O que é um organograma em barras? Conheça suas vantagens!

4 de janeiro de 2019
Kenoby

Organogramas são ferramentas importantes para entender as relações dentro de uma empresa, pois ajudam a dar mais clareza sobre os cargos, situando os funcionários. Essas representações podem ser encontradas em diversos modelos, mas neste post vamos falar sobre o organograma em barras.

Então, acompanhe o artigo para entender mais sobre o assunto e saber como o organograma pode ajudar!

O que é organograma?

Os organogramas são gráficos utilizados para indicar as estruturas dentro da empresa. Eles indicam as posições hierárquicas, mostrando as relações de subordinação e a quem os funcionários devem recorrer e prestar contas sobre a realização de suas tarefas.

Dessa forma, os organogramas costumam reunir os dados em blocos ordenados, partindo do maior para o menor. Tais informações são essenciais para a organização corporativa, ajudando a compreender a importância do trabalho de cada um.

Como é o organograma em barras?

Como o próprio nome indica, o organograma em barras é representado por barras ou retângulos alinhados em uma base vertical, representando os cargos da empresa. O tamanho das barras tem relação direta com a importância do cargo — quanto maior a barra, mais alto o cargo.

Esse não é um modelo muito utilizado, já que por meio dele você não consegue visualizar a ligação entre um cargo e outro, indicando apenas o nível de hierarquia. Ao mesmo tempo, é o de mais fácil compreensão, graças à disposição das informações de maneira direta.

Antes de continuar, aproveite para se cadastrar no nosso minicurso gratuito por e-mail de Inteligência Artificial no Recrutamento e Seleção!

Quais são as principais vantagens e desvantagens de um organograma?

O organograma permite a visualização de quem é quem na estrutura corporativa, auxiliando na hora de reportar problemas e identificar responsabilidades. Assim, os fluxos de autoridade são melhor compreendidos e podem ser usados como ferramenta estratégica dentro da empresa.

A principal desvantagem do uso de um organograma é uma possível rigidez causada pela definição de cargos. Afinal, isso pode atrapalhar as corporações que acreditam em modelos de hierarquia horizontais e mais fluídos.

Esses gráficos também podem ficar obsoletos rapidamente, especialmente se considerarmos a rapidez das mudanças atuais no mercado de trabalho e nas corporações. Por isso, é importante que o organograma seja encarado como um guia, não como um documento imutável e determinante.

Como desenvolver um organograma em barras?

Para que um organograma seja funcional, ele precisa ser:

  • claro nas indicações dos títulos e cargos;
  • simples, preciso e atualizado para que haja uma perfeita compreensão da sua estrutura;
  • equilibrado na disposição e cores dos módulos.

Desse modo, para montar um bom organograma, é preciso fazer uma pesquisa cuidadosa de todos os cargos e que posições ocupam na hierarquia da empresa.

Após essa análise, você deve determinar quais funções merecem mais destaque e colocá-las dentro das barras maiores, para depois posicionar os outros cargos. Há no mercado uma série de ferramentas que podem ajudar você a montar esse gráfico.

Lembre-se sempre que, depois de terminar o trabalho, é importante submetê-lo ao RH e aos gestores das equipes para que as informações sejam conferidas e aprovadas.

O organograma pode ser disposto depois no quadro de avisos, ou disponibilizado na intranet da empresa. Todos devem ter acesso fácil a essas informações.

Agora você já conhece um pouco mais sobre o organograma em barras e como ele pode ser útil na hora de avaliar o quadro de funcionários e na análise de novas contratações.

Não hesite em contar com a ajuda da Kenoby para realizar essas contratações de maneira certeira, atendendo às necessidades da corporação. Entre em contato conosco para conhecer os nossos serviços!

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...
Aumente a assertividade no seu R&S!

NOVIDADES DO BLOG

Receba semanalmente as novidades do blog e transforme o seu recrutamento!

Kit - Entrevista de Candidatos

MATERIAIS GRATUITOS:

Certificação em Recrutamento e Seleção

Apresentação Mensal com Indicadores de RH

CONFIRA + MATERIAIS GRATUITOS

Continue lendo:

Profissionais do RH: conheça as diferentes áreas de atuação do setor
Profissionais do RH: conheça as diferentes áreas de atuação do setor

Se você escolheu a área de Recursos Humanos para construir a sua carreira, saiba que existem inúmeras possibilidades de atuação. Os profissionais do RH têm ganhado cada vez mais espaço  continue lendo »

4 programas de treinamento e desenvolvimento para sua empresa
4 programas de treinamento e desenvolvimento para sua empresa

Em um mundo cada vez mais competitivo, a qualificação da sua força de trabalho é um dos mais importantes diferenciais de uma empresa. Dedicar tempo e recurso para programas de  continue lendo »

O que é indicador de desempenho? Descubra aqui!
O que é indicador de desempenho? Descubra aqui!

Toda empresa precisa ter controle sobre sua performance em determinado período. Saber se a assiduidade e o turnover dos funcionários estão em ordem, por exemplo. Para tanto, é preciso entender o  continue lendo »

Indicadores de desempenho: TUDO o que você precisa saber
Indicadores de desempenho: TUDO o que você precisa saber

Os indicadores de desempenho fornecem informações estatísticas, claras e objetivas sobre a performance empresarial. Logo, cada vez mais, eles se fazem presentes nas organizações, que precisam medir para promover melhorias.  continue lendo »

eSocial: entenda o que é, as vantagens e como implantar na empresa
eSocial: entenda o que é, as vantagens e como implantar na empresa

Em janeiro de 2018 inicia o cronograma de implantação, por parte das empresas, do Sistema Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, conhecido como eSocial. Por meio dele, o  continue lendo »

O que é gestão de pessoas e como fazer?
O que é gestão de pessoas e como fazer?

Um dos desafios da área de Recursos Humanos é ajudar as empresas a elevarem o desempenho de seus colaboradores, sem que isso signifique aumentar os custos da organização. O setor  continue lendo »