência

Pessoas com mais experiência na empresa têm mais a oferecer do que os novatos. Assim, ao desenvolver um recrutamento interno, é importante priorizar os colaboradores que têm um tempo maior na empresa.

Eles já conhecem melhor a dinâmica de trabalho e podem cooperar mais com as tarefas. Além disso, já conhecem a maior parte da equipe, o que contribui para que tenham mais facilidade na execução das atividades.

Esse é um fator de motivação para o colaborador, pois ele demonstra que os gestores valorizam o tempo de serviço prestado que o profissional tem. Assim, há respeito ao princípio meritocrático, pois quem se dedica à empresa há mais tempo é priorizado na seleção.

Atualize as informações dos funcionários periodicamente

A vida profissional dos funcionários está em constante atualização. Eles realizam cursos, certificações, se formam em novas faculdades, fazem formações presenciais e à distância, participam de trabalho voluntário e adquirem novas experiências.

Ou seja, é muito importante manter um banco de dados atualizado sobre os colaboradores. Muitas vezes, você pode precisar de serviços na empresa que alguns membros do time já têm uma habilitação e podem realizar um ótimo trabalho.

Realize os testes necessários

Só porque os candidatos já são conhecidos por já pertencerem à empresa, não significa que avaliar suas competências é desnecessário. Aplicar as avaliações apropriadas para verificar se o profissional tem as habilidades exigidas para o cargo é muito importante.

Os testes permitem analisar se o colaborador tem os aspectos exigidos para o desempenho de tarefas que são diferentes das que ele usualmente realiza. Assim, você pode verificar se o trabalhador se adéqua ao perfil ideal da vaga.

Invista em uma plataforma para otimizar o processo de recrutamento

O recrutamento e a seleção podem se tornar mais fáceis com ajuda de recursos tecnológicos. Uma plataforma como o Kenoby pode aumentar a assertividade da seleção, por meio de múltiplas funções que integram as fases do processo.

Com o Kenoby, a triagem é otimizada e você pode registrar o parecer de cada entrevista, o que facilita a realização da análise posterior e a tomada de decisão.

Além disso, você pode gerenciar as várias seleções que estão sendo realizadas com o uso de dashboards, o que facilita o acompanhamento das fases em cada processo.

A gestão de documentos para a contratação e o contato com os profissionais para as entrevistas de devolução também são agilizados com o Kenoby. Com essa ferramenta inteligente, todo o processo seletivo se torna mais efetivo.

Neste post, você pôde conhecer mais do recrutamento interno, sabendo de suas vantagens, critérios e os procedimentos necessários para realizá-lo com sucesso. Essa modalidade de busca de profissionais para preencherem as vagas é um excelente motivador na empresa e promove benefícios como agilidade no processo e facilidade de adaptação do contratado.

Realizar o recrutamento interno se torna ainda mais positivo com o apoio de um software como o Kenoby. Essa ferramenta vai tornar os procedimentos mais eficientes e eficazes, contribuindo para seleções mais assertivas e bem-sucedidas.

Gostou de aprender mais sobre esse assunto? Então assine a nossa newsletter e receba, em primeira mão, outros conteúdos valiosos diretamente em seu e-mail!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Inteligência Artificial no recrutamento e seleção: Como aplicar?

As condições sociais, culturais, econômicas e organizacionais são aspectos fundamentais na prática de recursos humanos. Com a globalização e o aumento do acesso à internet, surgiram práticas de gestão que  continue lendo »

Machine learning no recrutamento e seleção: Como funciona?

O grupo de pesquisa TI global IDC prevê que, até 2020, aproximadamente US$ 47 bilhões da receita mundial do mercado de soluções cognitivas serão empregados com machine learning (aprendizado de máquina) e inteligência  continue lendo »

Saiba como medir a estabilidade de um software de Recrutamento e Seleção

A tecnologia evolui, dia após dia, para auxiliar nas tarefas cotidianas tanto de empresas quanto de pessoas. Mas isso, de nada adianta se os softwares e serviços utilizados não forem  continue lendo »

Após recorde de vendas, 3º Kenoby Talks libera mais 200 ingressos para o maior evento de R&S do Brasil

Com a proposta de fomentar a troca de novas tendências e o networking, o Kenoby Talks chega em sua terceira edição e se consolida como o maior evento de Recrutamento  continue lendo »

Recrutamento misto: quais as suas vantagens e como aplicá-lo?

Abrir uma vaga de emprego é também disponibilizar uma oportunidade para a captação de um profissional talentoso. Porém, para que isso se torne real, é preciso entender quais são as  continue lendo »

Planejamento de RH: passo a passo completo para elaborá-lo

O papel do setor de recursos humanos (RH) nas corporações se transformou muito nas últimas décadas. Deixando de ser apenas uma área burocrática, o RH se tornou um núcleo com  continue lendo »