1/1/1970

Entenda a atuação da psicologia organizacional

Entenda a atuação da psicologia organizacional

Com a valorização crescente do capital humano nas empresas, investir em profissionais que acrescentem estratégias para a melhoria no ambiente de trabalho e consequentemente no alcance dos resultados é fundamental. Para isso as organizações estão investindo na psicologia organizacional.

Uma função que vem se destacando, pois é focada exclusivamente na relação dos profissionais com seu ambiente de trabalho, de forma que seu desempenho seja compatível com a cultura organizacional e sua carreira dentro da empresa seja trilhada de forma transformadora e feliz.

Neste conteúdo que preparamos exclusivamente para você, explicaremos a atuação da psicologia organizacional e sua eficiência para o crescimento do negócio. Não perca!

O que é a psicologia organizacional?

É uma área de atuação que tem como objetivo o estudo do comportamento humano nas organizações, para que sejam aplicadas ações de desenvolvimento compatíveis com a cultura corporativa.

As consequências de uma psicologia organizacional bem aplicada são refletidas na motivação, no engajamento, na excelência e na produtividade do profissional, pois o psicólogo é um agente desenvolvedor e transformador.

Sua função consiste em analisar toda a empresa — missão, valor, cultura e metas — e atuar de forma que os colaboradores estejam alocados na função correta, assim eles serão agentes multiplicadores do sucesso do negócio.

Mas essa tarefa não é tão simples quanto parece, é um processo contínuo que deve ter um planejamento estratégico e atuação preventiva para que os obstáculos do percurso sejam minimizados e os resultados mais eficazes.

Qual a sua importância para as organizações?

Com a valorização dos talentos nas organizações e o choque de gerações, a psicologia organizacional abre cada vez mais portas e é muito bem-vista pelos empreendedores e líderes empresariais, pois ela atua principalmente onde um gestor nem sempre consegue chegar: na mente do funcionário.

Investir em uma estratégia focada no bem mais precioso das instituições transforma o ambiente, as relações de trabalho, o comprometimento com metas e resultados e a saúde física e mental dos colaboradores.

Para entender um pouco mais sobre a atuação da psicologia organizacional, citaremos alguns pontos importantes e os resultados que essa intervenção causa na empresa.

Controle de desempenho

Com uma descrição detalhada de sua função dentro da organização, o profissional precisa exercê-la de forma genuína e proativa, mas como saber se isso está sendo cumprido?

O psicólogo será responsável por avaliar e controlar o desempenho do profissional para se certificar de que o colaborador está na função e setores corretos. Essa análise é importante, pois o controle de desempenho impacta diretamente na produtividade e na motivação dos empregados.

Desenvolvimento por competências

Ao acompanhar o desempenho, o psicólogo é capaz de traçar metas de desenvolvimento do talento e investir em sua evolução. Quando o colaborador está feliz no setor em que atua, seu rendimento permanece em níveis elevados.

Por isso, reconhecer esse esforço aumentando o seu conhecimento na atividade ou até mesmo, treiná-lo para que ele se torne um novo líder são atribuições do profissional de psicologia organizacional.

Pesquisa de clima organizacional

Essa pesquisa deve ser elaborada por um profissional que conheça muito bem a companhia, assim as questões terão fundamento e as mudanças serão possíveis. Uma boa pesquisa de clima é capaz de identificar situações que não são vistas claramente pelos gestores e até mesmo pelo setor de Recursos Humanos.

Portanto, um profissional focado nessa estratégia concederá resultados mais profundos e soluções compatíveis com o esperado tanto pela empresa quanto pelos profissionais.

Treinamento e Desenvolvimento

O RH é responsável por elaborar e aplicar treinamentos nas organizações, mas o psicólogo será o profissional que analisará os efeitos dessa ferramenta, pois com questionários de avaliação de treinamento em conjunto com o controle de desempenho do profissional será possível analisar se o objetivo foi alcançado.

Caso o retorno não seja como o esperado, o psicólogo e o responsável pela elaboração do treinamento deverão alterar os pontos mais críticos para que os próximos tenham o alcance desejado.

Resolução de conflitos

Em um local onde se passa mais tempo com colegas de trabalho do que com a própria família é normal que conflitos aconteçam, mas até para isso existe uma margem de aceitação.

O profissional atuará no ponto em que essa margem está ultrapassando os limites e verificará os que atenção precisam de atenção. Conversar com os profissionais envolvidos, com os demais funcionários do setor e com o líder gerará informação suficiente para um diagnóstico preciso e atuação direto no problema, sem afetar negativamente o clima nas demais equipes.

Evitar os conflitos ou atuar de forma consciente quando eles acontecem são importantes ações para o cultivo positivo da cultura organizacional, o que favorece a motivação e o engajamento dos profissionais de toda a empresa.

Qualidade de vida no trabalho

Essa pode ser a parte mais envolvente para um profissional de psicologia organizacional, pois ele cuidará desde o piso até a luz direcionada ao colaborador, atentando-se para o seu bem-estar durante todo o período produtivo.

Essa etapa também consiste em melhorar a linha de produção, as ferramentas de trabalho, posição ergonômica e até mesmo na rotatividade de tarefas nos setores, para que todos os profissionais saiam de forma positiva de sua zona de conforto.

Essas estratégias transformam colaboradores em agentes de mudança e disponíveis para atuar de forma ativa nas transformações necessárias para a organização, criando um sentimento de pertencimento e aumentando a comunicação positiva entre os talentos.

Outra forma importante de incentivar a qualidade de vida no trabalho é investir em ações solidárias, nada como ajudar as outras pessoas para sermos gratos pelo que temos e somos. A psicologia corporativa é uma grande aliada nesse processo.

Recrutamento e seleção

Esse tópico ficou por último por ser o mais importante, pois ações corretivas geram efeitos positivos, mas iniciar de forma correta gera um impacto ainda maior nas empresas. Investir em um processo seletivo de qualidade significa desenhar detalhadamente o perfil esperado de acordo com a cultura organizacional e competências técnicas.

Selecionar os perfis mais aderentes é formar equipes com a qualidade esperada e o clima positivo, times construídos com talentos únicos e complementares. Essa é a parte fundamental de uma atuação da psicologia organizacional de qualidade e competente.

Atrair os talentos corretos, adequá-los e desenvolvê-los para que se tornem profissionais felizes, produtivos e emocionalmente estáveis dentro e fora da empresa.

Se você gostou deste post acesse nosso site e descubra o nível de maturidade do recrutamento da sua empresa, receba as soluções de acordo com as suas respostas e otimize agora seu processo seletivo!

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)