Teste comportamental: entenda sua importância e muito mais

4 de fevereiro de 2019
Kenoby

Você sabe o que é e como funciona um teste comportamental? Ele é um conjunto de técnicas que ajuda na interpretação do perfil e das características dos candidatos e colaboradores de uma companhia.

Todo ser humano é único em sua existência. E as diferenças entre indivíduos é motivo de análises e estudos, que dão origem a metodologias como a do teste comportamental — comumente aplicada em empresas para diversas finalidades.

A análise do perfil comportamental pode ser usada, nas organizações, para a recolocação de um profissional — seja no processo seletivo seja no momento de uma promoção. O teste também serve para adequar uma função, além de uma série de outras possibilidades que visam aproveitar melhor o capital humano das empresas.

Quer saber qual a importância do teste comportamental e o que ele pode medir? Então confira nosso post!

O que é e como funciona o teste comportamental?

Resumidamente, o teste comportamental é uma forma de identificar, por meio de questionários, as competências dos profissionais de uma empresa. Esses colaboradores são agrupados conforme características afins, em diferentes tipos de perfil.

Para a efetividade desse trabalho, é fundamental que os participantes respondam com sinceridade às questões apresentadas e sem interrupções. Os testes são desenvolvidos a partir de vários estudos de psicologia, o que garante a efetividade e a veracidade dos resultados.

A aplicação do teste comportamental deve ser feita por psicólogos devidamente capacitados, pois os resultados requerem interpretação, principalmente em relação à aderência do perfil comportamental à cultura organizacional e à função.

Por que e quando aplicar o teste comportamental nos colaboradores?

A aplicação do teste permite que a organização faça um mapeamento completo do perfil do funcionário, o que possibilita conhecer suas capacidades e habilidades individuais, bem como pontos fortes, que podem ser desenvolvidos.

Quer saber mais sobre as boas práticas de R&S e como elas podem afetar o seu RH? Baixe agora o nosso guia de boas práticas para o R&S e descubra como transformar a sua área de Recursos Humanos!

No ambiente organizacional, o teste de perfil comportamental pode ser aplicado em diversas situações. Veja quais são elas a seguir.

Seleção e recrutamento

O teste comportamental é muito utilizado para selecionar e recrutar novos colaboradores. Ele verifica se os conhecimentos e as competências dos candidatos são compatíveis com o cargo em aberto e com o fit cultural da empresa.

Recolocação interna

Nesse caso, é usado para verificar se um colaborador está apto para novos desafios profissionais dentro da organização, como troca de setor e novas funções.

Promoção

Antes de um funcionário receber uma promoção, é essencial avaliar o seu grau de motivação e seu nível de satisfação, estresse e comprometimento com as suas funções.

Recolocação no mercado

Conforme o ambiente organizacional e suas exigências, o perfil dos profissionais pode mudar entre diferentes organizações e funções. Por isso, os testes de perfis comportamentais são utilizados para direcionar melhor a procura por um novo emprego.

Mudança de carreira

Para quem deseja mudar de profissão, mas ainda tem dúvidas de quando e como essa mudança vai acontecer, o teste comportamental também é indicado.

Isso porque ele ajuda a avaliar o grau de preparação e de motivação antes de se fazer a mudança, evidenciando quais questões devem ser analisadas com mais cuidado antes de se tomar a decisão final.

Vocacional

Os testes vocacionais são realizados com base nas preferências individuais do candidato e são capazes de indicar as profissões mais alinhadas com o perfil estudado. Isso favorece uma escolha mais acertada de cursos profissionalizantes ou de nível superior.

Quais são os tipos de testes de perfis comportamentais e o que eles medem?

Existem vários tipos de testes comportamentais. Listamos, a seguir, os mais usados. Acompanhe!

DISC

A metodologia DISC é um dos testes comportamentais mais utilizados no mundo. Ele avalia os seguintes quesitos:

  • Domínio: revela por meio de dados o perfil comportamental que predomina no indivíduo e a forma de atuação dele. Evidencia também como ele administra os desafios e as dificuldades, revelando suas principais características;
  • Influência: evidencia detalhes sobre como o indivíduo se relaciona, seu nível de capacidade de comunicação e de influência sobre os outros;
  •  Estabilidade: mostra como o indivíduo administra situações de transformação, como enfrenta as mudanças ao seu redor e como se posiciona nesses instantes;
  • Conformidade: mostra a capacidade do indivíduo de se ajustar, respeitar as regras impostas e de obedecê-las de acordo com o que foi estabelecido.

Quantum

O método Quantum baseia-se em estudos neurológicos sobre as diferentes personalidades. Um dos benefícios dessa abordagem é que ela se propõe a não estereotipar os indivíduos, mas trabalha para elevar suas chances de desenvolvimento (índice de flexibilidade).

STAR

O modelo STAR é baseado no significado das palavras que integram a sigla. “S” designa Situação; “T”, Tarefa; “A” , Ação; e “R”, Resultado.

A metodologia é baseada na compreensão de que o comportamento dos indivíduos em ocasiões do passado é o melhor indício para medir suas ações no futuro.

Muito utilizada nos processos de recrutamento e seleção, ela permite que o recrutador faça as perguntas certas, analisando as respostas dos candidatos com maior precisão.

IAC

Essa sigla significa Inventário de Aderência Cultural. Trata-se de um formulário com 84 questões que permite traçar o perfil de um candidato a partir de seus costumes.

O IAC se baseia em uma metodologia que divide a cultura organizacional em 6 dimensões. São elas:

  1. cultura normativa x cultura pragmática;
  2. orientação para processos x orientação para resultados;
  3. sistema aberto x sistema fechado;
  4. cultura paroquial x cultura profissional;
  5. orientação para empregado x orientação para trabalho;
  6. controle fraco x controle rígido.

Assim, o modelo IAC é utilizado para medir o fit cultural entre empresa e candidato. Com as respostas do candidato em mãos, o psicólogo tem condições de avaliar o quanto ele é aderente ou não às políticas da empresa.

Dominância Cerebral

Nesse modelo, o cérebro é dividido em quatro quadrantes: superior direito, superior esquerdo, inferior direito e inferior esquerdo. Ned Herrmann propôs, em sua teoria, que um desses quadrantes se sobressai em relação aos outros e, assim, representa determinado comportamento.

Profiler

Desenvolvido a partir da metodologia DISC, esse modelo faz uso de uma nomenclatura mais clara para definir as personalidades:

  • Dominância corresponde ao executor;
  • Influência ao comunicador;
  • Estabilidade ao planejador;
  • Conformidade ao analista.

Independentemente do modelo escolhido, o teste comportamental é uma excelente alternativa para as organizações que desejam reter seus colaboradores e elevar a produtividade.

Isso porque, para conquistar, manter espaço no mercado e assegurar um bom clima organizacional, é mais do que necessário conhecer e valorizar as pessoas que fazem parte da empresa.

Se você gostou deste post sobre teste comportamental, siga nossas redes sociais para acompanhar mais conteúdos como este, estamos no Facebook e no LinkedIn!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Os 7 principais tipos de remuneração e como utilizá-los
Os 7 principais tipos de remuneração e como utilizá-los

Alguns dos principais tipos de remuneração, que nós abordamos ao longo do texto, são: Gratificação funcional; Participação acionária; Remuneração variável; Gratificação por habilidades; Premiações e comissões; Salário indireto e Participação  continue lendo »

Organograma funcional: o que é e como desenvolver
Organograma funcional: o que é e como desenvolver

O organograma funcional é uma figura que demonstra a organização dos colaboradores de uma empresa, indicando as responsabilidades e atividades de acordo com cada cargo. Como funciona este organograma, quais  continue lendo »

Psicologia Organizacional: tudo o que você precisa saber
Psicologia Organizacional: tudo o que você precisa saber

A psicologia organizacional é a vertente da psicologia responsável por desenvolver práticas estratégicas para negócios e empresas. Em um mercado cada vez mais disputado, as demandas de produção e lucro  continue lendo »

Tipos de organograma: entenda quais são e os diferentes perfis de cada uma
Tipos de organograma: entenda quais são e os diferentes perfis de cada uma

Existem diversos tipos de organograma, como o clássico, o horizontal e o vertical. Ele pode ser definido como uma representação visual da empresa, onde é possível visualizar e definir a  continue lendo »

Diversidade nas empresas: entenda como ela pode ajudar seu negócio
Diversidade nas empresas: entenda como ela pode ajudar seu negócio

Na área de Recursos Humanos sabemos que existem várias leis a serem cumpridas e uma delas se refere às cotas de admissão, que reservam uma determinada quantidade de vagas a  continue lendo »

Descubra 6 características da gestão por competências
Descubra 6 características da gestão por competências

Gerenciar pessoas na organização é um verdadeiro desafio. Os colaboradores têm suas qualidades e problemas, além de apresentarem conflitos entre si. Desenvolver uma estratégia que ajude a potencializar capacidades e  continue lendo »