16/3/2019

Conceito de capital humano e como o aplicar na sua empresa

Conceito de capital humano e como o aplicar na sua empresa

O conceito de capital humano nas empresas tem passado por grandes transformações, principalmente por conta da entrada da nova geração no mercado de trabalho, e também devido a negócios cada vez mais exigentes.Para enfrentar a competitividade do mercado egarantir a sustentabilidade das empresas, as organizações têm de investir cada vez mais na gestão do capital humano, pois,sem dúvida, ele é o grande diferencial para as companhias de todos os segmentos.Neste post você vai aprender o conceito de capital humano nas empresas e como colocá-loem prática. Acompanhe!

Qual o conceito de capital humano nas empresas?

Capital humano refere-se à qualificação dos funcionários de uma empresa, ou seja, é a representação do valor do número de profissionais, desde o CEO até o funcionário operacional, e a relação que elesestabelecem conforme seus conhecimentos, formação acadêmica, capacidades e habilidades.O capital humano de uma organização é um dos ativos mais importantes de uma companhia, e ele é avaliado no rendimento geral de uma empresa. Afinal, os empregados são fundamentais para que a companhia tenha sucesso ou fracasse em suas atividades, visto que são as pessoas as responsáveis por movimentar todo e qualquer negócio.Antes de continuar, aproveite para baixar o nosso kit para a entrevista de candidatos.

KIT: Checklist + Planilha para Entrevista de Candidatos

Checklist gratuito: Planejamento Estratégico de Recrutamento e Seleção para 2018

Qual a importância do capital humano para as empresas?

Como vimos, o capital humano é um dos ativos mais relevantes para uma organização. Portanto, uma política focada no aprimoramento desses profissionais terá aspectos positivos na cultura da empresa, tornando-a um diferencial no ambiente empresarial.É o capital humano o responsável por entregar os melhores resultados para a empresa, e quando os profissionais percebem que a organização os valoriza, eles sentem mais confiança para tentar novos desafios e seguir oplano de carreira. Do contrário, ele pode ficar estagnado, não investindo em atualização e capacitação, e isso vai refletir diretamente na entrega do seu trabalho e também nos resultados da empresa.Nesse contexto, a liderança tem um papel fundamental: mediar os interesses da empresa com o dos funcionários. O líder é a referência para os seus subordinados e também é o responsável pelo desempenho de sua equipe.Desse modo, já conseguimos entender que o desenvolvimento do capital humano vai além de questões técnicas e operacionais: ele se relaciona com o equilíbrio da evolução de cada profissional dentro da organização e com a sua capacitação naquela área.Além disso, uma empresa com umacultura organizacionalorientada para o desenvolvimento de seus funcionários está à frente para se manter competitiva no mercado.Para tanto, algumas questões devem ser observadas. Veja:

Como investir no capital humano nas empresas?

Agestão de pessoastem alguns recursos que orientam os investimentos em capital humano nas empresas. Veja a seguir como fazer!

Trace um plano de carreira

O plano de carreira é uma “trilha” de desenvolvimento profissional que cada funcionário poderá seguir dentro da empresa para alcançar cargos maiores. Ele traz benefícios tanto para a empresaquanto para os funcionários. Nesse sentido, o plano de carreira é um importante recurso para atrair e reter talentos e, acredite, esse é um importante diferencial para se tornar umamarca empregadora.Além disso, é mais vantajoso promover um colaborador que já atua na empresa, pois ele já conhece os processos e a cultura da organização, do que contratar um novo profissional e ter de investir em treinamento e desenvolvimento. Ademais, um plano de carreira proporcionar ao funcionário a possibilidade de ele se desenvolver cada vez mais.

Dê autoridade para a equipe

Quando a organização oferece o conhecimento e as ferramentas para o funcionário tomar as decisões alinhadas aos interesses do negócio sozinho, a empresa ganha em agilidade e o colaborador se sente muito mais motivado. Isso porqueum profissional empoderado é consciente de suas responsabilidades e pronto para entregar mais e da melhor forma!Para tanto, a organização deve prezar por uma cultura que valorize e crie espaço para que o profissional pense como o dono da empresa, mantendo uma cultura de empoderamento do funcionário.

Incentive o engajamento

É preciso incentivar a atitude de dono, e gerar oportunidade para que as pessoas tenham orgulho da organização é o primeiro passo para isso. De acordo com Jean-Marc Etlin, do Itau BBA, “orgulho é melhor do que fidelidade”.As pessoas estão em busca de algo que vá além de remuneração e benefícios básicos, elas prezam por bons relacionamentos, envolvimento, emoçõese, para se engajarem, precisam ver propósito no que fazem. Portanto, é preciso ter em mente que lidar com gente envolve outras motivações.

Desenvolva a liderança

Para se sentirem motivados e engajados com os propósitos da organização, é muito importante que os colaboradores percebam que a preocupação do líder e da empresa com as pessoas é verdadeira.

Aprimore os benefícios e bonificações

Para incentivar o capital humano nas empresas, é preciso satisfazer suas necessidades básicas: salário, alimentação, transporte e planos de saúde são essenciais para atrair o capital humano.Além disso, a bonificação, que é uma política de remuneração variável no meio empresarial, deve ser cogitada, ainda mais se a atividade dos colaboradores estiver atrelada a metas. Essa pode ser uma ferramenta para ajudar a contornar as dificuldades e manter colaboradores motivados e engajados.Também é comum entre as organizações oferecer o pagamento de bônus ao final do ano, com os resultados financeiros já fechados.

Treine e desenvolva os funcionários

É por meio dotreinamento e desenvolvimentode pessoal que a organização alcançará os resultados pretendidos. Isso significa aumentar a produtividade e a eficiênciados processos e operações da empresa.Um treinamento de excelência pode servir para os mais diversos casos: desde a integração de um novo funcionário, que precisa ser apresentado a uma cultura organizacional específica, até colaboradores que precisam exercer novas tarefase, por isso, necessitam passar por treinamento de processos para se manterem sempre atualizados.Como vimos ao longo deste post, o capital humano é imprescindível para o sucesso de qualquer organização e, portanto, é necessário ficar atento a ele! Assim, conhecer o conceito de capital humano nas empresas é fundamental para o profissional da área de gestão de pessoas e RH poder entregar um trabalho que contribua para o desenvolvimento das pessoas e, consequentemente, do negócio.Se você gostou deste post sobre o conceito de capital humano e como o investir na sua empresa, siga-nos noFacebookeLinkedInpara acompanhar as nossas novidades!

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)