Recrutamento interno: conheça as principais vantagens

8 de setembro de 2017
Kenoby

Quando surge uma vaga, muitas empresas olham para as opções do mercado antes mesmo de considerarem seus próprios colaboradores. O recrutamento interno é deixado em segundo plano, como uma solução fora do comum, quase uma rebeldia.

Contudo, privilegiar a própria equipe não só é um comportamento adequado, como pode trazer inúmeras vantagens para continuidade e crescimento do negócio.

Por isso, o objetivo do texto de hoje é esclarecer os benefícios desse modelo, a fim de conscientizar os profissionais de RH sobre sua importância. Prossiga e descubra 4 vantagens do recrutamento interno!

O que é recrutamento interno?

O recrutamento é um procedimento com diversas etapas, cuja finalidade é encontrar profissionais para ocuparem cargos na empresa.

Esse processo pode ser:

  • Externo, quando a busca por profissionais tem como fonte o mercado;
  • Interno, quando a busca se restringe aos profissionais da própria empresa;
  • Misto, quando o processo abrange ambos os grupos.

Quais são os procedimentos de recrutamento interno?

As principais fontes de recrutamento interno são os departamentos da empresa. Contudo, a maneira como abordamos os profissionais em cada setor pode variar bastante.

Por isso, surgiram diferentes procedimentos ou tipos de recrutamento interno. Por exemplo:

  • Recrutamento informal: busca dentro de um departamento ou setor, quase sempre pela indicação de um gerente;
  • Abertura de vaga: comunicação a todos os setores, de modo que qualquer profissional possa se candidatar ao cargo;
  • Reenquadramento: promoção de profissionais que façam parte da carreira, a partir dos critérios do plano de cargos e salários;

Nesse sentido, o ideal é se aprofundar e encontrar a opção que melhor atenda as necessidades da sua empresa.

Quais são os critérios de recrutamento interno?

O recrutamento interno deve sempre aplicar critérios objetivos de seleção e tratar os colaboradores com o máximo de igualdade.

Sendo assim, fatores como antiguidade, produtividade, qualificações, estratégias empresariais e perfil comportamental devem ter grande peso na hora de selecionar os candidatos.

Afinal, se nossa escolha se pautar por amizade e outras questões subjetivas, a tendência é a queda da motivação da equipe.

Quais são as vantagens do recrutamento interno?

Na prática, podemos verificar vantagens e desvantagens de recrutamento interno e externo, de modo que os gestores de RH devem avaliar a melhor opção caso a caso.

De todo modo, o xis da questão é sempre considerarmos a possibilidade de limitar o processo aos próprios colaboradores. Isso porque, essa medida apresenta 4 vantagens:

1. Menor custo

A opção por um recrutamento interno elimina e simplifica etapas, além de cortar despesas com divulgação, testes, entrevistas e afins.

Isso ocorre porque o número de candidatos será sensivelmente menor, bem como as ações necessárias para alcançá-los e filtrar seus conhecimentos e perfis.

2. Conhecimento prévio

Outra vantagem é o quanto já conhecemos nossos profissionais, principalmente em relação às suas atitudes e competências.

Assim, os métodos de seleção podem focar em temas específicos da nova função, porque os itens gerais já constam nos registros da empresa.

3. Motivação dos colaboradores

Privilegiar os profissionais da empresa é uma forma de estimular o constante aperfeiçoamento e aumento de produtividade.

Trata-se de um incentivo com impacto na chamada retenção de talentos, uma vez que o próprio negócio oferecerá opções de crescimento profissional.

4. Índice de acerto

Como resultado de uma seleção mais focada e com conhecimento prévio, a tendência é o aumento do número de acertos. Os profissionais internos já estão acostumados aos níveis de exigência, cultura organizacional e desafios da empresa.

Logo, sua adaptação abrangerá apenas as atividades específicas do novo cargo, aumentando as chances de êxito nesse processo.

Sendo assim, adotar o recrutamento interno impacta a eficiência dos processos seletivos e, consequentemente, traz benefícios para empresa como um todo.

Se você gostou do post de hoje, assine nossa newsletter e receba outros textos relevantes sobre a gestão de recursos humanos!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

2º Kenoby Talks: como os expositores contribuirão para o seu recrutamento

A edição deste ano contará com 6 parceiros, que marcarão presença nos estandes do evento, trazendo muitas novidades e oportunidades de negócios. Muito além de apenas um evento de Recrutamento  continue lendo »

Design Thinking no RH: Veja como o 2º Kenoby Talks abordará este tema

“Não me traga problemas, me traga soluções”. Você, provavelmente, já ouviu essa frase em algum momento da sua carreira. O fato é que, por mais que nos preparemos, nem sempre  continue lendo »

Gestor de RH: 5 dicas para engajar o seu time

Todo profissional almeja ter uma carreira de sucesso. Entretanto, a sua ascensão é desafiadora, pois o cargo pretendido requer sempre um nível superior de conhecimento. Em determinado momento da carreira  continue lendo »

4 passos para mapear a cultura organizacional de uma empresa

A cultura organizacional de uma empresa é um conjunto composto pela missão, visão e valores, bem como as normas e os comportamentos adotados por ela e que devem ser reproduzidos  continue lendo »

Demissão por justa causa: conheça os motivos mais comuns

Uma das principais tarefas do RH é buscar executar contratações cada vez mais eficientes. Entretanto, é inevitável que, eventualmente, seja necessário o desligamento de colaboradores que não estão conseguindo realizar  continue lendo »

Reforma Trabalhista: compreendendo o seu impacto no RH das empresas

Por que a reforma trabalhista é necessária? Flexibilizar! Esta é a palavra mais adequada para compreender a reforma trabalhista. A nossa legislação que regula a relação de trabalho entre empregador  continue lendo »