21/7/2021

Como escolher um método de recrutamento e seleção eficiente?

Como escolher um método de recrutamento e seleção eficiente?

A contratação de talentos é um processo que envolve diversas etapas, tanto internas quanto externas. Isso faz com que bastante tempo e muita dedicação sejam exigidos dos profissionais do setor de Recursos Humanos. Entretanto, uma preocupação comum que precede a divulgação da maior parte das fases está relacionada à escolha entre os métodos de recrutamento e seleção (R&S).

Isso porque uma contratação bem-sucedida faz toda a diferença para a empresa, representando um diferencial, já que encontrar, de modo ágil, um candidato devidamente qualificado para preencher uma posição em aberto pode promover uma série de ganhos, reduzindo os custos e elevando a competitividade e a produtividade.

Os métodos de recrutamento e seleção têm a ver com a forma como o indivíduo será avaliado durante o processo seletivo e, a depender do cargo e da área de atuação, os estágios e os testes poderão — e deverão — ser diferentes. Pensando nisso, elaboramos um conteúdo explicando mais a fundo esse conceito, o que deve ser avaliado e qual a relação do tema com a Régua de Smith. Continue a leitura e confira!

O que, de fato, são os métodos de recrutamento e seleção e para que servem?

Como introduzido, os métodos de recrutamento e seleção influenciam diretamente o modo de avaliação de um profissional que se candidata a uma vaga divulgada por uma empresa. Os aspectos inerentes à posição e à área de trabalho impactam os testes e as etapas aplicadas no processo, porém, há alguns questionamentos que devem ser levantados indispensavelmente:

  • Os candidatos estão aderentes à cultura organizacional da empresa?
  • Os profissionais apresentam as competências técnicas que foram requisitadas?
  • Os candidatos apresentam as competências comportamentais que foram definidas previamente?

Nesse sentido, são os métodos de recrutamento e seleção que auxiliam o departamento de RH a fazer as análises necessárias de maneira mais precisa e eficiente. Com isso, há mais segurança de que os selecionados para o preenchimento da vaga em aberto realmente colaborarão para o sucesso da empresa, cumprindo as demandas com a qualidade esperada e exercendo as suas respectivas atribuições em conformidade com os padrões da corporação.

O que é avaliado com o emprego das metodologias de R&S

Em termos simples, a ideia é buscar avaliar os candidatos de uma maneira que assegure uma maior eficácia na escolha, com a certeza de que o potencial de cada um será devidamente e totalmente explorado. Além disso, é preciso pensar como e em qual estágio do processo as habilidades descritas na vaga como requeridas serão conferidas — outro ponto essencial.

Por fim, ainda é imprescindível que você esteja habilitado a identificar os diferentes perfis dos profissionais, de modo a permitir que apenas aqueles aderentes à cultura organizacional da corporação sigam no processo seletivo.

Qual é a relação entre a Régua de Smith e a correlação entre os métodos de recrutamento e seleção com performance?

A Régua de Smith surgiu a partir de estudos que tinham como propósito fazer a correlação entre a performance e os métodos de recrutamento e seleção, com o intuito de comprovar que a aplicação desses em grande número possibilitava a aquisição de mais dados. Como consequência, as chances de fazer a melhor seleção eram elevadas.

Dentro desse metaestudo, a representação acontece por meio do que chamamos de assessment center, de modo que distintas metodologias de recrutamento são combinadas para compor a avaliação dos candidatos. A seguir, elencamos os métodos empregados para a seleção e os seus respectivos percentuais de certeza.

Qualificações educacionais

Essa avaliação dispõe de 10% de precisão em um processo seletivo em conformidade com o que dispõe a Régua de Smith. O seu emprego pode acontecer por meio de provas objetivas que abranjam os conhecimentos requeridos para a ocupação da posição.

Entrevista simples

Ela acontece sem a utilização de um roteiro previamente elaborado e tem 15% de precisão. Nesse caso, o entrevistador faz a seleção dos assuntos que serão abordados durante o processo de modo aleatório de candidato para candidato.

Entrevistas estruturadas (ou exercícios práticos)

Com um percentual de precisão de 35% conforme a Régua de Smith, essas avaliações demandam, diferentemente do caso anterior, a construção de um roteiro prévio que tem por objetivo reduzir as chances de haver falhas nos questionamentos e nas análises das competências. O mesmo se aplica aos exercícios práticos.

Dinâmicas de grupo e análise de perfil comportamental

As dinâmicas de grupo e a análise de perfil comportamental, que têm 40% de certeza, possibilitam que o responsável pelo recrutamento note como cada um dos candidatos se articula perante os desafios apresentados. Desse modo, passa a ser possível avaliar a sua capacidade de resiliência e também de cooperação.

Testes de habilidade (ou casos de trabalho)

Com um percentual de 45% de precisão, eles visam a avaliar a presença de habilidades específicas, de modo que o setor de RH deve aplicar testes de habilidade para mensurar atenção, inteligência, personalidade e nível de adaptação social.

Biodata

São os dados estruturados sobre os candidatos. O fundamental, nesse caso, é que todos os coletados sejam iguais, possibilitando uma comparação direta, padronizando toda essa fase do processo seletivo. O seu percentual de certeza é de 30%.

Assessment centers

Nessa avaliação, há a combinação de diversos métodos em uma única seleção. É uma metodologia — com 65% de precisão — que eleva, de maneira significativa, a assertividade da contratação. Ela oferece à empresa a possibilidade de coletar variadas informações a respeito dos candidatos.

Como você pôde ver, há uma infinidade de métodos de recrutamento e seleção disponíveis e que podem ser empregados no processo de atração e contratação de talentos. Entretanto, para escolher o ideal, é válido considerar a exatidão de cada um comprovada por meio de estudos. Nesse sentido, a Régua de Smith permite a percepção de que a união de diversas técnicas distintas acaba por ser a melhor proposta para um R&S mais eficaz.

Dessa forma, como resultado, o setor de RH consegue compor equipes de alto rendimento, o que colabora para o sucesso da corporação — uma maneira igualmente eficaz para atingir o mesmo resultado é fazer uso do Método Saga. Você já ouviu falar sobre ele? Com a proposta de evidenciar o potencial de cada talento, ele é capaz de aumentar a eficiência do recrutamento.

Este post sobre a aplicação dos métodos de recrutamento e seleção foi útil? Quer saber mais sobre a nossa solução e como pode ajudá-lo? Então, entre em contato conosco!

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)