Recrutamento misto: quais as suas vantagens e como aplicá-lo?

14 de Maio de 2018
Kenoby

Abrir uma vaga de emprego é também disponibilizar uma oportunidade para a captação de um profissional talentoso. Porém, para que isso se torne real, é preciso entender quais são as melhores maneiras de recrutar candidatos, seja interna ou externamente, ou ainda por recrutamento misto.

Se você não sabe qual é a melhor opção ou a qual delas recorrer na sua empresa, confira este post até o final. Nele você encontrará informações importantes sobre os tipos de recrutamento: interno, externo, online e misto.

Ainda, poderá conferir as vantagens da combinação desses tipos (o recrutamento misto) e como executá-lo. Vamos lá?

Tipos de recrutamento

Interno

O recrutamento interno é uma busca aos talentos que já compõem as equipes de trabalho da empresa. Dessa forma, possibilita-se o crescimento do colaborador. Por meio desse tipo de recrutamento, é possível trocar uma pessoa de setor, proporcionando a ela novos desafios e conhecimentos.

As vantagens desse modelo de recrutamento são bastante perceptíveis. Além de ser muito mais econômico, conta com o benefício de o profissional realocado já conhecer a empresa, suas normas e a cultura organizacional.

Dessa forma, a adaptação do funcionário fica à cargo apenas da nova função e não do ambiente de trabalho como um todo. Também por essa razão, é preciso se manter atento a alguns detalhes referentes ao recrutamento interno.

Não é raro que as equipes de trabalho enfrentem um clima de competição quando uma vaga é aberta. Isso porque só um profissional será selecionado, causando a frustração dos demais. Por isso, é muito importante manter uma comunicação aberta, prezar pela clareza nos processos e gerar feedbacks para todos os envolvidos.

Veja o vídeo abaixo que explica como pode ser feito o Recrutamento Interno:

Externo

Já o recrutamento externo é o oposto ao interno. Ele acontece fora da empresa, como costumamos ver em anúncios espalhados pela cidade ou em sites de recrutamento e seleção. Apesar de ser um tipo de recrutamento mais lento, ele também pode gerar benefícios para a empresa.

A principal contribuição do recrutamento externo é a possibilidade de renovar os ares na equipe. Isso significa levar para dentro da empresa uma pessoa com ideias novas, sem vícios de convívio ou atuação. Isso pode ajudar a abrir a visão da companhia.

Por se tratar de um processo que atrai profissionais desconhecidos, ele demanda mais tempo de execução. Dessa forma, se torna mais custoso e um pouco mais arriscado, já que depende da confiança que se estabelece entre entrevistador e candidato.

Para te ajudar na etapa das entrevistas, faça o download gratuito do Kit de Entrevistas de Candidatos.

KIT: Checklist + Planilha para Entrevista de Candidatos


 

O ideal é aplicar testes e dinâmicas que permitam conhecer os perfis profissionais de forma mais aprofundada. Outro ponto importante é optar por alguém possa realmente agregar na equipe, para não soar como uma forma de colocar panos quentes no dia a dia de trabalho, principalmente se tratando de cargos de liderança.

Online

O recrutamento online é uma das formas mais baratas e econômicas de encontrar o candidato ideal. Os motivos são simples: ele automatiza o processo e conta com softwares com uma vasta base de dados.

Além dos sites voltados para essa finalidade, como o LinkedIn, por exemplo, existem diversas outras opções. Até mesmo o Facebook tem sido utilizado com a finalidade de divulgar vagas e encontrar profissionais.

Também existem as empresas especializadas em recrutamento e seleção, que dispõem de uma boa base de dados para encontrar os candidatos certos. Dessa forma, fica mais simples filtrar os perfis de acordo com a descrição da vaga.

O importante nesse tipo de recrutamento é se manter atento às informações fornecidas pelo profissional em seu cadastro. Afinal de contas, são elas que permitirão chegar à pessoa.

Misto

O processo de recrutamento misto consegue ser um dos mais efetivos, pois combina o recrutamento interno e externo, tornando as possibilidades mais vastas. Ele é bem visto por não excluir nenhum candidato no processo seletivo, ou seja, abre oportunidade para novas ideias e também dá uma chance aos que já trabalham na empresa.

Sua execução pode ocorrer de forma equilibrada, em que candidatos internos e externos disputam as mesmas vagas. Outra possibilidade é definir cotas, direcionando as vagas parte para os funcionários e parte para o público externo.

Vantagens do recrutamento misto

Como já foi citado, o recrutamento é tido como um dos mais efetivos. Essa vantagem é percebida não só pela empresa, mas também pelos candidatos, que podem disputar uma oportunidade desejada. Mas não para por aí. Continue conosco e entenda algumas outras vantagens:

Desenvolvimento profissional

Os profissionais que buscam essa oportunidade, especialmente os que já estão dentro da empresa, têm a chance de crescer e se desenvolver internamente. Isso contribui para a motivação individual e também para os resultados da empresa, que contará com um funcionário dedicado e com vontade de avançar ainda mais.

Proatividade

Se a zona de conforto é algo capaz de paralisar as equipes, um recrutamento misto é a chave para quebrar essa barreira. Independentemente de ser um profissional interno ou externo, ele vai tentar dar o melhor de si e provar que merece a oportunidade recebida. Assim, a empresa cresce junto com o desenvolvimento da carreira do colaborador.

Qualidade da equipe

Outra vantagem importante é o nível de capacitação dos profissionais que você levará para a nova vaga. Não importa se o candidato for interno ou externo, ele estará preparado para a execução das atividades. Isso significa ainda mais sucesso nos resultados da empresa.

Economia

Se considerados os fatores de tempo e disponibilidade de recursos (candidatos), o recrutamento misto tem o melhor custo-benefício. Isso porque é muito mais ágil e com um poder de alcance significativamente maior.

Execução do recrutamento misto

Entre as formas de estruturar o recrutamento misto estão as seguintes:

1. Recrutamento externo e depois interno

É possível disponibilizar primeiramente as vagas para o público externo. Depois de avaliar os currículos e perfis, caso nenhum profissional se encaixe nos requisitos, basta liberar o anúncio para os colaboradores.

2. Recrutamento interno e depois externo

A segunda opção é procurar um profissional que já faça parte da equipe. A partir daí, se nenhum deles for qualificado o suficiente, o recrutamento passa a ser aberto para candidatos externos.

3. Processo concomitante

A última opção é a mais ágil delas. Trata-se do recrutamento sendo realizado interna e externamente ao mesmo tempo. Assim, os candidatos poderão concorrer de forma equiparada e disputar uma vaga para a qual devam ser qualificados.

Agora que você já sabe tudo sobre o recrutamento misto, é hora de conhecer uma abordagem mais agressiva, capaz de trazer resultados ainda melhores. Acompanhe o nosso post Hunting: Tire todas as suas dúvidas sobre esse tema.

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Machine learning no recrutamento e seleção: Como funciona?

O grupo de pesquisa TI global IDC prevê que, até 2020, aproximadamente US$ 47 bilhões da receita mundial do mercado de soluções cognitivas serão empregados com machine learning (aprendizado de máquina) e inteligência  continue lendo »

Inteligência Artificial no recrutamento e seleção: Como aplicar?

As condições sociais, culturais, econômicas e organizacionais são aspectos fundamentais na prática de recursos humanos. Com a globalização e o aumento do acesso à internet, surgiram práticas de gestão que  continue lendo »

Novas tendências de Recrutamento e Seleção: Como será o futuro próximo?

O próximo ano promete muitas novidades e mudanças no nosso dia-a-dia. Grandes acontecimentos, como as eleições presidenciais e a copa do mundo, por exemplo, devem promover diversas novas formas de  continue lendo »

Planejamento de RH: passo a passo completo para elaborá-lo

O papel do setor de recursos humanos (RH) nas corporações se transformou muito nas últimas décadas. Deixando de ser apenas uma área burocrática, o RH se tornou um núcleo com  continue lendo »

Encontro Sul Brasileiro de R&S: Marcel Lotufo, o CEO da Kenoby, confirma presença no evento

O evento promovido pela ABTD/PR – Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento do Paraná e será  realizado no Centro de Eventos “Encontroda Amazônia”, em Curitiba – PR, promete muita inovação  continue lendo »

Entenda a importância de fit cultural de candidatos e saiba identificar

O processo de recrutamento e seleção de pessoas é essencial para a integração de talentos, formação de equipes comprometidas e melhor desempenho da empresa. Há, no entanto, que se considerar  continue lendo »