30/12/2016

Negatividade no trabalho e seu impacto na Gestão de RH e Recrutamento

Negatividade no trabalho e seu impacto na Gestão de RH e Recrutamento

Dizem que as energias não mentem. Pajelança ou não, tem vezes que parece que a "a bruxa tá solta" e há nada pior do que trabalhar com gente negativa. A equipe como um todo fica desmotivada por conta de um único indivíduo, gerando insatisfação, queda no desempenho, queda de resultados, moral baixa, insatisfação geral, clima ruim... é difícil explicar o que acontece, mas fato é que parece que as vibrações realmente geram uma onda que pode contaminar todo uma equipe, tornando o processo de gestão quase impossível. Pensando nisso, resolvemos abordar esse assunto tão complexo a fim de ajudá-lo a tornar seu ambiente de trabalho mais positivo, gerando maior entusiasmo a sua equipe.

Por que um ambiente de trabalho se torna negativo?

Momentos de crise econômica são propícios para gerar uma atmosfera negativa, já que, apesar de existirem diversos motivos para a negatividade no ambiente corporativo, sem dúvida, o maior deles é a insatisfação dos funcionários. Colaboradores insatisfeitos tendem a reclamar de diversos atributos da empresa. Geralmente, esse comportamento é desencadeado por algum fator específico, como a falta de reconhecimento, por exemplo, porém, com o tempo, ele toma proporções enormes e as queixas se voltam para as mais diversas razões: colegas de trabalho, líderes de equipe, salários, modelos de gestão...

O grande problema é que esse único colaborador pode compartilhar essas reclamações com seus colegas, criando um ambiente de intrigas e fofoca nem um pouco produtivo e que, com o tempo, se torna extremamente difícil de administrar. Demitir esse funcionário pode até ser uma solução, mas o que fazer se ele for uma peça chave de sua equipe?

Impactos do ambiente negativo para o recrutadores

Não importa no que você acredita, quando o clima é ruim, as pessoas sentem, logo ao convidar um candidato para uma entrevista, tenha certeza de que ele também notará o ambiente corporativo que o cerca. E, se a primeira impressão é a que fica, será que esse profissional aceitará sua proposta de emprego se notar um ambiente pesado a sua volta? Relacionamos abaixo alguns impactos que a negatividade pode gerar para equipes de RH e recrutadores:

  1. Aumento de demissões;
  2. Intrigas, fofocas e rádio-corredor;
  3. Desmotivação da equipe;
  4. Baixo rendimento;
  5. Falta de interesse de interesse de candidatos;
  6. Desistências de vaga - o que leva ao retrabalho de recrutamento;
  7. Possíveis comentários nas redes sociais;
  8. Possível aumento de ações trabalhistas;
  9. Falta de transparência, comunicação e informação entre as equipes que abrem vagas e recrutadores;
  10. Ruídos na comunicação empresarial.

Gestão de Gente 2.0 - Eliminando a negatividade

Yoda

Uma equipe de Gestão de Gente 2.o não foca em reparar defeitos de colaboradores, mas, sim, em investir nas qualidades que possuem, gerando um clima de aceitação e reconhecimento entre as equipes. Como já sabemos, as mais variadas tarefas podem ser atribuídas à equipe de RH, muna-se de sal grosso e cristais e vamos às valiosas dicas que irão ajudá-lo a tornar o ambiente corporativo de toda a sua empresa num mar de harmonia, positividade e, principalmente, produtividade!

a) Comunicação interna clara, transparente e constante

Converse com a sua equipe de marketing ou mesmo crie uma equipe de comunicação interna para ser responsável por fazer constantes comunicações aos colaboradores. Informe tudo: políticas, benefícios, eventos, novas vagas, premiações e mesmo problemas e reestruturações na empresa. Essas atitudes geram um clima de parceria e confiança entre as equipes, o RH e a direção.

b) Execução de pesquisas de clima organizacional

Pesquisas organizacionais um verdadeiro teste das energias vibracionais da sua empresa. Por meio delas, você verifica qual é o índice de satisfação dos colaboradores não só em relação à instituição, mas, também, o que pensam de seus gestores diretos, da política da empresa e se a indicariam ou não para seus amigos trabalharem ou mesmo se tornarem clientes. Ao fazer esse tipo de teste, seja imparcial e sempre dê a opção de anonimato ao funcionário.

c) Avaliações de desempenho

Muito colaboradores não gostam nenhum pouco desse momento, pois, por muito tempo, reuniões de feedback tiveram como foco os pontos fracos dos colaboradores, fornecendo críticas vazias e sem direcionamento. Atualmente esse modelo mudou, sendo assim, incentive os gestores de equipe a focarem em soluções e não nos problemas.

d) Reconheça seus talentos e invista em programas de desenvolvimento de líderes

Seus colaboradores investiram tempo, força de trabalho e muitos deles fizeram cursos de capacitação por conta próprio sem auxílio da empresa. Respeite e reconheça seus funcionários e a melhor maneira de valorizá-los é dando-lhes possibilidade real de crescimento. Além disso, empresas com programas de desenvolvimento de líderes são extremamente atrativas para candidatos com perfil de jovens talentos.

f) Gestão de profissionais por competências específicas

Existem perfil de colaboradores bem técnicos que realmente gostam do que fazem, tornando-se verdadeiros especialistas, mas não têm interesse numa carreira de gestão. Nesses casos é importante investir em modelos de carreira em W, ao invés de Y. Se sua empresa pertence à indústria tecnológica ou química, sem dúvida investir no modelo em W pode ser um forte atrativo.

g) Melhore da qualidade de vida no trabalho

Sabia que empresas de sucesso, como Google, Apple e muitas outras - mesmo menores - investem bastante na qualidade de vida de seus colaboradores? Implemente um "pacote harmonia" e invista em aulas de meditação, sessões de shiatsu, acunpultura, manicure na empresa. Esse 30 minutos de pausa farão seus funcionários render o equivalente a três dias em poucas horas!

f) Estimule a criatividade e o espírito de equipe

Não importa a área, invista em cursos workshops, palestras que façam seus colaboradores pensarem fora da caixa e participarem de atividades lúdicas e coletivas. A criatividade e sentimento de colaboração fora do ambiente de estresse ajudam na busca de soluções alternativas e no fortalecimento de elos, que podem levar a excelentes resultados!

Viu como não é tão difícil criar uma clima corporativo harmônico, positivo e, principalmente, atrativo para novos talentos?! E lembre-se: Fique longe de pessoas negativas, elas têm um problema para cada solução que vocês propor!

Você também poderá saber mais em nosso post 5 Dicas para turbinar sua cultura empresarial e em nosso E-book Atração de Talentos.

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)