RH + Festa Junina/Julina: como aproveitar este período para integrar os colaboradores

21 de junho de 2019
Kenoby

Uma das festividades mais aguardadas e queridas do primeiro semestre, a festa junina, além de toda a diversão, é uma situação perfeita para promover o engajamento e a interação entre os colaboradores, enquanto melhora o clima organizacional e fortalece a marca empregadora.

Por esse motivo, mais do que contar os itens tradicionais da festa, como pipoca, maçã-do-amor, arroz doce, fogueiras, roupas xadrez, brincadeiras e danças, é fundamental que o RH, junto dos gestores, proporcionem espaços confortáveis e eventos descontraídos, visando melhorar e aproximar o relacionamento entre empresa e equipe.

E, apesar da festa ser comemorada tradicionalmente em Junho, é válido estender as festividades para o mês seguinte, Julho, com o objetivo de engajar os colaboradores.

Por isso, se você quer saber como definir as principais estratégias para criar um ambiente ideal para a festividade, acompanhe esse post até o final!

Festeje, cative e comemore!

O período deve ser visto como uma grande oportunidade para prover a interação entre os funcionários de todos os setores, pois dificilmente algum colaborador terá aversão às brincadeiras e o momento festivo.

Assim, além de reunir a equipe para um momento de festividade, o RH pode aproveitar a ocasião para engajar a equipe em favor dos resultados desejados e fortalecer a marca empregadora por meio da criação de vídeos e fotos que podem ser utilizados na página de carreiras.

Se você quer saber mais sobre como criar e fortalecer sua imagem dentro do mercado, garanta agora o seu acesso gratuito ao nosso Manual para desenvolver a Marca Empregadora.

RH + festa junina/julina = benefícios para a empresa

Com uma proposta leve e descontraída, a festa junina abre espaço para que algumas dinâmicas sejam realizadas, criando oportunidades para que o RH realize diferentes tipos de avaliações sobre o clima organizacional.

A interação, interesse e disposição dos colaboradores em participar das brincadeiras relacionadas ao evento e a maneira como se portam fornecem informações valiosas para o setor.

Nela, podemos realizar, também, abordagens informais, porém estruturadas, para o levantamento de dados através de situações que acabam passando batidas no cotidiano das empresas.

Além disso, o RH deve encarar o momento como uma ferramenta para reforçar a importância que os funcionários possuem para a companhia, despertar o sentimentos de serem importantes e motivo de orgulho para o time.

Outra boa oportunidade se dá na possibilidade dos colaboradores levarem familiares para a festividade. Assim, esposas, maridos e filhos poderão conhecer e entender mais sobre a vida profissional do familiar.

Consequentemente, essas ações irão gerar um ambiente de trabalho mais agradável, despertando maior confiança das pessoas na empresa e aumentando a união e o engajamento das equipes.

Festa junina, julina e RH: como engajar os colaboradores

Com um RH estratégico, a data pode – e deve – ser aproveitada para engajar os colaboradores por meio de ações que vão além de um convite personalizado.

Existem oportunidades que, se aproveitadas, irão promover ainda mais a união e o empenho dos times para alcançar resultados melhores, confira!

Arraiá colaborativo

Alguns aspectos da organização, como budget, local da festa e horário, devem ser definidos pelo RH conjunto com a diretoria da empresa. Mas outros, podem ser delegados para promover a interação.

A empresa pode ser dividida em grupos, onde cada um deles possui funções específicas sobre a organização do evento. Enquanto um deles deve organizar as brincadeiras, outro deve organizar a quadrilha e um terceiro pode cuidar da decoração e distribuir pontos para o melhor executado, ou para a equipe que primeiro finalizar.

Esse tipo de ação tende a engajar os colaboradores, que querem entregar uma festa impecável. Afinal, quem irá desfrutar dela serão eles mesmos. Além disso, se os familiares forem permitidos, o esforço por um evento inesquecível será ainda maior.

Pula a fogueira, iá-iá

O RH pode motivar os funcionários a realizar e participar da quadrilha. Em empresas com um alto número de funcionários, a ação pode ser ainda melhor: as pessoas podem ser divididas em grupos e o que era uma dança, pode virar uma competição e a equipe vencedora pode ser premiada com itens simbólicos, como medalha de melhor dançarino, ou itens típicos, como chapéus de palha ou lenços-xadrez.

Apesar de simbólico, a ideia da premiação cria um ambiente de interação e esforço saudável, que serve para motivar a equipe e motivar os times.

Elogio elegante

Quer elogiar aquele colega de trabalho que você não conversa muito, ou tem vergonha? Uma ótima alternativa é fazer um correio elegante para poder aumentar a autoestima com feedbacks sobre um bom trabalho, ou até mesmo, encontrar um xodó secreto.

Melhor caracterização

Aqui, a ideia é simples e pode ser colocada em prática independentemente do tamanho da empresa: a pessoa que estiver melhor caracterizada é premiada.

O prêmio pode variar desde um dia de folga, home office até o que for definido pelo gestor. Já a votação para definir o vencedor, pode ser feita pelos próprios colaboradores, mas com uma regra: não vale votar em si mesmo.

Neste post, você descobriu como uma simples comemoração festiva pode ser uma grande oportunidade para engajar e entrosar os colaboradores. Se você gostou, assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

Rating: 5.0/5. From 3 votes.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Treinamento e desenvolvimento: Tire suas dúvidas sobre esse tema
Treinamento e desenvolvimento: Tire suas dúvidas sobre esse tema

O treinamento e desenvolvimento é uma das atividades mais importantes nos processos de recrutamento de profissionais nas empresas. Essa etapa é considerada fundamental para garantir o aprimoramento dos colaboradores, bem como a  continue lendo »

Absenteísmo: como solucionar este grande problema?
Absenteísmo: como solucionar este grande problema?

Absenteísmo é o nome dado à prática de se abster do trabalho, ou melhor, estar afastado das atividades diárias. As causas para isso são diversas, incluindo faltas por doenças ou  continue lendo »

Teste palográfico: entenda o que é e por que utilizá-lo
Teste palográfico: entenda o que é e por que utilizá-lo

Na hora de contratar um novo profissional, é importante ir além das competências técnicas. Isso significa que é essencial contar também com ferramentas validadas e eficientes para avaliar traços individuais  continue lendo »

Modelos de gestão por competências: conheça os 3 principais tipos
Modelos de gestão por competências: conheça os 3 principais tipos

Empresas bem-sucedidas entendem a relevância da gestão por competências para um melhor aproveitamento do capital humano e resultados mais satisfatórios. Entretanto, é importante ir além desse reconhecimento, compreendendo os modelos  continue lendo »

Afinal, como fazer gestão por competências na empresa?
Afinal, como fazer gestão por competências na empresa?

Há muitas maneiras de fazer gestão de pessoas. Você pode contratar alguém por afinidade ou indicação de um amigo, por exemplo, o que não é uma boa ideia. Outra possibilidade  continue lendo »

Gestão de pessoas: saiba como fazer e mensure os seus resultados
Gestão de pessoas: saiba como fazer e mensure os seus resultados

A gestão de pessoas é um conjunto de habilidades, técnicas e métodos que visam potencializar o capital humano, além de administrar e potencializar seus recursos dentro das empresas. Não é  continue lendo »