14/7/2021

Processo seletivo: valorizando o time interno para a posição

Processo seletivo: valorizando o time interno para a posição

Boa parte do engajamento dos colaboradores vem do reconhecimento da empresa sobre eles, afinal não adianta oferecer apenas salários altos se o ambiente de trabalho não oferecer possibilidades de crescimento profissional.

Nesse contexto, na próxima abertura de vagas comece valorizando o time interno, o que traz uma série de benefícios tanto para a organização quanto para os seus profissionais.

Em muitos casos, você pode montar um processo de recrutamento e seleção com o intuito de identificar talentos de fora, mas pode ser que a sua equipe já conte com pessoas talentosas que só necessitam de uma oportunidade para atender às suas demandas e expectativas.

Essa iniciativa aumenta a motivação dos funcionários, bem como o senso de meritocracia, além de tornar as contratações mais ágeis, otimizar o acerto na escolha e reforçar a cultura do trabalho. Neste post, conversamos com Leandro Testoni, Líder de Growth Marketing na Kenoby, que explica a importância e como dar os primeiros passos para valorizar o seu time interno. Confira!

Por que começar a atração de talentos olhando para dentro da empresa?

A abertura de oportunidades internamente funciona como uma ótima alternativa para promover a valorização dos seus colaboradores, haja vista que mostra que a empresa se importa com a sua carreira. Assim, abre espaço não apenas para o crescimento profissional, mas também para mudança de área, quando tal transição faz sentido.

No livro ‘’Gestão de Pessoas’’, de 2005, Chiavenato fala que o processo de recrutamento interno é importante porque é uma chance de possibilitar a transição de carreiras. Afinal, ele abre portas para que as pessoas interessadas e capacitadas possam mudar de área.

Sendo assim, a grande vantagem dessa modalidade está em assegurar a valorização das pessoas que já trabalham na empresa, ou seja, provavelmente têm o fit cultural desejado. Com isso, os colaboradores ganham a oportunidade de alcançarem a carreira que tanto almejam, dentro de um ambiente de trabalho em que já conhecem o fluxo de processo e se sentem à vontade.

Como valorizar o time interno?

Na prática, a valorização da equipe interna pode ocorrer de três formas: recrutamento interno, promoção de pessoas e programas de indicação. Cada uma dessas opções possui peculiaridades desde nos objetivos com os quais são aplicadas até o modo como são colocadas em prática. Veja como os três métodos funcionam na prática.

Recrutamento interno

É um procedimento, dividido em etapas, que visa identificar profissionais internos que estejam capacitados para assumir determinado cargo na companhia. Aqui, é feita a abertura da vaga e posteriormente comunica-se aos departamentos sobre a nova oportunidade, permitindo que os colaboradores interessados e que estejam dentro dos requisitos possam se candidatar.

Do mesmo modo que acontece no recrutamento externo, os candidatos terão que passar por etapas que avaliam o seu preparo técnico e comportamental. Para uma vaga de liderança, por exemplo, é importante que a pessoa tenha boa capacidade de comunicação, senso de delegação, comprometimento, visão ampla do trabalho, entre outras características.

Promoção de pessoas

A promoção consiste no reconhecimento do bom trabalho prestado e resultados obtidos pelo profissional, o que ocorre a partir do oferecimento de um cargo que está acima da função que ele ocupa na atualidade. Geralmente, são os líderes da empresa que tomam essa decisão e comunicam ao funcionário selecionado.

O Líder de Growth Marketing na Kenoby reforça que a promoção incentiva, traz autoconfiança e renova o brilho nos olhos dos colaboradores, pois mostra o quanto a empresa acredita neles e investe no seu desenvolvimento profissional. Vale lembrar que nem sempre é preciso buscar o mercado externo, pois existem pessoas com o perfil e potencial para subirem um degrau na carreira dentro da organização, o que também diminui os índices de turnover.

Programas de indicação

Os programas de indicação mostram mais do que os gestores imaginam sobre o seu time. Isso porque, quando os colaboradores indicam pessoas para as vagas internas, mostram que estão engajados com a empresa e querem ajudar a formar uma equipe ainda mais forte.

O uso desse método se dá por meio da indicação dos funcionários mais capacitados para uma vaga, conforme a avaliação dos próprios colegas. De acordo com Leandro Testoni, pessoas indicadas tendem a ter um conhecimento maior sobre a cultura da empresa, assim como os processos internos, o que reduz consideravelmente as chances de terem surpresas caso sejam escolhidas para integrar a equipe.

Muitas empresas criam processos de indicação com bonificação para os colaboradores que indicam pessoas que são contratadas, de modo a aumentar a eficácia e confiabilidade do recrutamento, evitando que façam indicações apenas por afinidade ou outro tipo de interesse que não seja benéfico para a companhia.

Quando usar desses métodos?

Em um processo seletivo bem estruturado, o uso do recrutamento interno, promoção ou indicação devem ser vistos sempre como a primeira opção nos casos cabíveis, ou seja, quando há o entendimento de que os profissionais internos estão aptos a desempenhar a nova função. Não é possível promover um a pessoa da área de atendimento para ocupar uma vaga em TI, por exemplo.

Para não haver erros, é fundamental utilizar uma ferramenta de recrutamento e seleção já validada, como o Método Saga, que tem a psicologia organizacional como base. Este método opera desde na definição da vaga e dos seus requisitos até na análise dos perfis mais indicados para desempenhar a função.

Mensurar os resultados também é crucial para entender se o RH está no caminho certo, por isso o recurso também permite a análise das contratações e os seus respectivos indicadores. Desse modo, a organização saberá em quais casos o recrutamento interno foi bem-sucedidos ou não, compreendo o que poderá ser mudado em oportunidades futuras para promover uma melhora contínua.

A sua empresa está valorizando o time interno? Fica evidente que essa iniciativa é altamente recompensadora, pois auxilia na formação de equipes compostas por profissionais motivados, que se encaixam perfeitamente no fit cultural e que estão dispostos a dar o seu melhor em cada atividade que exercem. O resultado disso é o crescimento do colaborador e do negócio como um todo.

Quer aumentar a efetividade do recrutamento interno? Veja o que é o os benefícios do Método Saga para a sua empresa!

Kenoby agora é Gupy

Agende uma demonstração com a melhor e mais inovadora plataforma de RH do Brasil

agendar uma demo (gratuito)