Conheça 4 tipos de turnover e entenda os seus impactos

15 de julho de 2019
Kenoby

O turnover é algo comum nas empresas, porém, merece atenção dos gestores e do RH, pois pode sinalizar problemas mais profundos. Mais do que medir, é preciso conhecer os tipos de turnover para ter um quadro claro do que acontece dentro da empresa e identificar o que está provocando as demissões.

Um estudo da Robert Half apontou que o turnover cresceu em 38% das empresas em todo o mundo. No Brasil, é parte da realidade de 82% das empresas brasileiras.

Neste post, vamos apresentar os principais tipos de turnover e como eles impactam a sua corporação. Com essas informações, você vai conseguir fazer um diagnóstico mais apurado e começar a entender como está a rotatividade da empresa. Acompanhe!

O que é turnover?

Dentro do contexto de Recursos Humanos, o turnover indica o movimento de substituição de um funcionário, a rotatividade de colaboradores em uma empresa.

Esses desligamentos são medidos pelas organizações que se preocupam com a gestão de pessoas e com a qualidade do ambiente de trabalho. Isso porque uma empresa na qual os funcionários não permanecem por muito tempo pode ter sérios problemas internos que ainda não foram detectados.

Antes de continuar, aproveite para baixar o nosso guia completo para a atração de talentos!

Qual a importância da gestão do turnover?

A gestão do turnover é essencial para as empresas, principalmente diante da competitividade que enfrentam diariamente. Um certo índice de rotatividade é normal e faz parte da vida corporativa, porém, quando as taxas são muito altas, a organização precisa fazer uma cuidadosa análise interna e identificar o que provoca essas demissões.

A perda de funcionários não significa apenas a saída de um profissional, mas a perda de experiência, conhecimento e de compreensão dos processos internos.

Além disso, a produtividade e os lucros são seriamente afetados quando há o desligamento de funcionários em grande número.

Quais são os tipos de turnover?

A rotatividade não pode ser classificada como um fenômeno único. Ela acontece sob diversas circunstâncias e é motivada por vários fatores, que podem ser únicos para cada situação ou comuns a uma equipe, ou empresa. Quando é percebido que essas motivações se repetem, é hora de traçar estratégias para conter o problema.

Conheça os tipos de turnover e suas motivações.

1. Funcional

O turnover funcional ocorre quando um funcionário de baixo desempenho pede o desligamento da empresa. Com isso, a organização tem a oportunidade de trocá-lo por um colaborador com maior engajamento e que apresente resultados mais relevantes, sem precisar arcar com os custos de rescisão exigidos pela CLT.

O principal impacto provocado pelo turnover funcional é o remanejamento de funções, para que as tarefas desse funcionário sejam absorvidas, o custo com processo seletivo, treinamentos e as consequências ao employer branding.

Quando o funcionário pede o desligamento, ele provavelmente está muito descontente com a empresa, assim como a organização não estava feliz com o seu desempenho. Há uma grande chance de que esse colaborador faça depoimentos negativos sobre a experiência, seja para amigos, colegas de profissão ou em sites que avaliam a reputação dos empregadores.

2. Disfuncional

O turnover disfuncional traz a situação oposta ao funcional. Nesse tipo de demissão, ocorre o desligamento de um profissional de alto desempenho. É uma situação que gera preocupação para a empresa, pois significa a perda de um funcionário importante para a composição do capital humano.

Além disso, demonstra que a organização não foi capaz de reter esse talento, o que pode indicar problemas nas condições de trabalho oferecidas.

A empresa perde tanto financeiramente, quanto em índices de produtividade e inovação, além dos conhecimentos específicos que esse colaborador oferecia.

3. Voluntário

Como o próprio nome sugere, o turnover voluntário ocorre quando o funcionário pede o desligamento da empresa. É muito comum entre executivos, indicando problemas na gestão e na retenção de talentos, e não apenas nos salários ou benefícios oferecidos pela organização.

Esse tipo de turnover geralmente ocorre em determinadas circunstâncias, como:

  • o colaborador recebe ofertas mais interessantes de outras empresas;
  • conflitos entre funcionários que tornam a permanência na empresa inviável;
  • falta de plano de carreira claro ou de oportunidades de crescimento;
  • descontentamento com a remuneração ou com as políticas internas.

O turnover voluntário traz a perda de conhecimento interno, os custos com novos processos seletivos e prejudica a marca empregadora. No entanto, pode ser usado para identificar problemas maiores que quando solucionados, vão permitir um aumento nos índices de retenção.

4. Involuntário

No turnover involuntário, a demissão ocorre por iniciativa da empresa. É o tipo de turnover mais caro, pois implica que a organização faça o acerto de todos os direitos trabalhistas. Essa rotatividade pode indicar que a organização enfrenta sérios problemas e geralmente acontece pelas seguintes motivações:

Além dos altos custos com o pagamento da rescisão, a empresa também precisa promover um novo processo seletivo e treinar os profissionais que vai contratar. O período de integração também envolve custos, pois há uma queda na produtividade até que o funcionário se acostume com o novo lugar e ritmo de trabalho.

O turnover involuntário também afeta o clima organizacional, deixando o restante da equipe temerosa em relação ao seu futuro dentro da organização.

Conhecer os tipos de turnover, porque ocorrem e as consequências que trazem para a empresa é essencial para entender melhor como as demissões funcionam. Isso vai levar a uma reflexão mais profunda, desde o processo seletivo, aumentando o cuidado com a contratação, até o tratamento com os funcionários e as condições de trabalho oferecidas.

Assim, é possível traçar estratégias de prevenção, mudar políticas de gestão de pessoas e, até mesmo, melhorar o alcance das metas. Afinal, com um quadro de funcionários satisfeito, a empresa consegue alcançar números mais satisfatórios.

Conte com a Kenoby, que é um software de recrutamento e seleção, para ter mais informações, não só sobre a gestão de talentos e tipos de turnover, mas todo o universo de Recursos Humanos. Assim, é possível tornar a sua empresa um lugar melhor para trabalhar, aumentando o seu valor diante da concorrência.

Assine a nossa newsletter para receber atualizações e notificações sobre os conteúdos postados.

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Turnover: Guia completo para reduzir a rotatividade de colaboradores
Turnover: Guia completo para reduzir a rotatividade de colaboradores

Turnover é um índice que calcula a rotatividade dos colaboradores, ou seja, a quantidade de profissionais que deixam uma empresa em determinado período e precisam ser substituídos. Hoje, é considerado  continue lendo »

Como evitar o turnover e quais os seus impactos nas empresas
Como evitar o turnover e quais os seus impactos nas empresas

Como evitar o turnover é a preocupação de todo profissional de RH. Além de processos seletivos bem estruturados, é preciso ficar atento à gestão do clima organizacional, remuneração e benefícios  continue lendo »

Quais são as estatísticas de turnover no Brasil e no mundo?
Quais são as estatísticas de turnover no Brasil e no mundo?

A rotatividade é um termo que pode parecer assustador aos donos de empresa, mas seu impacto afeta principalmente os gestores de Recursos Humanos que observam e calculam constantemente as estatísticas  continue lendo »

Quais são as principais consequências do turnover para a empresa?
Quais são as principais consequências do turnover para a empresa?

Dentre as consequências do turnover, a saída em excesso tende a criar um clima negativo, que favorece a existências de conflitos pessoais. Além disso, a comunicação é afetada e, por  continue lendo »

Entenda 5 custos do turnover para a sua empresa
Entenda 5 custos do turnover para a sua empresa

No basquete, o turnover representa a perda da bola para o time adversário. Já nos negócios, representa a saída de talentos do quadro de trabalho, fato que pode ser um  continue lendo »

Entenda como diminuir o turnover e ter mais resultados na empresa
Entenda como diminuir o turnover e ter mais resultados na empresa

O turnover é um dos principais indicadores de gestão de pessoas. Em resumo, aponta o percentual de profissionais que deixaram a empresa, de forma voluntária ou não, dentro de determinado  continue lendo »