2/1/2018

Fit cultural: Descubra um dos maiores erros dos recrutadores

Fit cultural: Descubra um dos maiores erros dos recrutadores

Todo recrutador sabe a importância de uma avaliação de fit cultural bem feita. Um erro nesse processo, além de afetar a efetividade das contratações, implica no desperdício dos recursos financeiros da empresa.Entender profundamente se a cultura da empresa tem aderência à cultura dos candidatos envolvidos nos processos seletivos é fundamental para o sucesso desses profissionais dentro da organização. Inclusive, podemos ir mais adiante!Ao analisar as diferentes áreas de uma companhia, identificamos que algumas delas possuem subculturas diferentes entre si. A área de vendas, por exemplo, tem uma forma diferente de se relacionar com as pessoas quando comparamos à área de TI.Por isso, além de se preocupar com o fit cultural da empresa como um todo, os recrutadores devem avaliar e identificar a aderência do fit cultural da vaga e/ou do departamento em questão.Antes de começar, queremos oferecer um material rico que vai te ajudar a realizar entrevistas e analisar, entre outras coisas, o fit cultural. Baixe gratuitamente o kit de entrevistas de candidato.

O que é cultura organizacional?

Cultura organizacional é o conjunto de valores e crenças de uma companhia quando manifestados por seus colaboradores. Isso é, de nada adianta um lindo discurso que não sai do papel. Ele deve ser exercido por toda a comunidade que compõe a empresa, sendo propagado entre as áreas, principalmente por seus líderes.Porém, vale lembrar que cada setor da companhia tem um perfil diferente de colaborador. Dessa maneira, é muito provável que sejam encontrados diferentes tipos de aplicação da cultura organizacional em diferentes áreas. Na maioria das vezes isso é bastante saudável, de modo que não infrinja os pilares da organização — que devem ser dois ou três.Caso a cultura de uma determinada área destoe muito do restante da organização de modo prejudicial é sinal de que é hora de analisar a situação e buscar o equilíbrio entre a inovação e o tradicionalismo.

O que significa fit cultural?

Fit cultural é o alinhamento entre propósitos da área da companhia que está com a posição aberta e o candidato. Ele se dá a partir do momento em que os objetivos da vaga e os objetivos do possível colaborador estiverem correlatos e puderem caminhar juntos, de modo que as partes se auxiliem, cada uma com seus recursos disponíveis, a fim de atingir o objetivo maior.

Por que o fit cultural deve ser avaliado por vaga?

A avaliação do fit cultural é um grande desafio e só será efetivamente analisada com mais certeza no momento da entrevista, por um profissional da área. Porém, muitas empresas utilizam testes de primeira instância a fim de conseguir algumas informações dos candidatos. Esses testes são, normalmente, aplicados logo no início do processo e são constituídos por perguntas situacionais da área, que ilustram o dia a dia que o candidato viverá ao ingressar na companhia. Veja um pouco mais no vídeo abaixo:[Link do post original]Após a leitura deste artigo e a visualização do vídeo, entendemos que uma cultura organizacional clara e presente é fundamental para o sucesso de qualquer organização, e que cabe aos seus líderes e colaboradores aplicarem e propagarem esse conceito entre as áreas. Essas, por suas vezes, podem apresentar leves variações na aplicação da cultura, seguindo os perfis dos profissionais que ali estão.Além disso, entendemos que uma boa avaliação de fit cultural é superimportante, uma vez que pode trazer diversos benefícios, como a melhora da qualidade no ambiente de trabalho e o auxílio na redução do índice de turnover. Para acertar na análise do fit cultural, devemos olhar para os desafios e objetivos da vaga que está sendo trabalhada e elaborar testes e perguntas baseados nessa posição, principalmente em vagas mais específicas, para que não haja frustração de ambas as partes no futuro.

Quais os principais passos para identificar o fit cultural?

Agora que você já sabe o que é cultura e fit cultural, é hora de entender como colocar o tema em prática. Muitas vezes, gestores e líderes dedicam horas para compreender as competências técnicas, mas deixam pouco espaço para analisar o lado comportamental de cada candidato.Na gestão de pessoas, uma clássica frase é: "contrate o caráter, treine a técnica". Isso faz muito sentido, sobretudo se você estiver procurando por fit cultural. Mesmo que o talento não conte com as competências técnicas ideais, é possível desenvolvê-las; as competências comportamentais são mais difíceis de desenvolver, pois exigem muito tempo e energia.Ao contratar com base no fit cultural, um primeiro passo é ter clareza sobre a cultura da empresa. Também é preciso aplicar testes de análise de perfil comportamental e realizar entrevistas profundas com os candidatos mais qualificados. Veja as dicas a seguir.

Saiba qual a cultura da empresa

A avaliação do fit cultural deve partir de uma boa compreensão da cultura que a empresa possui ou deseja desenvolver ao longo dos anos. Sem tal entendimento, fica difícil aplicar o alinhamento cultural, afinal, as pessoas não saberão qual cultura desejam reforçar ou criar.Existem vários tipos de cultura organizacional. Algumas, por exemplo, estão baseadas em trabalho e performance individual. Outras prezam pela colaboração e conquista conjunta, como um verdadeiro time. Há, ainda, culturas burocráticas, envoltas em normas, papéis e estruturas hierárquicas rígidas. Qual cultura melhor representa seu local de trabalho?Um importante adendo é que não existe cultura certa ou errada, apenas cultura mais ou menos adequada aos seus interesses. Portanto, não tenha medo de conhecer e descrever de forma minuciosa sua cultura. Somente assim você poderá dar continuidade ao processo.

Realize testes de perfil comportamental

O teste de perfil comportamental é uma ferramenta quase obrigatória para conhecer o candidato e avaliar o grau de afinidade com a cultura da organização. Esse teste revela com alta precisão como o candidato tende a se comportar ao longo do dia a dia.Existem muitos testes de perfil comportamental. O mais utilizado é o chamado DISC, que mapeia o perfil de um profissional com base em quatro aspectos: dominância, influência, estabilidade e cautela. Assim, alguns candidatos podem se mostrar mais dominantes, influentes, estáveis ou cautelosos que outros; o que é muito útil à análise de fit cultural.Na prática, o teste DISC pode ser aplicado de muitas formas, por exemplo, com a ajuda de planilhas eletrônicas (Excel) ou softwares mais modernos e dedicados ao assunto. O mais importante é identificar se o perfil do candidato tem aderência à empresa e ao cargo.

Envolva os líderes de equipe ao longo da seleção

Líderes de equipe não costumam ser especialistas em gestão de pessoas ou testes de perfil comportamental, mas entendem muito da cultura que orienta suas respectivas equipes de trabalho. Por isso, é interessante envolvê-los ao longo do processo de contratação.Os líderes podem ajudar em muitos aspectos, por exemplo ao preencher uma boa requisição de pessoal, descrevendo bem as competências comportamentais necessárias ao ocupante do cargo aberto. Também podem participar de entrevistas, testes e dinâmicas em grupo, de modo que conheçam melhor cada candidato e ajudem na triagem dos principais talentos.Ao envolver um líder no processo de recrutamento e seleção, é preciso deixar bem claro a importância do assunto. Diga que não busca alguém apenas pelas competências técnicas necessárias ao trabalho diário, mas sim um talento que conte com os mesmos valores que a empresa.

Crie uma entrevista com foco no fit cultural

A entrevista é uma das mais poderosas etapas do processo de recrutamento e seleção. É nesse momento que recrutador e candidato podem se conhecer melhor, tirar eventuais dúvidas e avaliar o nível de alinhamento existente. Por isso, é preciso caprichar.Formule questões que possam ajudar a identificar o fit cultural, por exemplo:

  1. você se considera mais produtivo em um ambiente calmo ou agitado?
  2. O que você acha mais importante em um ambiente de trabalho e por quê?
  3. Em termos de carreira, qual foi sua maior conquista? Fale um pouco sobre isso.
  4. O que chamou sua atenção para se candidatar a esta vaga de trabalho?
  5. Quais conquistas te deixam orgulhoso? Explique o motivo disso, por favor.

Assim, aos poucos, você conseguirá ir muito além de informações técnicas (como formação, idade, segundo idioma ou experiência profissional) e entenderá os valores que orientam o candidato. Além disso, deixará a entrevista mais profunda e interessante.

Simule situações reais de trabalho

Outra alternativa para avaliar o fit cultural é simular situações de trabalho. Coloque o candidato em cenários que não são fáceis e veja como ele lida com cada um deles. Quanto mais realista e complicado for o cenário, melhor para entender o perfil do profissional.Pergunte, por exemplo, como o candidato cuidaria de um cliente insatisfeito que deseja devolver certo produto após o prazo de troca. Ou como ele lidaria com um conflito de trabalho, caso estivesse certo sobre sua opinião e posição. As respostas ajudarão você a entender como o profissional pensa e trabalha sob estresse, inclusive nas situações mais atípicas.Também é possível fazer simulações em grupo, envolvendo vários candidatos que estão participando do processo seletivo. Nessa hipótese, estudos de caso, dinâmicas e projeções de cenário são atividades que podem fazer muito sentido e ajudar a avaliar o fit existente.

Invista em bons métodos e tecnologias

O diagnóstico do alinhamento cultural pode ser complicado, então é importante contar com bons métodos de trabalho e tecnologias de ponta. Felizmente, há muita coisa que pode ajudar e deve fazer parte do processo de recrutamento e seleção.Ao longo da triagem de talentos, por exemplo, você pode fazer uso de entrevistas às cegas. Nessa situação, candidato e selecionador não veem um ao outro, apenas têm acesso a informações básicas (como sexo, idade, endereço etc.). O intuito é reduzir qualquer viés mental (como o preconceito) e focar no que realmente importa: o alinhamento cultural.Boas tecnologias, por sua vez, ajudam a estruturar um processo de seleção que seja ágil, bem organizado e acertado. Sistemas de seleção integram os vários canais de divulgação de vagas e comunicação com os candidatos, garantindo um processo mais preciso.Agora você está totalmente por dentro do assunto. Existem muitos benefícios ligados à análise do fit cultural na seleção, como a contratação das pessoas certas e a redução do turnover, além do aumento da assiduidade e produtividade no trabalho. Para investir no assunto, é preciso conhecer a cultura do negócio, engajar a liderança e investir em bons métodos e tecnologias.Gostou do nosso artigo? Aproveite para aprender muito mais, entenda o que é teste de perfil comportamental, qual a sua importância e como aplicá-lo no trabalho. Boa leitura!

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)