Team building: entenda a importância e algumas maneiras de fazer

22 de junho de 2018
Kenoby

Visto como um conceito inovador do RH, o team building, ou construção de equipes, na tradução, é o conjunto de técnicas e estratégias para o treinamento de equipes como um todo e de talentos individuais de acordo com suas funções.

Sem pessoas, empresas não passam de entidades abstratas. A sobrevivência e o crescimento dos negócios estão diretamente ligados ao sucesso das pessoas e das equipes que os compõem, por isso é preciso saber o que é e como aplicar o team building.

Em uma tradução livre, o termo significa algo como “construção de times” ou “criação de equipes”. Porém, não representa o simples agrupamento de pessoas em um único lugar. É algo mais amplo e que envolve arquitetar um espírito de união.

Quer entender como usar o team building e qual é sua importância para a empresa? Então, baixe o nosso e-book gratuito sobre a Atração de Talentos para descobrir como a assertividade na contratação pode ajudar, e continue a leitura deste artigo!

 

Afinal de contas, o que é team building?

Em primeiro lugar, é preciso lembrar que existem grupos, equipes e equipes de alta performance. Grupos são apenas um coletivo humano, um conjunto de pessoas. Por outro lado, equipes possuem um objetivo comum e compartilhado, além de habilidades complementares e confiança entre os membros. A diferença é grande!

De igual modo, há singularidades que definem as equipes de alta performance. Por sua vez, estas possuem paixão pelo trabalho, sinergia no agir e objetivos desafiadores. O intuito do team building é justamente formar essas equipes com desempenho elevado, que sejam eficazes para o sucesso nos negócios.

Grosso modo, team building é uma filosofia que se preocupa com a construção dos times ao mesmo tempo em que está focada no treinamento dos funcionários e no aprofundamento das relações internas. Assim, todos podem crescer, desenvolver um verdadeiro espírito de equipe e colaborar para o alcance de resultados exponenciais.

Como aplicá-lo na empresa?

Em linhas gerais, o team building não é um processo fixo. Logo, torna-se praticamente impossível explicar um passo a passo e o que exatamente deve ser feito — é preciso analisar o nível de entrosamento da equipe, a motivação no trabalho, entre outros aspectos. No entanto, há algumas ações comuns e que podem ser aplicadas com certa facilidade. A seguir, confira as principais delas!

Estabeleça um propósito maior e generoso

Para começar a construir sua equipe de alto desempenho, o primeiro passo é ter um propósito que indique aonde todos devem chegar. Assim, é possível fazer com que os integrantes “remem” na mesma direção e alcancem melhores resultados.

Estabelecer o propósito da empresa e da equipe é um tema um pouco complexo, que demanda compromisso e envolvimento de todos (mais uma vantagem para o team building). Além de tudo, gera a motivação necessária para que todos deem o seu melhor diariamente.

Realize treinamentos fora da empresa

Em geral, os treinamentos acontecem dentro da empresa, um ambiente mais sério e que deixa espaço para pouca descontração. Aproveite um final de semana e leve a equipe para um treinamento fora da companhia, algo mais inovador e descontraído para todos.

A atividade não necessariamente precisa ter relação com o trabalho. Algumas vezes, é até melhor que não tenha mesmo — especialmente quando o intuito é incentivar o aprofundamento das relações. Você pode optar por treino de comunicação, coaching, intraempreendedorismo, entre diversas outras alternativas.

Invista em atividades outdoor

Há muitas atividades que podem ser feitas fora da empresa e que, certamente, serão importantes no bem-estar comum e no senso de equipe. Então, que tal convocar todos para praticar arvorismo, caça ao tesouro, canoagem ou outra prática diferente?

Todas essas atividades demandam maior entrosamento dos profissionais e geram comunhão e compromisso visando a um único resultado, ou seja, quase tudo o que uma equipe de alta performance precisa ter.

Comece a implementar técnicas de gamificação

Nos últimos tempos, a gamificação tem se popularizado bastante. Basicamente, é uma técnica que consiste em incluir elementos lúdicos (de jogos) nas tarefas diárias e mais tradicionais. Com isso, tudo pode ficar mais interessante e as tarefas podem ser vencidas pelo time de funcionários.

Imagine programas de organização mais tradicionais, como o 5S. Se eles forem gamificados, as equipes podem acumular pontos na execução das tarefas, avaliar o progresso feito e trocar os pontos acumulados por prêmios e benefícios — como um dia de folga remunerado ou um almoço pago ao time, por exemplo.

Aposte na comunicação interpessoal

Há diferentes tipos de comunicação: a intrapessoal, a interpessoal e a intergrupal são alguns exemplos. No team building, a que mais importa é a comunicação interpessoal, que é aquela que ocorre entre os vários membros da equipe de trabalho ou da empresa.

Nesse sentido, é preciso criar uma cultura na qual a comunicação seja valorizada, as informações importantes sejam cascateadas e todos encontrem os canais certos para dialogar. Dessa maneira, será disponibilizado um ambiente criativo e saudável à equipe.

Seja um líder de alta performance

Muitos artigos e estudos desconsideram este último ponto, mas ele é igualmente crucial. Sem um líder de alta performance, comprometido e motivado no que faz, é impossível emplacar o team building e promover o crescimento de todos.

Um líder de alta performance é aquele que defende o propósito da equipe e, para isso, aceita correr riscos. Ele tem ainda a capacidade de transmitir uma inspiração contínua a todos. Além disso, nunca está satisfeito com o estado atual do negócio, quer sempre fazer mais, mais rápido e melhor.

Quais são as vantagens do team building?

Algumas vantagens são bem explícitas, enquanto outras precisam ser analisadas com calma e cuidado. Em primeiro lugar, é preciso destacar o maior entrosamento dos membros da equipe. Todos, do topo à base, passam a se conhecer melhor, colaborando com sinergia e compromisso para os resultados que devem ser alcançados.

Outra vantagem é que os colaboradores começam a gostar mais de desafios. Com o tempo, eles não vão querer fazer apenas o que sempre fizeram, mas sim desejarão ir além e atingir novos patamares de conquista. Isso implica mudanças para o time e para a empresa.

É pertinente também destacar o crescimento da companhia. Toda organização é formada por pessoas e delas depende para tornar táteis seus objetivos e metas. Quando a equipe está em sintonia, comprometida e disposta a encarar desafios maiores, todo o negócio passa a ser beneficiado e desenvolve uma importante vantagem competitiva.

Agora você está por dentro do assunto, entende o que é e como usar o team building. No entanto, lembre-se que para tudo isso dar certo é preciso existir uma liderança de alta performance, foco na melhoria do time e apreço pelos riscos — afinal, todo desafio carrega junto um pouco deles.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo! Aproveite que está por aqui, assine nossa newsletter e receba novos conteúdos diretamente no seu e-mail!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Continue lendo:

Gestão por competências: entenda a sua importância e como aplicar

A gestão por competências está cada vez mais presente nas organizações atuais. Os conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) dos colaboradores são fundamentais para tirar as estratégias do papel e, assim,  continue lendo »

Teste palográfico: entenda o que é e por que utilizá-lo

Para uma boa contratação de funcionários, é importante avaliar não apenas as competências técnicas, mas também as características individuais e de personalidade para entender se o profissional é realmente o  continue lendo »

Como reduzir o turnover precoce nas empresas?

Reduzir turnover é uma preocupação que muitas empresas compartilham, principalmente as que estão começando sua caminhada. Isso porque a alta taxa de rotatividade dos colaboradores pode ser um obstáculo maior  continue lendo »

Entrevista de desligamento: Confira passo a passo de como fazer

No momento em que um colaborador é desligado da corporação, existe um procedimento importante a ser realizado pelo RH: a entrevista de desligamento. Ela é um diálogo estruturado, conduzido pelo  continue lendo »

Qualidade de vida no trabalho: qual a sua importância afinal?

Nunca se falou tanto sobre qualidade de vida no trabalho — e, provavelmente, o assunto será cada vez mais discutido no futuro. A verdade é que as empresas precisam organizar  continue lendo »

Universidade corporativa: O que é e como funciona?

É cada vez maior a preocupação em manter as equipes de trabalho treinadas para realizarem com eficácia as tarefas diárias, baterem metas e atenderem bem os clientes da empresa. Para  continue lendo »