13/7/2021

Mulheres no mercado de trabalho: cenário atual e principais desafios!

Mulheres no mercado de trabalho: cenário atual e principais desafios!

A luta pela igualdade de gênero nas empresas está longe de chegar ao fim, já que as mulheres no mercado de trabalho ainda enfrentam muitos desafios. No entanto, falar a respeito do tema é um dos primeiros passos para que os espaços se tornem mais igualitários no ambiente corporativo.

Conforme estudo conduzido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), as mulheres têm mais dificuldade em ingressar no mercado de trabalho formal se comparadas aos homens. Além disso, o sexo masculino já ocupa mais da metade dos cargos nas empresas e ganha, em média, 30% a mais que o feminino.

Ao longo desta leitura, vamos mostrar o atual cenário e os principais desafios da mulher no mercado de trabalho. Continue conosco!

Breve histórico da entrada da mulher no mercado de trabalho

Historicamente, a mulher era vista como a cuidadora do lar, dos filhos e do marido. Até mesmo o acesso à educação era restrito. Mas, a partir do séc. XIX, esse cenário começou a mudar.

O ingresso da mulher no mercado de trabalho se deu por conta das guerras, em especial a I e a II Guerras Mundiais (1914–1918 e 1939–1945). Com os maridos nos campos de batalha, elas precisaram assumir algumas atividades que antes eram exclusivamente masculinas, como operar máquinas.

Com o decorrer dos anos, o sistema capitalista foi consolidado, e diversas alterações começaram a acontecer, fazendo com que as mulheres estivessem presentes nas indústrias e, em um segundo momento, em outros setores do mercado de trabalho. Ao longo da História, a mulher vem buscando seu espaço de igualdade e crescimento.

De acordo com informações do IBGE, enquanto um profissional do sexo masculino ganha, em média, R$ 2.306, as mulheres têm um salário de R$ 1.764 mensais. Nesse cenário, fica evidente que as mulheres no mercado de trabalho ainda enfrentam muitos desafios.

No entanto, as empresas já reconhecem os benefícios de contratar essa mão de obra.

Chegada da mulher aos cargos de liderança

Aos poucos, as mulheres estão conquistando espaço de destaque, seja em empresas públicas ou privadas. Hoje, elas são responsáveis por 16% dos postos de alta gestão, isso de acordo com uma pesquisa da Page Executive.

Patrícia Capel, vice-presidente da área de gestão de pessoas da Ambev, é um exemplo de mulher que conquistou uma posição de destaque no mercado de trabalho. Ela defende que, dentro da empresa, homens e mulheres que ocupam o mesmo cargo ganhem salários iguais e que a diversidade de gênero e de pensamento já faz parte da cultura da organização.

Benefícios do crescimento das mulheres no mercado de trabalho

O mercado de trabalho tem grandes mulheres que servem de inspiração para tantas outras. Mas as empresas estão mesmo de olho nas vantagens que essa mão de obra leva para as companhias.

Separamos as principais para você acompanhar:

  • empresas que pregam a igualdade de gêneros têm pensamentos mais criativos e inovadores;
  • as demandas são entregues de forma mais ágil e com menos erros;
  • mais mulheres no mercado de trabalho podem injetar 382 bilhões de reais na economia;
  • aumento do PIB nacional em 3,3%;
  • inovação para solucionar as tarefas.

Os resultados apresentados pelas mulheres revelam que os benefícios para as empresas e toda a sociedade são reais, e que a presença delas nas empresas é capaz de promover diversos benefícios aos negócios.

Desafios que ainda precisam ser superados

Apesar de já terem percorrido um longo caminho, as mulheres ainda enfrentam grandes desafios no marcado de trabalho. Separamos os principais para você a seguir. Acompanhe!

1. Diferença salarial

Apesar dos grandes potenciais e qualificações, elas, em escala global, ainda recebem menos do que os homens para ocupar os mesmos postos de trabalho. Portanto, essa é uma das principais batalhas enfrentadas pelas mulheres da atual geração de trabalhadoras.

2. Falta de oportunidades

Culturalmente, o sexo masculino ainda tem mais acesso a trabalho e oportunidades de crescimento dentro das organizações. Isso porque a sociedade ainda é formada por conceitos patriarcais e muito tradicionais, que dificultam a ascensão da mulher, por entender que elas podem se afastar por conta da maternidade e outras questões.

3. Assédio no local trabalho

Conforme a pesquisa do OIT, 52% da mão de obra feminina já sofreu assédio sexual no trabalho. Nesse sentido, um dos maiores desafios das mulheres no mercado de trabalho é fazer as denúncias desses abusos, pois o medo de serem demitidas ou desacreditadas as impede.

4. Jornada tripla

Conciliar tarefas domésticas, maternidade e carreira é outro grande desafio enfrentado pelas mulheres, que recorrentemente se veem sobrecarregadas.

Atualmente, a jornada tripla da mulher é um problema social que atribui a ela todos esses papéis. Há casos em que a mulher é a provedora do lar e cuida dos filhos sozinha, o que torna o quadro ainda mais desafiador.

Como o RH pode colaborar com a mulher no mercado de trabalho

Para que as mulheres tenham mais igualdade no mercado de trabalho, é preciso que as empresas estejam empenhadas em conduzir processos seletivos mais igualitários.

Isso significa não distinguir o sexo feminino na hora do recrutamento ou ainda excluir do processo aquelas mulheres que já têm filhos. Afinal, todas merecem oportunidades iguais. Além disso, é preciso criar políticas internas que garantam a igualdade salarial para homens e mulheres que ocupam o mesmo cargo e tenham a mesma formação.

Outro ponto importante é trabalhar a cultura empresarial para que o machismo deixe de ser uma realidade, dando espaço para a diversidade, em que todos os gêneros possam conviver em harmonia no ambiente laboral. Além disso, é preciso desenvolver as competências e talentos das mulheres, investindo em treinamento e desenvolvimento.

Diante do exposto, fica evidente que, apesar das muitas conquistas, a mulher ainda precisa lutar para alcançar a igualdade salarial no mercado de trabalho e, também, conquistar postos de forma mais justa e sem distinção.

Para isso, as empresas têm um importante papel frente às mulheres no mercado de trabalho, e as ações para a igualdade de gênero começam nos processos seletivos das organizações.

Este artigo sobre mulheres no mercado de trabalho fez sentido para você? Compartilhe-o nas suas redes sociais e espalhe essa ideia!

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)