Orçamento de RH: como reduzir custos de forma inteligente

9 de maio de 2017
Micaela Burcatovsky

No contexto econômico atual, sabe-se que uma porcentagem relevante das empresas brasileiras estão sendo atingidas pela crise, o que desperta a necessidade de otimizar seus recursos financeiros. Quer saber como é possível reduzir custos no RH? Continue a leitura e confira!

Conheça os principais custos de RH

O orçamento do RH não é nada simples. É o conjunto de todos os custos, fixos e variáveis deste departamento. Ele contempla tudo aquilo que vai acontecer e que a área pode gastar no exercício seguinte.

PECO (Custo de Pessoal)

São várias linhas que compõem este orçamento. A maior, sem dúvida, é o PECO (massa salarial da folha de pagamento, seus impostos e benefícios). Dentro dela, podemos destrinchar em linhas menores, como:

  • Salário;
  • 13º salário;
  • Encargos trabalhistas;
  • Comissões;
  • Vale transporte;
  • Vale refeição;
  • Convênio médico;
  • Entre outros.

Abaixo da linha do PECO, existe também uma linha de provisões, onde estão os valores projetados a serem gastos no exercício seguinte, que não são 100% confirmados ainda, como:

  • Indenizações;
  • Provisões trabalhistas;
  • Dissídio (baseado no IGP-M);
  • Reajustes anuais de salário;
  • Reajuste de fornecedores;
  • Entre outros.

Recrutamento e Seleção

Outra linha importante no orçamento é referente a recrutamento e seleção. As subdivisões dela  são:

  • Consultorias (desde agências de emprego até headhunter);
  • Portais de vagas pagos;
  • Softwares destinados à área.

Treinamento e Desenvolvimento

Além do PECO (Personal Cost) e do custo com recrutamento e seleção, existe uma terceira grande linha que é de treinamento e desenvolvimento, também chamado em algumas empresas de DHO (Desenvolvimento Humano Organizacional). Neste item, são contemplados os custos com consultorias (empresas de treinamento terceirizadas), ajuda de custo para estudo, e até software de gestão de desempenho.

Como reduzir custos de recursos humanos

Existem algumas ações no curto e no longo prazo que podem ser tomadas para reduzir custos do RH. Confira abaixo:

1) Recalcule a provisão de custos

Como dito acima, as provisões são reservas de recursos que asseguram os custos futuros do departamento. Normalmente, elas são calculadas no fechamento do orçamento anual do exercício seguinte. No decorrer do ano, podemos identificar que o valor reservado é maior do que o necessário, ou seja, estão sobrando recursos. Por isso, recalcular as provisões é uma dica importante para que sejam descobertos pontos de economia no orçamento da área.

2) Verifique o headcount da empresa

O headcount é um indicador referente à quantidade de funcionários de uma organização. Ao verificá-lo, temos o objetivo mensurar se a quantidade e a qualidade das pessoas que trabalham na empresa estão adequadas. Desta forma, será possível tomar decisões importantes que poderão aumentar a lucratividade e reduzir custos. Entenda como otimizar o headcount da sua empresa lendo este post.

3) Ajuste o salário das novas contratações

Avaliar se os salários oferecidos pela empresa estão de acordo com o mercado, gera uma ótima oportunidade para enxugar o orçamento de RH. Esta análise é realizada para identificar se existe a possibilidade de reduzir um percentual dos salários ofertados, sem perder a competitividade no recrutamento dos profissionais. Feito isso, ao recalcular o PECO no médio prazo, será constatada uma grande economia para a empresa.

4) Revise os benefícios oferecidos

Em épocas onde a redução de custos é necessária, aconselha-se que o RH revise os benefícios oferecidos aos funcionários. É possível negociar preços e ajustes com os fornecedores atuais e, ao mesmo tempo, mapear outras opções de mercado para, se houver uma opção com melhor custo-benefício, trocar de fornecedores. Não esqueça de se assegurar que as mudanças não prejudiquem os colaboradores, é claro!

5) Automatize os processos manuais

São muitos os processos que podem ser automatizados, em diversas áreas. Em recrutamento e seleção, por exemplo, a utilização de um software que reúna todas as atividades da área, elimine o uso de planilhas, envie e-mails em massa, permita uma triagem inteligente, etc, irá economizar muito o tempo do recrutador. Se tempo é dinheiro, esta é uma ótima oportunidade de economia. Parece irônico, mas este é um investimento que reduzirá muito os custos do departamento.

6) Reduza o turnover, contratando melhor

Esta é uma dica que o resultado será notado no longo prazo e terá uma grande redução de custos no RH, se realmente houver melhoria. A rotatividade dos colaboradores é uma situação que desperdiça muito os recursos da empresa, visto que há um grande investimento na contratação, ramp up e treinamento dos profissionais. Sem mencionar o tempo de vacância, que é o período no qual a vaga fica vazia, reduzindo a produtividade e a lucratividade da empresa. Por isso, vale muito a pena investir em estratégias para melhorar a contratação de novos colaboradores, a fim de reduzir o turnover. Para saber mais sobre como reduzir o turnover, acesse este post.

7) Melhore os treinamentos

Você deve estar pensando: “Treinamentos?”. Pois é! Em tempos de crise não devemos cortar treinamentos, mas sim melhorá-los! Treinamentos são investimentos fundamentais para a economia de custos a médio/longo prazo. É fundamental possuir um time qualificado para saber como reter os clientes da empresa. Este não é um momento para reduzir faturamento, correto? E, principalmente, ter colaboradores com alto nível de conhecimento aumenta a produtividade que, consequentemente, impulsiona a lucratividade da empresa.

8) Faça campanhas internas

Pense em campanhas que possam reduzir custos, como a utilização de copos descartáveis, economia de luz, racionamento de papéis, entre outros. Para reduzir o consumo de copos, incentive os colaboradores da sua empresa a trazerem sua própria garrafinha ou caneca. Se você não tem um sistema de desligamento automático de luzes, lembre os colaboradores de desligarem as luzes sempre que saírem do banheiro e deixe alguém responsável por verificar se todas as luzes e ar condicionado foram desligados ao final do dia, principalmente antes do fim de semana ou feriado.

 


O que achou das nossas dicas? Aproveite para compartilhar com os seus colegas da área! Juntos, vamos superar a crise transformando-a em uma oportunidade para otimizar os recursos da empresa e para aumentar a lucratividade dos negócios.

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Como calcular o custo de um funcionário para a empresa?

Os encargos trabalhistas e os benefícios oferecidos têm impacto direto nos custos de um colaborador para a empresa. Essa oneração da folha de pagamento pode chegar a 80% do salário bruto do empregado.  continue lendo »