5/7/2021

Como otimizar o tempo do processo seletivo? Veja 7 dicas!

Como otimizar o tempo do processo seletivo? Veja 7 dicas!

É muito importante adotar estratégias para dar agilidade ao processo de contratação de novos talentos. Saber como otimizar o tempo do processo seletivo é indispensável, pode gerar melhores resultados e tornar o trabalho mais produtivo. A proposta é facilitar os procedimentos burocráticos ou de grande lentidão para que a equipe possa se dedicar à parte estratégica e realmente focar na escolha de uma pessoa com o perfil ideal para a vaga.

Preparamos este conteúdo especial com diversas dicas para otimizar o tempo do recrutamento e seleção (R&S). Continue acompanhando para entender mais sobre o assunto!

Por que é importante otimizar o tempo do processo seletivo?

A manutenção de um processo seletivo envolve muitos custos. Para realizar o R&S com sucesso, um tempo adequado é exigido, mas esse período não pode ser muito demorado, ou corre-se o risco de estourar o orçamento.

Esse impacto acontece devido ao maior número de horas trabalhadas, à sustentação de serviços complementares, como as consultorias, plataformas, profissionais temporários e busca de serviços externos em outras áreas. Os custos de logística também entram nesse contexto. Assim, é preciso ter agilidade, realizando o trabalho com qualidade, mas contando com iniciativas para um melhor aproveitamento do tempo e para contratações menos demoradas.

Como otimizar o tempo do processo seletivo?

Há muitas etapas no processo seletivo que podem ser realizadas com mais eficiência se você contar com o apoio das ferramentas, estratégias e pessoas certas. Muitas atividades demoradas e burocráticas (como a triagem de currículo) podem ter apoio de soluções tecnológicas para serem mais ágeis. Vamos mostrar diversas dicas sobre o assunto a seguir. Acompanhe!

1. Planeje o processo seletivo

Chegar às etapas finais da seleção sem ter providenciado uma base importante de candidatos para esse momento é a principal consequência de um processo mal planejado. Os imprevistos, equívocos e desencontros de informação também se tornam recorrentes, fazendo com que o R&S seja ainda mais demorado.

Por isso, é importante ter um planejamento bem estruturado, com protocolos definidos e padrões previamente estabelecidos. Mapeie as tarefas, faça uma boa divisão de funções e organize o fluxo de trabalho de forma ordenada.

2. Realize um anúncio de vaga descritivo e atraente

Com um bom anúncio, é possível atrair mais candidatos próximos ao perfil da vaga, o que agiliza as atividades. A proposta é utilizar uma linguagem que provoca empatia com a marca e que aproxime aqueles talentos que têm mais características similares ao que o cargo demanda.

O anúncio de vaga também deve ser bastante atraente, deixando clara a cultura organizacional e sendo embasado no conceito de employer branding, ou seja, a reputação da empresa como um bom lugar para se trabalhar. Essas propostas devem ser programadas em um plano de comunicação, que deve considerar uma linguagem coerente em todos os canais de contato com o candidato.

3. Envolva o superior imediato do cargo nas atividades

Envolver o superior imediato do cargo nas etapas do recrutamento e seleção é crucial para melhorar a qualidade das avaliações. Afinal, o gestor sabe melhor do que ninguém quais são as competências necessárias para o desenvolvimento das atividades, sendo capaz de oferecer um suporte mais qualificado sobre as habilidades comportamentais e técnicas.

Dessa forma, trabalhe em parceria com essa liderança, busque uma conexão com ela e escute os feedbacks ao longo do recrutamento e seleção.

4. Elabore um perfil detalhado sobre a pessoa ideal à vaga

A determinação de um perfil de pessoa ideal para a vaga — com mapeamento das habilidades comportamentais e técnicas — é feita pelo gestor imediato do cargo. Esse perfil deve contemplar também as características necessárias para o fit com a cultura organizacional.

Detalhar bem esse perfil ajuda a estruturar o processo, otimizar o tempo e ter uma referência mais sólida e estruturada nas avaliações e decisões. Você pode determinar quais são os aspectos desejáveis e imprescindíveis no candidato. Assim, é possível realizar as análises com mais eficiência.

5. Estude os perfis dos candidatos com antecedência

Antes das entrevistas ou de outras etapas de contato com o candidato, é importante revisar as anotações sobre o profissional e o currículo dele. Isso ajuda a evitar equívocos no trabalho e contribui para uma conversa mais natural, na qual seja possível abordar os assuntos necessários de maneira fluida, rápida e direta.

6. Utilize um software de recrutamento e seleção

Um software de recrutamento e seleção é uma ótima alternativa para agilizar procedimentos operacionais. Uma solução robusta como o Kenoby permite realizar a divulgação de vagas em diferentes plataformas, por meio da integração com essas páginas. O software ajuda a gerenciar o fluxo de trabalho no processo de R&S, com o escalonamento de horários e recursos para facilitar a colaboração entre os profissionais.

O Kenoby conta ainda com filtros no banco de talentos, contribui para o marketing de recrutamento, oferece painéis de relatórios com análises customizadas, tem uma plataforma de envio de e-mails embutida e oferece uma ferramenta de teste online. Além disso, contribui para a filtragem e triagem de candidatos de acordo com o perfil.

7. Utilize métricas e avalie os resultados

O uso de métricas e de Analytics na seleção contribui para tornar toda a atividade mais eficiente. Assim, as decisões são baseadas em dados e em resultados de avaliações, não em achismos ou em vieses inconscientes.

Outra questão importante é avaliar o R&S após a finalização do trabalho. Observe quais foram os pontos positivos e negativos nessa trajetória. Utilize também indicadores de desempenho para monitorar os resultados. Essa revisão contribui para identificar lacunas e promover correções para as próximas vezes em que um processo de R&S for realizado.

É muito importante otimizar as etapas do processo seletivo, pois isso diminui o desengajamento dos participantes no recrutamento e seleção e contribui para minimizar os impactos adicionais e o risco de estourar o orçamento. A otimização agiliza processos, melhorando a eficiência e o aproveitamento dos recursos na atividade.

Saber como otimizar o tempo do R&S facilita as atividades operacionais e burocráticas e melhora a eficiência do setor de RH. O resultado disso é mais tempo para se dedicar à avaliação do processo e à análise dos dados obtidos, realizando, assim, uma escolha certeira. Um software de recrutamento e seleção como o Kenoby é uma ótima alternativa para promover mais qualidade e agilidade para o fluxo de trabalho.

Gostou do conteúdo? Aproveite e entre em contato com a Kenoby!

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)