Roteiro de entrevista: Confira o passo a passo para montar um de sucesso

8 de dezembro de 2017
Kenoby

Um roteiro de entrevista de emprego bem estruturado é fundamental para contratações de sucesso. Por meio de perguntas estratégicas, você tem condições de analisar características e habilidades pessoais, avaliar diferentes perfis profissionais e definir qual candidato é o mais adequado para assumir o cargo na sua empresa.

Para que o processo da entrevista seja bem-sucedido, é fundamental ter clareza sobre as necessidades da empresa, bem como ter conhecimento das especificidades do setor solicitante, para, então, definir o perfil do candidato. Assim, você terá as informações necessárias para a condução da entrevista.

Antes de começar, queremos te oferecer um material rico que irá te auxiliar a realizar entrevistas. Baixe gratuitamente o kit de entrevistas de candidatos.

KIT: Checklist + Planilha para Entrevista de Candidatos


Separamos um passo a passo para você fazer o seu roteiro de entrevista. Acompanhe!

O que é um roteiro de entrevista

Um roteiro de entrevista se assemelha a uma pauta, já que, no final das informações apuradas com o setor solicitante, você terá condições de pautar toda a entrevista. Afinal, estamos falando de um processo que pode demorar dias, por isso é necessário cuidado.

Seguir um roteiro de entrevista é uma forma de elaborar as informações que devem ser levantadas e respondidas tanto pelo candidato como pelo entrevistador.

O roteiro de entrevista é um elemento relevante para o bom andamento das suas atividades enquanto recrutador. Portanto, ajudará a criar um momento único, tornando o processo coerente e facilitando o atingimento dos objetivos pelos envolvidos.

Passo a passo para realizar uma entrevista

O que deve ser informado, quais questões devem ser levantadas e, até mesmo, a roupa que se deve usar são perguntas que afligem tanto o lado do candidato como o do entrevistador.

O momento da entrevista de emprego é a oportunidade de o entrevistado contar suas experiências, um pouco mais sobre a sua personalidade e como ele pode somar ao desenvolvimento da organização em que deseja trabalhar. Também é uma maneira da instituição procurar o candidato ideal para ela.

Podemos estruturar, em 6 passos, o planejamento de uma entrevista. Veja a seguir!

1. Dê atenção à apresentação da empresa

Primeiramente, é interessante que você apresente a empresa e explique o que a organização espera do candidato para a vaga em questão.

É importante também que o candidato se sinta à vontade, e que você se mostre acolhedor nesse momento. Isso facilitará o bom andamento da entrevista.

Para o candidato, uma boa apresentação da empresa é importante, por isso, seja educado e tenha energia ao falar, focando sempre no roteiro da entrevista e nas questões levantadas. É fundamental que, nesse primeiro momento, você transmita ao candidato os valores e exigências da empresa.

2. Faça as perguntas certas para a entrevista de seleção

Com as especificações de perfil desejadas pela organização, faça as perguntas ao candidato, para ter certeza de que ele se enquadra nas exigências do cargo.

Com a ajuda do currículo, verifique as informações declaradas e converse com o candidato para permitir que ele argumente melhor alguns pontos. Assim, você pode apurar a veracidade das informações e tirar algumas dúvidas que possam aparecer.

É importante indagar sobre detalhes das experiências passadas, cursos de formação e responsabilidades de cargos e projetos anteriores. Evite fazer perguntas de cunho íntimo, como orientação sexual, que podem abrir precedente para questões futuras.

3. Ofereça espaço para o candidato

Essa é a hora de o candidato poder falar de si e também explanar sobre questões que não foram levantadas por você. Deixe-o à vontade, mas caso surja alguma dúvida, indague de forma sutil.

Por exemplo, se o candidato disser “sou muito eficiente”, é valido você perguntar: “o que seria ‘eficiente’?”.

Isso deixa claro que é necessário que o candidato argumente melhor sobre essa qualidade, com exemplos de experiências vividas ou mesmo habilidades interpessoais.

4. Questione pontos positivos e negativos

Nessa etapa, já é possível você ter uma noção mais estratégica do tipo de candidato que está entrevistando. Pelo comportamento apresentado no decorrer da entrevista, é possível ver se aquele ponto positivo é verídico e perceber qual é o ponto negativo.

Assim, é mais uma oportunidade para reforçar a capacidade de autoavaliação do candidato, mesmo que você já saiba a resposta.

5. Indague sobre saídas de empregos anteriores

Esse é o momento de avaliar a ética do candidato na sua conduta profissional. Nem todos os desligamentos de emprego acontecem de maneira amigável, mas o que define o tipo de profissional desejado, é como ele conduz a resposta.

Ele pode conseguir uma saída elegante para explicar a situação ou culpar a antiga empresa ou o chefe, que nunca deram oportunidade para ele, por exemplo.

6. Ofereça detalhes do cargo

Aqui surgem informações mais específicas do cargo, como atribuições, tarefas, valores e benefícios. É também uma abertura para o entrevistado dizer se aquela proposta o interessa.

É importante ser sincero quanto ao cargo. Abra o salário, as reais oportunidades de crescimento e o horário de trabalho.

Não exalte metas e valores que não serão atingidos. Isso cria uma expectativa no candidato que não será atendida. Além disso, faz com que a empresa efetive uma pessoa que logo vai se desiludir com o cargo. É ruim para todos!

Modelo de entrevista de emprego

Separamos, para você, 9 perguntas que não podem faltar em uma entrevista de emprego. É importante que você as faça nos momentos mais adequados, seguindo o fluxo da entrevista. Confira!

  1. Qual o motivo que o levou a escolher essa profissão?
  2. Como você avalia a sua trajetória profissional até o momento?
  3. Quais são as suas principais limitações profissionais que você considera que têm de ser melhoradas?
  4. Qual foi a situação, relacionada à sua profissão, mais difícil de resolver e como você conseguiu?
  5. Quais são as suas metas profissionais em longo prazo?
  6. O que mais o irrita no ambiente de trabalho?
  7. Em seu último trabalho, o que você realizou de mais importante?
  8. Qual foi a meta que você não conseguiu atingir em seu último emprego?
  9. O que o motiva a trabalhar conosco?

Com esse roteiro de entrevista, é possível que você já tenha uma ideia do candidato mais adequado para o cargo. Finalize informando, com clareza, o dia do retorno dessa etapa. Caso não tenha um dia certo, dê ao menos uma média.

Caso o candidato não apresente os requisitos necessários para o cargo, deixe isso claro no seu feedback, mas de forma gentil. Ninguém precisa ser humilhado ou magoado. Se ele insistir num retorno mais consistente, diga apenas que outros candidatos apresentaram habilidades mais alinhadas à expectativa da empresa para o momento e, por esse motivo, ele não foi escolhido.

Gostou deste artigo sobre o passo a passo para um roteiro de entrevista? Compartilhe-o nas redes sociais e espalhe essas dicas entre os seus amigos!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Como a nova lei de migração pode ajudar na contratação de refugiados

O Brasil é conhecido por ser um país acolhedor e pela sua formação marcada pela mistura de diferentes etnias. Desde a colonização portuguesa, a nação foi fortemente caracterizada pela chegada  continue lendo »

Ética profissional: Um valor fundamental para o sucesso da sua empresa

A ética profissional é um conjunto de normas que estabelece as condutas esperadas de um profissional no ambiente de trabalho. Muitas profissões reúnem essas normas em seus próprios Códigos de  continue lendo »

Testes Online: Entenda a sua importância para o R&S estratégico

“Devemos otimizar nosso tempo para sermos mais estratégicos.” Com certeza você já ouviu essa frase, ou até mesmo pensou dessa forma. E isso é ótimo. Diversas são as formas de  continue lendo »

A importância da diversidade no ambiente de trabalho

Toda empresa tem um papel social importante, não é mesmo? Em uma sociedade com tamanha multiplicidade cultural, é importante que as organizações desenvolvam uma postura madura para encarar as diferenças.  continue lendo »

Entrevista semiestruturada: entenda o que é e as suas vantagens

A entrevista semiestruturada ainda traz muitas dúvidas para os recrutadores, pois se aproxima bastante de uma conversa, com foco em determinados assuntos. Apesar de não seguir um roteiro engessado, ela  continue lendo »

Machine learning no recrutamento e seleção: Como funciona?

O grupo de pesquisa TI global IDC prevê que, até 2020, aproximadamente US$ 47 bilhões da receita mundial do mercado de soluções cognitivas serão empregados com machine learning (aprendizado de máquina) e inteligência  continue lendo »